Algodão é responsável por 10% do total de pesticidas usado no Brasil, diz relatório

Com aplicação média de 28 litros por hectare, cultura é a quarta que mais consome agrotóxicos no país e tem amplo impacto no mundo da moda; volume do veneno equivale a cerca de 42% do custo de produção da fibra

Por Mariana Franco Ramos, em De Olho nos Ruralistas

O algodão é responsável por aproximadamente 10% do total de pesticidas utilizado em território nacional. Com aplicação média de 28 litros por hectare, a cultura é a quarta que mais consome agrotóxicos no Brasil. Os dados são do relatório “Fios da Moda: Perspectiva Sistêmica para Circularidade“, lançado pelo Instituto Modefica, em parceria com o Centro de Estudos de Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

(mais…)

Ler Mais

Bayer faz ‘conta de padaria’: lucro com glifosato compensa custo de processos por danos à saúde

Empresa gasta US$ 12 bilhões em indenizações, mas continua fabricando – e vendendo muito – o agrotóxico. “É a prova cabal de que não existe, nem de longe, possibilidade de qualquer tipo de ética no sistema capitalista”, afirma analista

Por Cida de Oliveira, da RBA

A Bayer não fala em lucros com a venda do herbicida glifosato, o mais vendido do mundo. Mas certamente é gigantesco, já que é suficiente para cobrir, com sobra, os acordos bilionários que tem proposto à Justiça nos Estados Unidos para pagar milhares de indenizações a doentes de câncer expostos ao RoundUp, produto a base de glifosato.

(mais…)

Ler Mais

Sem abastecimento, indígenas do Oeste do Paraná são obrigados a beber água de córrego

Riacho cruza terras de fazendeiro e, por isso, comunidade tem medo de intoxicação por agrotóxicos

Isadora Stentzler, Brasil de Fato

Indígenas da aldeia Tajy Poty, de Terra Roxa, no Oeste do Paraná, estão há pelo menos uma semana sem água potável. A comunidade tem bebido água do Córrego Tapera, que desce pelas terras de um fazendeiro que cultiva milho e soja ao lado da aldeia.

(mais…)

Ler Mais

STF adia para esta quinta julgamento de lei que instaurou a farra dos transgênicos

Aguardado há 15 anos pela sociedade civil, o julgamento da ação estava na pauta de ontem, mas deve ter início hoje

Por Redação RBA

São Paulo – O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou para hoje, quinta-feira (4), o julgamento de ação que questiona a constitucionalidade de dispositivos da Lei de Biossegurança (Lei nº 11.105/2005). A Corte não conseguiu dar início à análise, que estava na pauta de ontem (3). O relator é o ministro Nunes Marques, indicado por Bolsonaro, simpatizante dos ruralistas e com decisões a favor da indústria de agrotóxicos.

(mais…)

Ler Mais

México proíbe herbicida Glifosato e outros países do continente limitam seu uso

Decisão do governo mexicano é a maior vitória de uma luta travada em diversos países; Projetos de Lei no Peru e na Colômbia também tentam banir o agrotóxico

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

No último dia de 2020, o governo do México liderado pelo presidente López Obrador publicou um decreto ordenando a proibição do herbicida Glifosato até o final de 2024. Antes dele, Costa Rica, Uruguai e Argentina já haviam aprovado limitações no uso do produto. Outras propostas de banimento total estão emperradas em diversos países latinos, devido principalmente ao forte lobby do setor agropecuário. 

(mais…)

Ler Mais

Quem semeia soja e milho transgênico colhe pobreza

No IHU Online

“Milhões de pessoas foram e estão sendo levadas à pobreza e à emigração pela expansão da soja. Para compensar, o governo usa bilhões de dinheiro público para alimentar os pobres com “Cesta Básica” e “Bolsa Família”, que reduz a pobreza pelo menos em suas estatísticas.” escreve Norbert Suchanek, correspondente e jornalista de ciência e ecologia, em artigo publicado por EcoDebate, 19-01-2021.

“O Brasil está quebrado”, disse o nosso presidente Jair Bolsonaro no início de janeiro de 2021. E ele está certo. Mas a Covid-19 não tem culpa. A epidemia do novo coronavírus é apenas a gota que deixa o barril transbordar. A verdadeira causa é caseira. Há mais de trinta anos, os governos do Brasil esvaziam os cofres públicos com uma política de monocultura e geram mais pobreza e desigualdade em nome do “desenvolvimento”.

(mais…)

Ler Mais

Avanço da monocultura no Maranhão ameaça produção do acampamento Marielle Franco

Mais de 150 famílias produzem alimentos na área, pulverizada com agrotóxicos para plantio de eucalipto e soja

Por Mariana Castro, em Brasil de Fato / MST

Em meio a uma imensidão de soja e eucalipto, o acampamento Marielle Franco, próximo ao município de Itinga, no Maranhão, é considerado um ponto de resistência e sustentabilidade. Apesar de ainda não terem garantia da posse da terra, que está em processo de desapropriação, os agricultores acampados ali já avançam na produção de arroz, feijão, fava, abóbora, farinha, milho e diversas frutas e hortaliças.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro bate o próprio recorde: 2020 é o ano com maior aprovação de agrotóxicos da história

Foram 493 produtos aprovados, um número ainda maior do que 2019, antigo recordista; em dois anos de mandato, presidente liberou quase mil agrotóxicos

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

O Governo do presidente Jair Bolsonaro bateu o próprio recorde e tornou 2020 o ano com o maior número de aprovações de agrotóxico na história. 

(mais…)

Ler Mais

Veneno do agronegócio contamina aldeia indígena na região Oeste do Paraná

Área é reivindicada pelos Avá-Guarani da cidade de Itaipulândia; Itaipu Binacional move processos de reintegração

Redação Paraná, Brasil de Fato

Um vídeo feito pelos Avá-Guarani da aldeia Yva Renda mostra fazendeiros pulverizando veneno em plantação de soja em área ocupada por indígenas, no município de Itaipulândia, no Oeste do Paraná. O vídeo foi gravado no domingo (10) e publicado nas redes sociais do Centro de Trabalho Indigenista.

(mais…)

Ler Mais