Oficina sobre Acesso à internet e Mídias Sociais – influência na comunidade indígena é realizada na comunidade Jabuti/Roraima

Por Mayra Wapichana/ Ascom – CIR

Depois da 5ª Assembleia Estadual da Juventude Indígena de Roraima, realizada no mês de maio, no Centro Regional Lago Caracaranã, Terra Indígena Raposa Serra do Sol, evento que despertou ainda mais o interesse dos jovens indígenas pela temática virtual, no dia 14 de julho, os jovens indígenas da comunidade indígena Jabuti, Terra Indígena Jabuti, região da Serra da Lua, município de Bonfim/RR, receberam a Oficina “Acesso à internet e Mídias Sociais: influência na comunidade indígena”. (mais…)

Ler Mais

SE – Vigilância Sanitária investiga suposta intoxicação por agrotóxicos

A Vigilância Sanitária Estadual iniciou nessa segunda-feira, 13, as investigações de um caso de intoxicação em alunos e professores de uma escola municipal de Tomar do Geru, que supostamente foi causada por agrotóxicos.

por Verlane Estácio, no Infonet

No último dia 8, 10 pessoas, entre professores e alunos, foram encaminhados ao posto de saúde do município com enjoos, ânsia de vômito e tontura. A principal hipótese é de que eles tinha sido vítimas de intoxicação por agrotóxicos, já que a unidade escolar é localizada em uma área com plantação de laranja. (mais…)

Ler Mais

Vídeo: “A AGU virou escritório de advocacia da bancada ruralista”

No Dia Internacional dos Povos Indígenas, organizações indígenas e indigenistas reafirmaram sua posição pela revogação imediata do Parecer 001/2017 da AGU. Confira o registro do ato e da semana de luta

No Cimi

No Dia Internacional dos Povos Indígenas, 9 de agosto, a APIB – Articulação dos Povos Indígenas do Brasil e as organizações que compõem a Mobilização Nacional Indígena realizaram um ato em defesa dos direitos indígenas, durante o qual foi lançada uma nota coletiva pedindo a revogação imediata do Parecer 001/2017 da AGU. (mais…)

Ler Mais

No Pará, famílias expulsas pela Vale agora brigam contra a Hydro

Para apostar na agricultura tradicional, comunidade do Tauá enfrentou a vigilância de drones, destruição das casas e poluição tóxica

Por Jessica Mota, da Agência Pública

O visitante desavisado que pega a PA-483 em Barcarena, ilha próxima a Belém do Pará, nem imagina o que se esconde por trás da floresta que margeia a estrada. A rodovia de duas mãos e duas pistas, sem acostamento, é rota de caminhões que vão e voltam dos portos de escoamento de multinacionais que exportam grãos, bois e alumina – substância-base do alumínio –, produções de muito peso na balança comercial brasileira. (mais…)

Ler Mais

Defensoria Pública da União recebe demandas da CDHM para ajudar famílias que vivem em ocupações na Paraíba

No dia 12 de julho deste ano cerca de 250 famílias foram despejadas do condomínio Vista Verde, em João Pessoa, local que ocupavam desde 2017. A construção, propriedade do governo federal, foi realizada com recursos da Caixa Econômica Federal, que pediu a reintegração de posse. As famílias ocuparam antes da conclusão das obras e a ação ficou conhecida como Ocupação Mulheres Guerreiras. A operação de retirada das famílias foi comandada pela Polícia Federal com apoio da Polícia Militar. Vídeos e testemunhas apontam possível uso de violência e violação de direitos humanos. Parte das famílias está agora alojada em um ginásio e o restante se dispersou. Faltam alimentação, condições adequadas de higiene e escola para as crianças

por Pedro Calvi / CDHM

Esse foi um dos casos discutidos em um encontro entre a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) com a Defensoria Pública da União na Paraíba, na última terça-feira (14). (mais…)

Ler Mais

Famílias que vivem em ocupações denunciam ameaças de despejo em João Pessoa

De acordo com o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras por Direitos (MDT) da Paraíba, a capital João Pessoa tem cerca de 5 mil famílias vivendo em ocupações. Já uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), aponta que o déficit habitacional na Paraíba era, até 2013, de 111.895 residências. segundo. Foi a última pesquisa nacional sobre o tema. Ainda de acordo com essa mostra, em João Pessoa esse número seria de 20,9 mil domicílios. Mas essas famílias que moram nas ocupações enfrentam ameaças de despejo. Para conhecer a realidade dessa população, a Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) esteve em cinco ocupações no início desta semana, em João Pessoa

por Pedro Calvi / CDHM

Uma das maiores preocupações do MTD é a falta de oportunidade dos integrantes para participarem dos encontros que antecedem a elaboração do Plano Diretor de João Pessoa, que deve ser concluído até o final do ano. (mais…)

Ler Mais

MPF reafirma incoerência de parecer da AGU sobre marco temporal e demarcação de terras indígenas

O assunto foi discutido durante evento em homenagem ao Dia Internacional dos Povos Indígenas, celebrado em 9 de agosto

MPF

O coordenador da Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF), Antônio Carlos Bigonha, reafirmou que o Parecer 001/2017 da Advocacia Geral da União – que estabelece a tese do marco temporal como paradigma para a demarcação de terras indígenas – não é coerente com as normas de proteção aos direitos indígenas previstas na legislação e na Constituição Federal. O posicionamento foi reiterado durante o “Ato em Defesa dos Direitos Indígenas do Brasil”, realizado na última quinta-feira (9), no Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília. O evento foi promovido pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e pelo coletivo Mobilização Nacional Indígena (MNI). (mais…)

Ler Mais