No Rio, deputada estadual e ex-assessora de Marielle tem carro pichado com ameaças

Dani Monteiro (Psol) encontrou as mensagens no vidro traseiro de seu carro após cerimônia de posse na Alerj

Redação Brasil de Fato 

Na última sexta-feira (1), dia em que tomou posse como deputada estadual, Dani Monteiro (Psol) encontrou seu carro pichado com ameaças quando saiu da Assembleia Legislativa do Rio do Rio de Janeiro (Alerj). As mensagens intimidadoras foram escritas no vidro de trás do veículo, que passou o dia no estacionamento do Palácio Tiradentes, no centro do Rio.

De acordo com assessoria de imprensa da deputada, a mensagem dizia: “bala nos…” acompanhada de diversos pontos, simulando buracos de tiros. No dia seguinte, no sábado (2), a parlamentar registrou a ocorrência em uma delegacia, também comunicou o setor de segurança e a presidência da Alerj. A polícia já solicitou registros de imagens aos prédios vizinhos. Ainda não há data para que o material seja periciado.

“Lamento profundamente as ameaças encontradas em nosso carro no dia em que tomei posse como deputada estadual. Esse episódio é mais um sintoma de uma democracia fragilizada, na qual vozes discordantes e de resistência são perseguidas e silenciadas. O assassinato brutal e ainda não solucionado de Marielle Franco mostra que são tempos de acirramento do ódio na política e de banalização da vida. Sou a representante de um mandato jovem, negro e feminista, que traz pautas historicamente negligenciadas à tona e incomoda muitos espaços de poder. Mas entendo que a Alerj é um patrimônio do povo fluminense, e nós continuaremos a ocupar esse espaço”, afirmou a deputada em nota.

Dani Monteiro foi assessora parlamentar da vereadora Marielle Franco (Psol), assassinada em março do ano passado, junto com seu motorista Anderson Gomes. A parlamentar, que tem 27 anos, é a mais jovem deputada estadual eleita no Rio de Janeiro.  Ela constrói o setorial de favelas do Psol do Rio de Janeiro, é membro do Movimento Negro Unificado (MNU) e é uma das fundadoras do Movimento RUA Juventude Anticapitalista.

Edição: Mariana Pitasse.

Imagem: De acordo com assessoria de imprensa da deputada, a mensagem dizia: “bala nos…” acompanhada de diversos pontos, simulando buracos de tiros / Reprodução Facebook

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

19 − um =