Conselho Terena realiza sua 11ª Grande Assembleia na T.I. Taunay-Ipegue, Mato Grosso do Sul

O Conselho Terena realizará a 11ª edição da Grande Assembleia Terena, entre os dias 29 de novembro a 02 de dezembro de 2017, na Aldeia Água Branca, Terra Indígena Taunay-Ipegue, Mato Grosso do Sul. Abordando temas como demarcação de terras indígenas, atendimento à saúde nas comunidades, educação escolar indígena, sustentabilidade e participação política dos povos indígenas, o evento contará também com plenária da juventude indígena, reunião das mulheres, oficina de grafismo Terena e formação para conselheiros tutelares que atuam nas aldeias indígenas.

O Conselho do Povo Terena é formado pelas lideranças indígenas, mulheres, rezadores, professores indígenas e juventude terena. Esta articulação teve início no ano de 2012, quando as lideranças Terena realizaram reuniões semanais nas comunidades da Terra Indígena Taunay/Ipegue, município de Aquidauana (MS): Aldeia Bananal, Aldeia Morrinho e Aldeia Água Branca. Essas reuniões culminaram com a realização da 1ª Assembleia Terena (Hánaiti Ho’únevo Têrenoe) que foi realizado na Aldeia Imbirussú, na T.I. Taunay/Ipegue, que contou com a participação de caciques terena, lideranças do povo Kinikinau, Guarani, Kaiowá e Kadiwéu. O documento final da primeira assembleia pontua que foi a primeira vez, desde a guerra do Paraguai, que os povos indígenas do pantanal se reuniram novamente.

O povo Terena nos últimos cinco anos tem vivenciado um estágio de profunda reivindicação de direitos territoriais. Em 2013, com a organização sistemática de duas grandes reuniões anuais (Assembleia Terena) vários foram os movimentos tanto a nível estadual quanto nacional das lideranças terena para a defesa de seus direitos conquistados na Constituição de 1988. Essas mobilizações estão articuladas com o movimento indígena a nível nacional (APIB) e têm contado com a participação de lideranças de outras regiões do país que estão na luta por territórios tradicionais (Babau Tupinambá, Nailton Pataxó, Sonia Guajajara, Samanta Tsitsina Xavante, Jibran Patte’Xoklen). Como parte deste processo de luta as grandes assembleias têm contribuído de modo a organizar a luta e formas de estratégias de enfrentamento as violação de direitos.

***

Confira na íntegra a programação

CONSELHO DO POVO TERENA

Hánaiti Ho`únevo Têrenoe

XI GRANDE ASSEMBLEIA TERENA

Aldeia Água Branca

Terra Indígena Taunay-Ipegue

29/11 a 02/12 de 2017

MATO GROSSO DO SUL

PROGRAMAÇÃO

Dia 29/11 –Quarta-feira

  • 17:00 hs – Chegada das lideranças
  • 18:00 hs – Janta
  • 19:00 hs – Abertura com a mesa dos Caciques e Lideranças indígenas

Apresentação de rezas e danças tradicional Terena, Guarani Kaiowá, Kinikinau e Kadiwéu

Dia 30/11 – Quinta-feira

  • 8:00 – 11:30 Mesa 1: Conjuntura da política indigenista no Brasil

Convidados: Lideranças indígenas, movimentos sociais, APIB, FUNAI, CIMI, CTI, RENAP, Juristas para Democracia, Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul.

  • 13:00 – 15:00 Mesa 2: Territórios Tradicionais / Sustentabilidade e Meio Ambiente: Mesa com as lideranças e representantes da FUNAI, APIB, Ministério Público Federal, Defensoria Pública da União, Advocacia Geral da União, Procuradoria Especializada da Funai, Ministério da Justiça e Conselho Indigenista Missionário.
  • 15:15 – 18:00 Mesa 3: Cúpula dos Parlamentares Indígenas
  • 20 hs – Plenária da Juventude Indígena (Comissão da Juventude Terena)

Dia 01/12 – Sexta –feira

  • 8:00 – 11:30 Mesa 4: Saúde Indígena
  • 13:00 – 15:00 Mesa 5: Educação Escolar Indígena
  • 15:15 – 18:00 Mesa 6: Plenária das Mulheres Indígenas
  • 20 hs – Reunião dos pesquisadores Terena

Dia 02/12 – Sábado

  • 8:00 – 11:30 Mesa 7: Avaliação do movimento e construção da agenda política
  • Oficina de Grafismo Terena
  • Formação de formação com conselheiros tutelares indígenas
  • Informes da CNPI e Encaminhamentos

Documento Final e encaminhamentos

Encerramento

.

Informações:

Email: conselhoterena@gmail.com

Realização:

Conselho do Povo Terena

Apoio:

Articulação dos Povos Indígenas do Brasil – APIB

Aty Guasu Guarani Kaiowá

Conselho do Povo Kinikinau

Conselho do Povo Kadiwéu

Fundação Nacional do Índio – FUNAI

Ministério Público Federal – MPF

Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul

Conselho Indigenista Missionário – CIMI

Coordenadoria Ecumênica de Serviço – CESE

Secretaria Especial de Saúde Indígena – SESAI

Núcleo de Assessoria Jurídica Popular – NAJUP

Observatório de Conflitos Socioambientais de Mato Grosso do Sul (OBCA/MS)

Vukapanávo – Revista Terena

Enviada para Combate Racismo Ambiental por Luiz Henrique Eloy

Dança na Aldeia Buriti, no Mato Grosso do Sul, durante a 10° Grande Assembleia Terena . Foto: Mídia NINJA

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

dezoito + dezesseis =