The Intercept Brasil: Como derrubamos duas páginas de ódio sem dar audiência para elas

Por Alexandre de Santi e Tatiana Dias, do TIB

Desde o atentado na escola de Suzano, temos discutido aqui no Intercept qual é a melhor maneira de abordar casos de disseminação de ódio, ameaças, suicídios e terrorismo. A gente já decidiu, por exemplo, que não vai dar os nomes e nem informações detalhadas sobre assassinos e os espaços que costumam incitar e aplaudir violência. O que eles querem é notoriedade – e nós não vamos contribuir para isso.

(mais…)

Ler Mais

O impacto invisível da falta de acesso à água

O peso da busca por água limpa longe da segurança da própria comunidade recai de forma desproporcional sobre as mulheres

Por Ana de Lemos, no El País

Dois bilhões de pessoas consomem água de fontes contaminadas por dejetos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que quase um terço da população do globo depende diariamente de água contaminada para sua sobrevivência, estando exposta a doenças como cólera, hepatite A e E, entre outras enfermidades. Para além de um risco à saúde, isso é um risco à dignidade humana.

(mais…)

Ler Mais

Povos do Rio Negro reafirmam e fortalecem a luta por direitos

Entre os dias 14 e 16 de março, lideranças indígenas do Rio Negro se reuniram na Ilha de Duraka/Camanaus, em São Gabriel da Cachoeira (AM), para aprovar atualização no Estatuto da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn) e reafirmar a luta por direitos

Por Ray Baniwa, comunicador da Foirn

Na Assembleia Geral realizada em novembro de 2018 em Santa Isabel do Rio Negro, foi demandado a realização de uma assembleia extraordinária para a atualização do Estatuto Social da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn). Desde lá, foi formada uma comissão de lideranças indígenas para estudar e propor alterações de alguns artigos de acordo com as exigências do Código Civil de 2002 e o novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil de 2014.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos e autismo: relação demonstrada

Maior pesquisa já feita sobre a exposição a venenos agrícolas, durante a gravidez, conclui que ela aumenta risco de desenvolver transtorno. Dados parecem devastadores

Por Raquel Torres, no Outra Saúde

Durante a gravidez e na primeira infância, a exposição a alguns dos agrotóxicos mais usados no mundo está ligada a um maior risco de as crianças desenvolverem o Transtorno do Espectro Autista. Essa é a conclusão de um dos maiores estudos já realizados sobre esses efeitos, e o artigo foi publicado ontem no British Medical Journal.

(mais…)

Ler Mais

Barragem da Vale evolui para nível de rompimento em Barão de Cocais, MG

Por Rafael D’Oliveira, em BHAZ

“Pode romper agora, amanhã, ou pode não romper”. Essa é a situação da barragem de rejeitos Sul Superior da Vale, em Barão de Cocais, na região Central de Minas Gerais, nas palavras do tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador de Defesa Civil. Após a estrutura passar para o nível três (o que representa risco iminente de rompimento) na noite de sexta-feira (22), as autoridades se preparam para evitar um desastre como o de Brumadinho e Mariana.

(mais…)

Ler Mais

PFDC pede ao Inep explicações sobre comissão que pretende fiscalizar conteúdo das provas do Enem

Instituto tem cinco dias para justificar adoção da medida, que teria como objetivo avaliar se questões teriam “pertinência com a realidade social”

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, deu um prazo de cinco dias para que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) preste informações sobre a comissão instituída pelo órgão para avaliar o conteúdo das questões do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem).

(mais…)

Ler Mais

Famílias de vítimas agradecem esforço do MPF para levar à Justiça responsáveis por crimes cometidos na ditadura

Denúncia oferecida por Força-Tarefa Araguaia, no último dia 18, renova esperança de familiares, disseram em mensagens enviadas à FT Araguaia

MPF PA

Após denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) à Justiça, no último dia 18, tratando do assassinato, tortura e ocultação dos cadáveres de Cilon da Cunha Brum e Antônio Teodoro de Castro durante a ditadura militar, familiares das vítimas enviaram mensagens agradecendo o esforço do MPF em cumprir sua missão constitucional para que crimes contra a humanidade cometidos durante o regime militar brasileiro, como os praticados na repressão à Guerrilha do Araguaia, sejam punidos. 

(mais…)

Ler Mais

PFDC questiona Casa Civil sobre a não nomeação de membros para Comitê e Mecanismo Nacional de Prevenção à Tortura

Órgãos formam Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, instituído em lei para cumprir compromisso internacional assumido pelo Brasil

PFDC/MPF

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, pediu à Casa Civil que informe as razões para a ausência de nomeação de membros que integram o Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (CNPCT) e o Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (MNPCT).

(mais…)

Ler Mais

O Supremo Tribunal Federal desafiado

“Está nas mãos do STF e dos setores responsáveis da política nacional o destino do País, que parece ser governado por insanos. Ou o STF lança mão definitiva de suas atribuições constitucionais, ou perecerá.”

Por Martonio Mont’Alverne Barreto Lima*, no Brasil de Fato

Pela qualidade das acusações contra Michel Temer, sabe-se que ele tem todos os motivos para ser preso. Pelo menos desde os dois pedidos de instauração de processo de perda do cargo de presidente da República, negados pela Câmara dos Deputados, havia indícios sólidos de sua participação criminosa em sistema de recebimento de propinas. Na decisão do Juízo da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, a prisão de Temer decorre do que foi apurado nas operações Pripryat e Irmandade, vinculadas ao caso da construção da Usina Nuclear Angra 3.

(mais…)

Ler Mais

Tenente-coronel assassinado em 1964 no RS é reconhecido pela Justiça como vítima da ditadura

Decisão atende pedido do MPF, que acredita que Alfeu Alcântara, morto três dias depois da instauração da ditadura militar, foi a primeira pessoa assassinada no estado pelo regime

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

O Ministério Público Federal em Canoas (RS) obteve sentença judicial favorável em ação civil pública ajuizada em 2014 contra a União, conseguindo que o tenente-coronel Alfeu de Alcântara Monteiro – morto três dias após a instauração da ditadura militar que derrubou o presidente João Goulart em 1964 – fosse reconhecido como uma vítima da ditadura. A ação é consequência de uma denúncia encaminhada ao Ministério Público Federal pela ONG Movimento de Justiça e Direitos Humanos.

(mais…)

Ler Mais