Liderança indígena é assassinada dentro de reserva no Oeste de SC

Homem de 38 anos levou golpe de facão no pescoço. Polícia deve pedir prisão de suspeito do crime nos próximos dias.

Por G1 SC

Um indígena de 38 anos, liderança da Aldeia Pinhalzinho, no Oeste catarinense, foi assassinado com um golpe de facão dentro da reserva Xapecó, no município de Ipuaçu. O crime ocorreu por volta de 1h30 de domingo (11), segundo a Polícia Militar. A vítima, Valmir Antonio de Freitas Soares, morreu no local com um corte no pescoço.

A delegacia disse que identificou o autor do crime e que deve pedir a prisão preventiva dele nos próximos dias. No dia do crime, ocorria um baile na comunidade indígena. O assassinato ocorreu a cerca de 70 metros da festividade, informou a Polícia Civil.

O indígena morto pertencia ao povo kaingang, disse a delegacia.

Suspeito identificado

O responsável pela Delegacia de Polícia de Ipuaçu, Ivan Fumagalli, disse que ainda não se sabe a motivação do homicídio. O inquérito está em andamento. A polícia não divulgou mais informações sobre o suspeito para não atrapalhar as investigações.

Nenhuma arma foi apreendida. A Polícia Civil aguarda os laudos cadavérico e do local do crime.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.