Município no RS cria lei para proteger agricultura ecológica da pulverização de venenos

Aplicação feita por aviões terá regramentos para evitar contaminação de produção agroecológica de assentados do MST

César Fraga, Extraclasse, no Brasil de Fato

Na noite da última terça-feira, dia 20, foi aprovado por seis votos a quatro o Projeto de Lei 037/2021  contra o uso indevido de pulverização aérea  em zonas de agricultura ecológica em Nova Santa Rita, na região Metropolitana de Porto Alegre.

(mais…)

Ler Mais

Projeto de lei para regular o uso aéreo de agrotóxicos será votado, em Nova Santa Rita/RS

Camponeses buscam proteção aos territórios produtivos sensíveis e agroecológicos para conter o impacto dos agrotóxicos

Por Maiara Rauber, da Página do MST

Nesta terça-feira, dia 20 de julho, o Projeto de Lei contra o uso indevido de pulverização aérea no município de Nova Santa Rita, na região Metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, vai a votação. A proposta foi montada pelo poder executivo do município depois de pequenos agricultores terem sofrido, em novembro de 2020, perdas drásticas de suas produções após uma deriva (pulverização ilegal e descontrolada) de agrotóxicos.  

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro autoriza agrotóxicos banidos há 20 anos na União Europeia

Estudo mostra que a maioria dos produtos liberados tem ingredientes ativos proibidos nos países europeus, devido à toxicidade. E que muitos deles foram aprovados no Brasil anos após o banimento por lá

Por Cida de Oliveira, da RBA

A política de Jair Bolsonaro em relação aos agrotóxicos causa indignação não só pelo número recorde de produtos autorizados desde que assumiu, em janeiro de 2019. De lá para cá foram liberados 1.257 no total, dos quais apenas 160 de ação biológica. É como se um produto químico diferente chegasse ao mercado a cada dia.

(mais…)

Ler Mais

RS: MP e PGE ajuízam ação contra fabricante de agrotóxicos

Órgãos pedem a condenação da Adama Brasil SA, que fabrica o pesticida 2.4-D, por danos e riscos provocados a terceiros

César Fraga, do Extra Classe, no Brasil de Fato

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) ajuizaram ação civil pública de responsabilidade contra a 2.4-D Adama Brasil S/A, subsidiária da multinacional israelense, pelos danos provocados pela utilização do herbicida 2.4-D, fabricado pela empresa. Segundo o MP, a Adama foi a única empresa produtora do agrotóxico que não aderiu ao acordo com o MPRS em relação ao tema.

(mais…)

Ler Mais

Ação de rua denuncia nova tentativa de liberação de agrotóxicos no Rio Grande do Sul

Frente Cidadã Contra os Agrotóxicos critica tentativa do estado em aprovar com urgência lei permissiva a pesticidas

Redação Brasil de Fato

Uma intervenção organizada pela Frente Cidadã Contra os Agrotóxicos denunciou, na manhã desta terça-feira (15), mais uma tentativa do governo Eduardo Leite (PSDB) de aprovar em regime de urgência o Projeto de Lei 260/2020, liberalizante ao uso de pesticidas venenosos no estado. Os atos foram realizados em frente ao Palácio Piratini, Assembleia Legislativa e Viaduto da Borges de Medeiros, em Porto Alegre.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxicos estão presentes em itens do ‘lanche das crianças’, mas Anvisa não fiscaliza

Pesquisa detectou pesticidas em 60% dos alimentos ultraprocessados, incluindo bisnaguinha, bolachas e bebidas lácteas; glifosato foi encontrado em mais da metade dos produtos

Por Hélen Freitas, Agência Pública/Repórter Brasil

Que há doses de agrotóxicos acima do permitido em boa parte da laranja, da cenoura e de outras frutas e verduras que chegam à nossa mesa já é público. Mas uma pesquisa inédita revelou que também há pesticidas em alimentos que pouca gente imagina, como cereais matinais, bolachas, bebidas lácteas e pães. 

(mais…)

Ler Mais

Acordo com União Europeia aumenta uso de agrotóxicos, diz pesquisadora que deixou o Brasil

Estudo inédito apresentado pela pesquisadora Larissa Bombardi ao Parlamento Europeu alerta que também deve aumentar o desmatamento da Amazônia se acordo com Mercosul sair

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

Populações do Mercosul têm sido tratadas como cidadãos de segunda classe, vítimas de violência química por serem envenenadas com agrotóxicos proibidos na Europa — e esse cenário pode se agravar se for fechado um acordo comercial que reduz em 90% as tarifas sobre pesticidas. Essas são algumas das conclusões do novo estudo da pesquisadora da USP Larissa Bombardi. Conclusões tão graves que as ameaças sobre ela, que já fazia denúncias sobre o uso de agrotóxicos, se intensificaram, e ela deixou o país. “Eu não tinha segurança para lançar esse trabalho vivendo no Brasil, porque sei que ele mexe diretamente com a espinha dorsal da estrutura dessa sociedade e do governo”, disse.

(mais…)

Ler Mais

Cartilha aponta presença de agrotóxicos em produtos ultraprocessados

No Informe Ensp

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) lançou uma pesquisa inédita que revela a presença de agrotóxicos em produtos ultraprocessados. O estudo, transformado em uma cartilha intitulada “Tem veneno nesse pacote”, aponta que mais da metade dos produtos analisados apresentaram resíduos de glifosato ou glufosinato. O estudo expõe informações cruciais para a luta por melhores políticas públicas e reforça ainda mais alguns motivos para que os consumidores sigam as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira e tenham uma alimentação baseada em alimentos in natura e minimamente processados, priorizando os alimentos orgânicos e de base agroecológica.

(mais…)

Ler Mais

Justiça reafirma condenação da Syngenta por assassinato de trabalhador sem terra

Desembargadores mantêm obrigação de empresa indenizar as vítimas sobreviventes e familiares de Valmir Mota de Oliveira

Redação Brasil de Fato

O Tribunal de Justiça do Paraná reafirmou, em julgamento de embargos de declaração, a responsabilidade da transnacional Syngenta Seeds pelo assassinato do agricultor Sem Terra Valmir Mota de Oliveira, conhecido como Keno, e pela tentativa de assassinato da agricultora Isabel Nascimento de Souza. O julgamento aconteceu no último dia 28.

(mais…)

Ler Mais

Organizações reforçam campanha contra importação de trigo transgênico da Argentina

CTNBio abriu em 2020 uma consulta que pode resultar na liberação do uso do ingrediente em pães, massas e biscoitos

Redação Brasil de Fato

O governo brasileiro estuda há oito meses uma mudança na legislação para permitir a importação de trigo transgênico da Argentina. Às vésperas da votação sobre o tema na Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), organizações em defesa do consumidor e contra o avanço do agronegócio no país divulgam uma petição para reunir assinaturas de físicas e jurídicas contra essa liberação.

(mais…)

Ler Mais