Índios Tapirapé prendem empregado de madeireiro flagrado com motosserra tirando madeira de terra indígena em MT

Situação ocorreu na mesma região onde Ibama fez operação e flagrou extração ilegal de madeira em terra indígena. Homem ficou um dia e meio na aldeia e foi entregue pelos índios na delegacia.

Por Denise Soares, G1 MT

Índios prenderam um homem que foi flagrado com motosserra tirando madeira da Terra Indígena (TI) Urubu Branco no município de Confresa, a 1.160 km de Cuiabá. Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), os indígenas imobilizaram o suspeito e o levaram até a delegacia da Polícia Civil nessa sexta-feira (10).

A situação ocorreu na mesma região onde o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizou uma operação nessa semana e flagrou extração ilegal de madeira em terra indígena.

Os indígenas, da etnia Tapirapé, ouviram o barulho da motosserra em uma serra no norte da terra indígena. Eles decidiram vasculhar a região e encontraram o suspeito e o equipamento. A situação teria ocorrido na quinta-feira (9).

De acordo com a Funai, o homem seria funcionário de um madeireiro da região. O madeireiro já é procurado pela polícia, apontado como um dos maiores desmatadores dessa área.

O rapaz foi imobilizado e levado até a aldeia. Ele ficou no local por um dia e meio, até que os indígenas o levaram até a delegacia. Inicialmente os índios condicionaram a entrega do suspeito à Polícia Federal. No entanto, foram convencidos pelas autoridades e entregarem o suspeito na delegacia da Polícia Civil.

A Polícia Civil informou ao G1 que o suspeito foi autuado em flagrante por desmatar área de terra indígena, associação criminosa e foi encaminhado para a cadeia da região.

Índios prenderam um homem que foi flagrado com motosserra tirando madeira da Terra Indígena (TI) Urubu Branco no município de Confresa — Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

oito − dois =