Assembleia Legislativa da Bahia promove ato político pela aprovação da Lei de Agroecologia e Produção Orgânica

Na Asa Nacional

A implantação do Projeto de Lei 21.916/2016, que cria a Política Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica na Bahia, será pauta de ato político no dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, das 9h às 17h, na Assembleia Legislativa. O projeto, de autoria do deputado estadual e coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia, Marcelino Galo, cria mecanismos legais de planejamento e ordenamento que possibilitem a promoção da soberania alimentar e nutricional.

(mais…)

Ler Mais

Assustador é não ouvir mais os zumbidos das abelhas

Por Sucena Shkrada Resk*, do Blog Cidadãos do Mundo

Ouvir os zumbidos das abelhas para muitos pode ser algo assustador, mas ao contrário do que você possa pensar, mais assustador é justamente não ouvir esses zumbidos. A resposta é simples: esses agentes da natureza responsáveis pela maior parte da polinização no planeta estão sendo literalmente exterminados. Por consequência, foi colocada em risco a conservação da biodiversidade e da nossa segurança alimentar. Este é o presente para o futuro que queremos? Vale a pena a reflexão, não é? Este é o tema desse sexto podcast do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk (ouça aqui), também no formato para leitura.

(mais…)

Ler Mais

Em defesa da vida a apicultura denuncia o uso de agrotóxicos no Rio Grande do Sul

por Rodrigo de Medeiros Silva- advogado, membro da RENAP e do Fórum Justiça 

A Articulação pela Preservação da Integridade dos Seres e da Biodiversidade-APISBio participou, neste 22 de maio, de dois importantes passos para a garantia da produção de mel do Rio Grande do Sul e do meio ambiente sustentável.  Nesta manhã, ocorreram o lançamento da Frente Parlamentar da Apicultura e Meliponicultura da Assembleia Legislativa e o protocolo de representação ao Ministério Público Federal (MPF) sobre a mortandade de abelhas no Município de Mata/RS. Espera-se que o poder público, por meio de suas instituições, possa agir, cumprindo suas funções para com a sociedade. 

(mais…)

Ler Mais

Governo Bolsonaro libera uso de mais 31 agrotóxicos

Já são 169 apenas neste ano; três dos produtos registrados nesta terça-feira (21) são compostos pelo glifosato, substância considerada cancerígena

Do Brasil de Fato / MST

Foi formalizado nesta terça-feira (21) o registro de mais 31 agrotóxicos pelo Ministério da Agricultura (Mapa), somando 169 produtos liberados apenas neste ano, de acordo com matéria publicada no portal G1.

(mais…)

Ler Mais

Financiadores da bancada ruralista pilotam também campanha pró-agrotóxicos

Associações de produtores de grãos, fabricantes de sementes e produtos químicos têm multinacionais entre associados e comandam marketing em defesa dos pesticidas; entre elas, Aprosoja e Abrass, influentes na Frente Parlamentar da Agropecuária

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

Algumas entre as associações do agronegócio que financiam a Frente Parlamentar da Agropecuária são as mesmas que comandam a campanha pela aprovação do projeto de lei 6.299/02, conhecido como PL do Veneno. As siglas em torno do site Agrosaber coincidem: Abrapa (algodão), Aprosoja (soja), Abrass (sementes). São organizações que giram em torno da produção de soja, de algodão, da defesa do modelo privatizado de sementes, de um modo de produção que prioriza as monoculturas – e os agrotóxicos.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos chegam às bacias de abastecimento público. Entrevista especial com Denise Barbosa da Veiga

Por: Patricia Fachin, em IHU On-Line

A combinação entre o uso intensivo de agrotóxicos em culturas agrícolas e a escassa cobertura vegetal de matas ciliares próximo a bacias de abastecimento público tem favorecido o escoamento de agrotóxicos para mananciais e pode contaminar a água, diz a geógrafa Denise Barbosa da Veiga, autora da pesquisa “O impacto do uso do solo na contaminação por agrotóxicos das águas superficiais de abastecimento público”.

(mais…)

Ler Mais

Água do Paraná está contaminada com agrotóxico

Foram identificadas substâncias tóxicas em 326 cidades, incluindo Curitiba

Por Gabriel Pansardi Ruiz e Giovana Fogaça, em Brasil de Fato / MST

O paranaense consome uma das águas mais contaminadas do país. Em 326 das 399 das cidades do Paraná foram identificadas 27 variedades das substâncias tóxicas, incluindo Curitiba. O mesmo número encontrado em Londrina entre 2014 e 2017. Mas o veneno não está só na água. Entre 2012 e 2017, foram consumidas quase 5.500 toneladas dos mais diversos agrotóxicos na cidade.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos despejados perto de aldeia levam crianças e jovens Guarani Kaiowá ao hospital

Quatro crianças e dois adolescentes precisaram de atendimento médico depois de serem intoxicados por agrotóxicos e calcário utilizados em fazendas próximas à aldeia Guyraroka

por Renato Santana, em Cimi

Quatro crianças e dois adolescentes Guarani Kaiowá precisaram de atendimento médico, na semana passada, após intoxicação provocada pelo contato com calcário e agrotóxicos utilizados em área da Fazenda Remanso localizada a 50 metros da escola indígena de uma retomada que compõe a Terra Indígena Guyraroka, em Caarapó, no Mato Grosso do Sul. As crianças têm entre um e dois anos; os adolescentes, 17 e 18 anos.

(mais…)

Ler Mais

Um governo tóxico

Enquanto o poder de multinacionais como a Bayer-Monsanto é severamente reduzido — inclusive por ações judiciais em países como os EUA –, Bolsonaro libera 152 químicos altamente nocivos. Como enfrentar esse “envenenamento em massa”?

por Juliette Robichez, em Outras Palavras

Enquanto a juventude dos quatro cantos do mundo se rebela contra a irresponsabilidade, a incompetência e/ou a covardia dos chefes de governo e de Estado no tocante à proteção do planeta1, as autoridades brasileiras espantam a opinião pública nacional2 e internacional3 ao incentivar o uso de pesticidas e herbicidas nas suas lavouras. Se o cinismo, a ganância e a falta de responsabilidade social do governo Bolsonaro parecem não ter limite, veremos que existe uma ofensiva internacional contra as empresas que inundam o mundo com seus pesticidas e herbicidas que provocam doenças graves para os consumidores, poluem os solos e as reservas de água, hipotecando o futuro das novas gerações.

(mais…)

Ler Mais