Nota de Repúdio de Católicas pelo Direito a Decidir

Católicas pelo Direito de Decidir é uma organização que luta pela descriminalização e legalização do aborto para que mulheres não tenham que se submeter ao risco de abortos clandestinos que podem levar à morte dessas mulheres. Somos a favor do respeito à decisão das mulheres em relação ao aborto e, sobretudo, a favor do cumprimento da lei nos casos em que o aborto está legalizado em nosso país. Desta forma, não reconhecemos os grupos contrários à legalização do aborto como “pró-vida”. Para nós, esses grupos são pró-morte.

Recentemente, foi noticiado na imprensa que um grupo católico pró-morte armou acampamento na praça em frente à um dos poucos serviços de aborto legal do Estado de São Paulo. O Hospital Pérola Byington, na capital, tem sido palco de um verdadeiro show de horrores, onde mulheres que procuram o serviço, por conta de violência sexual, de gestações de fetos anencéfalos ou de gravidez com risco de vida – todos esses casos previstos em lei e que permitem acessar o procedimento na rede pública – tem sido constrangidas pelo grupo a não interromperem a gravidez.

O serviço de aborto legal é uma conquista do movimento de mulheres que deve ser garantida e preservada. Nós, Católicas pelo Direito de Decidir, repudiamos toda e qualquer tentativa de qualquer grupo ou indivíduo de constranger mulheres e meninas que necessitam do procedimento da interrupção da gravidez nos casos previstos em lei. Ao invés de orarem pela “conversão” de médicos e funcionários que trabalham no serviço de aborto legal, deveriam agir contra a cultura do estupro e o acobertamento de casos de violência sexual dentro das igrejas.

Foto: Agência Brasil

Enviada para Combate Racismo Ambiental por Isabel Carmi Trajber.

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

8 − três =