Presidência da CDHM pede audiência com ALERJ para discutir projeto que reintegra policiais militares expulsos por desvio de conduta

Pedro Calvi / CDHM​

O Projeto de Lei 1.326/19, que tramita na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, prevê a reintegração de cerca de 2000 militares expulsos da corporação por desvio de conduta, no período compreendido entre 2007 e 2018. Vinte por cento dos quais responderiam por ligação com milícias, segundo o Grupo de Atuação Especializada em Segurança Pública (GAESP) do Ministério Público.

(mais…)

Ler Mais

Mortos pela polícia brasileira, quatro indígenas da Bolívia foram encontrados com sinais de tortura

Chacina ocorreu em agosto, enquanto os jovens caçavam; eles estavam com braços e pernas quebrados e um deles teve a orelha cortada; organizações pró-direitos humanos vão protocolar denúncia contra grupo de fronteira da PM do Mato Grosso

Por Sarah Fernandes, no De Olho nos Ruralistas

Indígenas Chiquitano da terra de San José de la Frontera, entre a Bolívia e o Brasil, denunciam que PMs do Mato Grosso assassinaram quatro jovens da comunidade enquanto caçavam em território brasileiro. Os corpos foram encontrados com braços e pernas quebrados, orelha cortada e machucados profundos. Membros do Fórum de Direitos Humanos e da Terra estiveram na quinta-feira (03) no local e vão protocolar denúncias junto a órgãos estaduais, federais e em organizações internacionais para cobrar apuração do caso e punição dos envolvidos.

(mais…)

Ler Mais

65 denúncias de execução sumária são enviadas à ONU

Os relatos, encaminhados ontem (31/8) para Agnes Callamard, Relatora Especial para execuções extrajudiciais, sumárias ou arbitrárias, abrangem o período de junho de 1999 até junho de 2020. Os casos foram descritos pelas famílias, que deram consentimento para que os casos fossem levados à ONU

por Pedro Calvi / CDHM

Nenhum dos casos teve sentença transitada em julgado e a maioria não foi a julgamento. O perfil geral das vítimas é de homens jovens e pobres. Quase todos comprovada ou provavelmente executados pela polícia. Dos 65 casos relatados, 11 são de adolescentes.

(mais…)

Ler Mais

Cacica Alessandra Munduruku relata clima de terror em Nova Olinda do Norte

Por: Izabel Santos, no Amazônia Real

Manaus (AM) – Uma operação da Polícia Militar do Amazonas, em Nova Olinda do Norte, é investigada por excessos, abusos de autoridade e violações de direitos dos indígenas Munduruku, da Terra Indígena Kwatá Laranjal, e Maraguá, da aldeia Terra Preta, além de ribeirinhos do Projeto de Assentamento Agroextrativista Abacaxis 2. Dois indígenas Munduruku morreram.

(mais…)

Ler Mais

Entidades denunciam, em manifesto, ação violenta da PM na região do Rio Abacaxis (AM)

A área abrange a região do Rio Abacaxis e a Terra Indígena Coata-Larajal, nos municípios de Nova Olinda do Norte e Borba. Foram confirmadas, após a ação policial, a morte de um indígena Munduruku e três riberinhos, além da morte de dois policiais militares. Manifesto foi entregue a autoridades após coletiva de imprensa

Por CPT

Na manhã desta segunda-feira (17), a Arquidiocese de Manaus realizou Coletiva de Imprensa para tratar das mortes ocorridas na região do Rio Abacaxis, no início do mês. Foram registradas, até o momento, seis mortes em decorrência de conflitos das comunidades locais com a Polícia Militar. A região abrange os municípios de Nova Olinda do Norte e Borba, no Estado do Amazonas.

(mais…)

Ler Mais

Editora UFPB libera livro sobre líder camponesa paraibana Margarida Alves para download gratuito

UFPB

A Editora da Universidade Federal Paraíba (UFPB) liberou livro sobre a líder camponesa paraibana Margarida Maria Alves (1933-1983) para  download gratuito.

O nome e história de luta sindicalista e defensora dos direitos humanos brasileira, natural de Alagoa Grande, no Brejo paraibano, inspiram a Marcha das Margaridas, manifestação realizada desde 2000 por mulheres trabalhadoras rurais do Brasil.

(mais…)

Ler Mais

Parlamentares reportam para a ONU caso de Luís Claudio Rodrigues; polícia diz que foi suicídio em delegacia, mas família e laudo técnico contestam

Nesta sexta-feira (14), o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, Helder Salomão (PT/ES), e os vices do colegiado Padre João (PT/MG), Túlio Gadelha (PDT/PE) e Camilo Capiberibe (PSB/AP), juntamente com Erika Kokay (PT/DF), presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos Humanos, enviaram para Agnes Callamard, Relatora Especial para execuções extrajudiciais, sumárias ou arbitrárias, pedido de providencias sobre o caso de Luis Cláudio Rodrigues.

Pedro Calvi / CDHM

O motorista Luis Cláudio Rodrigues, de 48 anos, foi encontrado morto dentro da delegacia de Sobradinho (DF), em julho de 2017, supostamente um suicídio. Relatos de familiares indicam que o corpo de Luiz Cláudio tinha marcas de violência acima da cintura. Na versão dos agentes da polícia civil, o motorista teria se enforcado com a camisa que estava usando no momento da prisão. O advogado de Luiz Cláudio relatou que foi impedido de acompanhar a perícia dentro da delegacia.

(mais…)

Ler Mais

Em menos de 6 horas, delegado conclui que PM que matou jovem negro desarmado agiu em legítima defesa

Policiais alegam que atiraram em Rogério Ferreira da Silva Júnior porque tiveram a impressão de que ele iria “sacar arma”; vítima fez 19 anos no dia de sua morte

por Arthur Stabile, em Ponte

A Polícia Civil de São Paulo considera que os policiais militares agiram em legítima defesa ao atirar e matar Rogério Ferreira da Silva Júnior, no domingo (9/8), no Parque Bristol, na zona sul da cidade de São Paulo. O jovem negro estava desarmado e levou um tiro.

(mais…)

Ler Mais