Exportação de armas de fogo dobrou durante os anos Bolsonaro, revela levantamento inédito

Incentivo às armas sob Bolsonaro foi simultâneo à explosão de vendas a países, muitos deles em situações de conflito

Por Rubens Valente, Laura Scofield, Caio de Freitas Paes, Agência Pública, Luiz Fernando Toledo, Datafixers.org | Edição: Ed Wanderley | Colaboração: Bianca Feifel

Em 3 de março deste ano, o sargento do Exército guatemalteco Cristian Aroldo Heinemann Aguirre, 33, de folga naquele dia, sacou uma pistola brasileira Taurus 9 mm e matou dois homens e uma mulher na saída de um show da cantora colombiana Karol G na Cidade da Guatemala, capital do país homônimo da América Central. (mais…)

Ler Mais

NetLab-UFRJ lança relatório sobre o uso da tragédia no RS em golpes, mentiras e fraudes

“Enchentes no Rio Grande do Sul: uma análise da desinformação multiplataforma sobre o desastre climático” é o nome do relatório lançado esta semana pelo Laboratório de Estudos de Internet e Redes Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (NetLab-UFRJ), denunciando diferentes mentiras divulgadas na internet, ‘aproveitando’ a tragédia no Rio Grande do Sul. E elas não envolvem apenas desinformação disseminada por redes e ‘influenciadores’, prejudicando gravemente os trabalhos em apoio às pessoas atingidas e ao estado: mostram também anúncios fraudulentos e golpes com links direcionando para sites falsos de arrecadação.

Como diz o NetLab na apresentação, (mais…)

Ler Mais

Em Gaza, a sinfonia da morte

Rafah é o último refúgio e as bombas são a morte que chove do céu. Centenas de milhares fogem – tentativa patética para Israel. Não há mais código moral: o genocídio é sua redenção. A humanidade, indiferente, não vê sua própria ruína

Por Chris Hedges, em seu Substack | Tradução: Glauco Faria, em Outras Palavras

Corram, exigem os israelenses, corram para salvar suas vidas. Fujam de Rafah como fugiram da Cidade de Gaza, como fugiram de Jabalia, como fugiram de Deir al-Balah, como fugiram de Beit Hanoun, como fugiram de Bani Suheila, como fugiram de Khan Yunis. Fujam ou nós os mataremos. Lançaremos bombas de 2 mil libras em seus acampamentos. Vamos pulverizá-los com balas de nossos drones equipados com metralhadoras. Vamos bombardeá-los com projéteis de artilharia e tanques. Nós os abateremos com atiradores de elite. Vamos dizimar suas tendas, seus campos de refugiados, suas cidades e vilas, suas casas, suas escolas, seus hospitais e suas estações de purificação de água. Faremos chover morte do céu. (mais…)

Ler Mais

A financeirização da velhice assola o Brasil

Com aumento dos custos do cuidado, percentual endividado da população idosa dispara. Pesquisador avalia: planos de saúde se vendem como garantia do bem-estar – mas são armadilha para criar dívida eterna com setor financeiro

por Guilherme Arruda, em Outra Saúde

O fenômeno social da transição demográfica avança no Brasil. De 2010 a 2022, o segmento dos maiores de 80 anos foi a faixa que mais cresceu na pirâmide etária brasileira em termos proporcionais, passando de 1,5% a 2,2% da população total. Consequentemente, também cresceu a necessidade de garantir a essas 4,5 milhões de pessoas, segundo o IBGE, os cuidados de saúde adequados à sua idade – que tendem a ser maiores e mais específicos. (mais…)

Ler Mais

Mortes e parceria com o PCC: como facção venezuelana Trem de Aragua ganha espaço no Brasil

Facção violenta apostou no tráfico para expandir território; pesquisadores apontam elo do grupo da Venezuela com o PCC

Por Rafael Custódio | Edição: Bruno Fonseca, Ed Wanderley, em Agência Pública

Um grupo de narcotraficantes da Venezuela conhecido por dominar cidades a partir de presídios, por esquartejar corpos de inimigos ou de quem viola as regras estabelecidas pela organização e que, segundo pesquisadores, estabeleceu parceria com o Primeiro Comando da Capital (PCC) deixou de se restringir às operações na fronteira de Roraima e já se encontra em pelo menos quatro estados do Brasil. Documentos obtidos pela Agência Pública mostram que a polícia atribui a suspeitos de integrar a facção Trem de Aragua [El tren de Aragua] crimes cometidos em Roraima e segue pistas de suas passagens também nos estados de Santa Catarina, Paraná e Amazonas. (mais…)

Ler Mais

Caso Marielle: motivação para crime foi a regularização de lotes clandestinos no Rio, diz PGR

A vereadora era “o mais ativo símbolo da resistência aos interesses econômicos dos irmãos” Brazão, aponta a Procuradoria

Redação Brasil de Fato

A motivação para a execução da vereadora Marielle Franco (Psol) teria sido os embates da parlamentar contra loteamentos clandestinos na Zona Oeste do Rio de Janeiro, de acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), em denúncia apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF). (mais…)

Ler Mais

Quem depende de quem? A falta de salários e a desigualdade salarial das mulheres

Artigo da Coluna Aromas de Março deste mês discute como a sociedade capitalista depende do trabalho gratuito e de baixa remuneração das mulheres para existir

Por Mahara Jneesh
Da Página do MST

A afirmação de que as mulheres são dependentes é uma generalização que não reflete a diversidade de experiências de trabalho e situações das mulheres ao redor do mundo. É verdade que as mulheres, de maneira geral, enfrentam desafios adicionais no acesso a oportunidades econômicas iguais, como disparidades salariais e barreiras de acesso a certos setores profissionais, além da sobrecarga de trabalho doméstico e cuidados. (mais…)

Ler Mais