Zelik Trajber: 20 anos de compromisso com os indígenas de Dourados

Em meados de 2001, o médico pediatra Zelik Trajber foi intimado a responder a um grande desafio: a morte de crianças indígenas por desnutrição em Dourados, Mato Grosso do Sul. “Nessa época, o índice de mortalidade infantil era de 140 por mil nascidas vivas”, diz ele. E acrescenta: “a mortalidade infantil a nível nacional girava em torno de 14 por mil”. Zelik assumiu a luta. A primeira pesquisa sobre a desnutrição mostrou que ela atingia 15% das crianças indígenas de Dourados.

“O problema era tamanho – e o número de profissionais era pequeno -, que tivemos que inventar algumas maneiras de acompanhar e resolver.” Isso envolveu um trabalho direito com a comunidade, construindo juntos soluções para a crise que era séria.

Vinte anos mais tarde, Zelik Trajber mantém seu compromisso com os indígenas de Dourados. Se alguns problemas foram sanados ou pelo menos minimizados, outros se mantêm repugnantemente atuais, a começar pelo desrespeito das autoridades aos direitos indígenas estabelecidos pela Constituição de 1988.

No depoimento filmado por Onildo Lopes para Tierra Vermelha Audiovisual, dividido em duas partes que podem ser vistas abaixo, Zelik Trajber divide conosco suas preocupações, de 2001 aos ameaçadores dias atuais. E, assim como elas, seu trabalho sem dúvida também merece ser reconhecido.

GUARANI E KAIOWÁ: ENTREVISTA COM O MÉDICO ZELIK TRAJBER

O médico Zelik Trajber fala dos desafios que enfrentou para combater a fome nas aldeias.

Publicado por Tierra Vermelha Audiovisual em Sábado, 21 de março de 2020

.

GUARANI E KAIOWÁ: O médico Zelik Trajber aborda a saúde indígena

No vídeo a 2ª parte da entrevista com o médico Zelik Trajber.O pediatra Dr. Zelik Trajber trabalha há 19 anos com indígenas da região de Dourados.

Publicado por Tierra Vermelha Audiovisual em Quinta-feira, 26 de março de 2020

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

3 × 2 =