Diretor-geral da OMS denuncia que tem sido alvo de ataques racistas e ameaças nas redes sociais

Tedros ressaltou que sua prioridade é salvar vidas e não vai responder ataques pessoais.

Por G1

Durante a coletiva de imprensa da Organização Mundial da Saúde (OMS) realizada nesta quarta-feira (8) o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, desabafou sobre ataques racistas e ameaças que está sofrendo em redes sociais.

Tedros disse que “não se importa com ataques pessoais” e sua única prioridade é salvar vidas.

Ainda sobre as ameaças o diretor-geral da OMS disse que “não dá a mínima importância”.

“Quando toda a comunidade negra for insultada, quando a África for insultada, então eu não tolero, então digo que as pessoas estão cruzando a linha”, disse ele.

Imagem: Tedros Adhanom Ghebreyesus — Foto: Salvatore Di Nolfi/Keystone/AP

Enviada para Combate Racismo Ambiental por Amyra El Khalili,

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

2 × cinco =