O general assessor de Toffoli, que faz pontes entre o STF e a caserna

Escalado como assessor pelo presidente do STF, Fernando Azevedo tem vínculos estreitos com Bolsonaro, Mourão e a cúpula do Exército

Por Carolina Brígido e Vinicius Sassine, na Época

No domingo 7 de outubro, dia do primeiro turno das eleições presidenciais, os brasileiros aguardavam ansiosamente o resultado que sairia das urnas, numa das disputas presidenciais mais polarizadas da história. A ansiedade também era vivida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. Com colegas do STF e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele teve acesso à apuração pouco depois das 17 horas, duas horas antes de todo o país, em uma sala fechada da Corte eleitoral. Para passar o domingo com ele, Toffoli escolheu poucos assessores. Entre eles estava Fernando Azevedo e Silva, general da reserva do Exército. (mais…)

Ler Mais

Emicida: Mensagem aos democratas do Brasil

“Esta eleição, por incrível que pareça, tem o ódio como modus operandi, mas vai ser definida pelo amor. O amor nos faz lutar como feras e, por medo de ver ferimentos em quem amamos, tomamos medidas desesperadas. Converse. Respeite. Busque ver pelos olhos alheios.”

Por Emicida, no blog da Boitempo

Aos progressistas/democratas que, assim como eu, têm preocupação com o destino da maioria do país. Visão memo, no limite da humildade, ideia de progresso, sai na rua e vai falar com as pessoas. Menos vaidade acadêmica e hashtag da moda e mais empatia real com o desespero alheio. (mais…)

Ler Mais

Bolsonaro, Havan e Lei Rouanet: tudo a ver

Por Jotabê Medeiros e Pedro Alexandre Sanches, no Farofafá

A Havan, uma das empresas centrais mencionadas no escândalo de disparo em massa de propaganda eleitoral via WhatsApp, utilizou R$ 12.323.338,27 dos cofres públicos para financiar 147 projetos culturais via Lei Rouanet, pelo mecanismo de incentivo fiscal (o empresário dá o dinheiro e depois o abate do imposto de renda devido). As informações constam da página da Lei Rouanet no Ministério da Cultura. O escândalo foi revelado pela Folha de São Paulo em 18 de outubro, a dez dias do segundo turno. (mais…)

Ler Mais

Caso do disparo de mensagens no WhatsApp fere a lisura da eleição presidencial. Por Janio de Freitas

Judiciário está diante de um problema que põe à prova o discernimento, a coragem e a consciência de um bom número de magistrados

Na Folha

O dano causado à lisura da eleição para presidente, pelo uso fraudulento da internet em benefício de Jair Bolsonaro, é irreparável e inapagável. Já atingido por desprestígio crescente nos últimos anos, o Judiciário está diante de um problema que põe à prova o discernimento, a coragem e a consciência de um bom número de magistrados. Não só do Tribunal Superior Eleitoral. E ainda da Polícia Federal, que em eleições anteriores comprometeu-se em facciosismos. (mais…)

Ler Mais

Mais de mil acadêmicos americanos de universidades como Harvard, Yale e Princeton fazem manifesto contra Bolsonaro

Da Folha

Mais de mil acadêmicos americanos proeminentes e estudantes das principais universidades dos Estados Unidos –Harvard, Yale, Princeton, Brown, Stanford, Universidade de Chicago, Berkeley– assinaram um manifesto contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), que tem como título “Defenda a democracia no Brasil: diga não a Jair Bolsonaro”.

No texto, o candidato é classificado como de extrema-direita radical que defende explicitamente a ditadura militar e a tortura, prejudica a defesa dos direitos humanos, é hostil com mulheres, negros, LGBTs, indígenas e pessoas pobres. A petição também afirma que as propostas do candidato podem promover o fim de benefícios políticos, sociais, econômicos e culturais no Brasil. (mais…)

Ler Mais

“O Hospício é Deus”?

Tania Pacheco

O título acima aspeado é de um livro de Maura Lopes Cançado, escrito em meados da década de 1960. Numa espécie de diário, Maura documenta suas experiências como interna no sistema manicomial,  mas foi dele que me lembrei ao ver o vídeo abaixo, no qual uma turba invade um evento da CNBB para se manifestar (?).

Não penso serem necessários mais comentários. Ou, se forem, não sei o que dizer exceto quanto à minha perplexidade desesperada ante o nível de doença degenerada que esses seres revelam.  (mais…)

Ler Mais

Steven Levitsky: Por que este professor de Harvard acredita que a democracia brasileira está em risco

Por Ricardo Ferraz, para a BBC News Brasil

Steven Levitsky, professor de Ciência Política da Universidade Harvard, dedicou praticamente toda a vida acadêmica a entender o que dá suporte e quais são as ameaças à democracia. Especialista em América Latina, ele lançou recentemente o livro Como as Democracias Morrem (Zahar), escrito em parceria com o colega de instituição Daniel Ziblatt. (mais…)

Ler Mais

Pelo menos 28 empresas foram denunciadas por coação eleitoral pró-Bolsonaro

Levantamento da Pública revela que pelo menos 28 empresas foram denunciadas por coação eleitoral pró-Bolsonaro e uma por coação contrária a ele. Há casos de camisetas e comunicados idênticos distribuídos por empresas diferentes

Por Alice Maciel, Ciro Barros, na Pública 

Nestas eleições a Procuradoria-Geral do Trabalho (PGT) registrou até o momento 199 denúncias em 14 estados relacionadas a coação eleitoral, uma prática que ocorre quando donos de empresas ou superiores tentam influenciar os votos de seus subordinados valendo-se da posição hierárquica de poder. (mais…)

Ler Mais

A Parte Podre da Igreja Católica

O candidato fascista à Presidência da República, falando a um grupo de latifundiários que não querem a demarcação de áreas indígenas, ataca o Conselho Indigenista Missionário, CIMI, organização da Igreja Católica que atua junto aos povos indígenas em defesa de seus direitos.

Mas não se atém ao CIMI. No vídeo que chegou ao público brasileiro pelas redes sociais, o candidato da extrema direita vai mais longe: diz que a CNBB é a parte podre da Igreja Católica. (mais…)

Ler Mais