Michel Temer é preso pela Lava Jato do RJ; PF faz buscas por Moreira Franco

Mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da Justiça Federal do Rio de Janeiro. Procurada pela G1, a defesa do ex-presidente não atendeu.

Por Arthur Guimarães, Paulo Renato Soares e Marco Antônio Martins, TV Globo e G1 Rio

O ex-presidente Michel Temer foi preso em São Paulo na manhã desta quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato do Rio de Janeiro. Os agentes ainda tentam cumprir mandados contra Moreira Franco, ex-ministro de Minas e Energia e mais seis pessoas, entre elas empresários.

(mais…)

Ler Mais

Maia critica Moro e diz que pacote anticrime será votado após Previdência

“Ele é funcionário do presidente Bolsonaro. Então, o presidente é que tem que conversar comigo”, disse o presidente da Câmara

por Murilo Souza, em Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, criticou nesta quarta-feira (20) o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sérgio Moro, por ter defendido a tramitação simultânea do pacote anticrime com a reforma da Previdência.

(mais…)

Ler Mais

Nunca fomos tão pequenos

Atitude submissa, alienação e oportunismo mofado marcaram visita de Bolsonaro a Trump. Felizmente, mostra o novo Ibope, pode durar pouco – desde que haja uma oposição

por Antonio Martins, em Outras Palavras

No início desta tarde (20/3), o Ibope tornou públicos os dados da primeira pesquisa de opinião sobre o governo Bolsonaro feita por um instituto relevante. O desgaste foi rápido, nos dois primeiros meses de mandato. O presidente, que já não assumiu com popularidade excepcional, perdeu 15 pontos percentuais de apoio, em 60 dias. Agora, apenas 34% consideram seu governo “ótimo” ou “bom”. No gráfico abaixo a queda fica mais nítida. Agora, a linha que representa as opiniões favoráveis, descendente já se encontra com o “regular” e se aproxima perigosamente daquela que registra a crítica, os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo”.

(mais…)

Ler Mais

Caro coxinha, nossa bandeira já é vermelha…

Ao invés de camisetas amarelas da CBF, cor da monarquia, deveríamos assumir nossas raízes históricas: se somos “brasileiros”, também somos vermelhos – e nossa brutal realidade só confirma esse fato

por Xixo Piragino, em Outras Palavras

Cantarole comigo:

“ Eu sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amooor….”

Agora lembre-se que esse hino, além de ser um grito que ecoa nas arquibancadas, também foi parte da trilha sonora dos camisa da seleção amarelanas manifestações cívicas (eles acreditavam nisso!) que apoiaram a derrubada de uma presidenta eleita, sem crime de responsabilidade e nada que se justificasse além do inconformismo autoritário da derrota nas urnas. O voto, a Constituição Federal e, portanto, a democracia, como um papel inútil amassado, foi arremessada ao lixo. E hoje continuamos caindo no abismo desse lixo.

(mais…)

Ler Mais

Líderes do Congresso chileno rejeitam almoço com Bolsonaro

Presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados não participarão de evento oferecido por governo do Chile durante visita oficial de mandatário brasileiro ao país. Parlamentares criticam ultraconservadorismo de Bolsonaro.

Na DW

Os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados do Chile, Jaime Quintana e Iván Flores, respectivamente, anunciaram nesta terça-feira (19/03) que não participarão do almoço que será oferecido pelo governo chileno ao presidente Jair Bolsonaro, que fará uma visita oficial ao país no sábado.

(mais…)

Ler Mais

A barbárie como ameaça. Por Cândido Grzybowski

Do Ibase

O cotidiano da vida parece cheio de ameaças. Os bárbaros ataques contra mulheres por serem mulheres estão escancarados e viraram notícia quase diária. Quantos mais ainda se escondem na sacrossanta vida de domínio privado de homens machistas em nome do patriarcado? No entanto, no léxico do poder instituído no Brasil isto é apenas “ideologia de gênero”.  

(mais…)

Ler Mais

O governo Bolsonaro e a dupla face de uma política externa servil. Por Carlos Eduardo Martins

No blog da Boitempo

A política externa do governo Jair Bolsonaro está orientada por dois vetores principais: a adesão ideológica ao trumpismo e a adoção de uma agenda neoliberal radical.

O primeiro vetor é atualmente comandado pelo núcleo de extrema-direita do governo, que se articula aos setores mais radicais do governo Trump e à liderança de Steve Bannon na organização de uma internacional neofascista, por meio do grupo The Movement. Ele é dirigido por Ernesto Araujo, Chanceler brasileiro, e pelo Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, um dos filhos do Presidente – ambos com forte vinculação a Olavo de Carvalho, astrólogo e filósofo autodidata, que abandonou a escola antes de cumprir o ensino médio, e que, desde 2005, se radicou em Richmond, capital do exército confederado durante a guerra da secessão.

(mais…)

Ler Mais

Nota pública de repulsa às recentes manifestações do Presidente Jair Bolsonaro sobre imigrantes brasileiros

CDHM/Câmara dos Deputados

Na condição de presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal expresso nossa profunda repulsa às recentes manifestações do Presidente Jair Messias Bolsonaro, a respeito dos brasileiros e brasileiras que emigram para o exterior.

Não podemos de forma alguma aceitar que o presidente de nosso país se refira aos brasileiros que, pelos mais diversos motivos, inclusive dificuldades econômicas, emigram para os EUA atrás do chamado sonho americano, como pessoas de má índole ou criminosos. Estudos acadêmicos apontam que, historicamente, homens e mulheres migram em busca de uma vida melhor, jamais para cometer crimes! Mostram, igualmente, que as pessoas que migram costumam ser as mais corajosas e empreendedoras de suas comunidades, que muito fazem por estas e por seus países, seja pelas remessas de valores efetuadas, seja retornando com economias para investir e com riquíssimas experiências de vida.

(mais…)

Ler Mais

Brasil evolui para ‘submissão explícita’ aos Estados Unidos, diz Celso Amorim

Em entrevista coletiva com o colega Donald Trump, Bolsonaro afirmou que Brasil viveu “décadas de presidentes antiamericanos”. Para ex-ministro de Itamar, Lula e Dilma, trata-se de “bobagem conceitual”

por Eduardo Maretti, em Rede Brasil Atual – RBA / IHU On-Line

Na rápida entrevista coletiva dada pelos presidentes Donald Trump e Jair Bolsonarona Casa Branca, durante visita oficial, no início da tarde de hoje (19), o norte-americano disse que “Brasil e Estados Unidos nunca foram tão próximos quanto agora”. Ele acrescentou que houve hostilidade de outros governos brasileiros aos Estados Unidos, sem explicitar quais, e, sobre a Venezuela, que “todas as opções estão na mesa”. O colega brasileiro aproveitou para dizer sobre sua “satisfação” de estar em solo estadunidense “depois de algumas décadas de presidentes antiamericanos”. Bolsonaroacrescentou: “Temos muita coisa a oferecer um ao outro para o bem dos nossos povos. Ele quer uma América grande e eu também quero um Brasil grande.”

(mais…)

Ler Mais