Não é piada: “Governo destina R$ 62 milhões para o turismo em Brumadinho”

Na Agência Brasil

Mais de sete mil empresários de Brumadinho (MG) receberão parte dos R$ 62 milhões anunciados hoje (16) pelo governo para tentar reativar a atividade econômica local.

No dia 25 de janeiro, o rompimento da barragem da mineradora Vale, na Mina do Feijão, causou a morte de 166 pessoas e o desaparecimento de 144.

(mais…)

Ler Mais

Em socorro da santa. Por Antonio Claret Fernandes

O nome é Universidade Aberta do Brasil, no Bairro Cidade Nova, Barão de Cocais. É sábado, nove de fevereiro. A Militante do MAB, que está na cidade, desde a véspera, acompanhando as famílias evacuadas às pressas da Comunidade Socorro, ameaçadas por Gongo Soco, vai cedinho para a UAB.

Gongo Soco, hoje da Vale, era mina de ingleses, no Séc. XIX. Entre 1.824-1856, teriam sido explorados 12.887 kg de ouro com trabalho escravo. O nome pode estar relacionado, segundo alguns historiadores, ao gongo (espécie de sino) que tocava, por ocasião de ‘roubo’ na mina, mas ninguém ouvia.

(mais…)

Ler Mais

Aos 80 anos, amigo de Chico Mendes refunda “jornal das selvas” para denunciar governo Bolsonaro

Elson Martins resistiu à ditadura de 1964 e fundou “O Varadouro”, jornal alternativo que cobria o movimento seringueiro no Acre; para ele, que considera o atual governo ainda mais ameaçador, o agronegócio “vem com tudo, para destruir”

De Olho nos Ruralistas

O jornalista acreano Elson Martins acabava de participar de uma importante reunião de trabalho na segunda-feira (11) quando, no fim da noite, começou a receber mensagens de diferentes colegas indignados com a notícia que se tornou uma das mais divulgadas no país: o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, acabara de chamar Chico Mendes, o sindicalista internacionalmente reconhecido como ambientalista, de “irrelevante” para o atual momento. Amigo do seringueiro durante as décadas de 70 e 80, ele viu ainda mais sentido em seu trabalho. Ele foi o fundador do Jornal Varadouro, o “jornal das selvas”, uma das mais importantes experiências da imprensa alternativa do país. Exatamente naquele dia ele começava a ser revivido.

(mais…)

Ler Mais

Homofobia: para vice-PGR conduta cabe no conceito de crime de racismo

Para Luciano Mariz Maia, classificar as pessoas como as que merecem ou não viver é o que há de mais dramático no racismo

Procuradoria-Geral da República

“Quantas mortes serão necessárias para sabermos que já morreu gente demais? Quatrocentos e vinte mortes são poucas porque há 60 mil mortes no Brasil por ano?”, questionou o vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, durante sessão do Supremo Tribunal Federal (STF). A Corte iniciou, nesta quarta-feira (13), a discussão sobre a suposta omissão legislativa para a criminalização da homofobia. O tema entrou em debate no julgamento conjunto da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) 26 e do Mandado de Injunção (MI) 4.733. Após as sustentações orais, o julgamento foi suspenso e será retomado na sessão desta quinta-feira (14).

(mais…)

Ler Mais

Versão do ministro Ricardo Salles coincide com a dos assassinos de Chico Mendes

Mais do que uma gafe, fala do titular do Meio Ambiente no Roda-Viva está alinhada com discurso de fazendeiros da UDR, nos anos 80, e inimigos do modelo extrativista; em Xapuri, amigos do sindicalista contam ter ouvido muita coisa parecida

Por Julia Dolce, em De Olho nos Ruralistas

“As pessoas do agronegócio da região dizem que ele usava os seringueiros para se beneficiar, fazia uma manipulação da opinião”, disparou na segunda-feira o ministro do Ambiente, Ricardo Salles, logo após dizer que não conhecia Chico Mendes, reconhecido oficialmente como um dos Heróis da Pátria. A intervenção do político no Roda-Viva, na segunda-feira, tornou-se conhecida principalmente pela pergunta marcante feita sobre o sindicalista acreano: “É irrelevante, que diferença faz quem é Chico Mendes neste momento?”

(mais…)

Ler Mais

Celebração faz memória aos 14 anos do assassinato de Dorothy

Bispo do Xingu pediu que a comunidade local não tenha medo e se inspire na vida da agente pastoral

Por Mário Manzi, em CPT Nacional

As ruas de Anapu falam. A mata fala. Os povos da floresta falam. Os ventos assoviam o nome de Dorothy. Esses ventos alvissareiros carregam o nome da missionária que, de tempos em tempos cai nos ouvidos dos passantes e daqueles que nessa terra fazem morada. Do-ro-thy, ou Doti. As irmãs de Notre Dame de Namur, parceiras de Stang, mantém os trabalhos pastorais na região. Muitas vezes são elas chamadas de Dorothy. Ou Doti. O nome não cabe mais na figura de cabelos brancos que chegou à região ainda na década de 1970, contemporânea à construção da rodovia Transamazônica. Dorothy transborda, tornou-se símbolo da luta fundiária e da luta pelas matas. Ela está presente na voz das camponesas e dos camponeses, das autoridades e dos inimigos do povo, aqueles que a mataram, e que seguem temendo o nome da missionária.

(mais…)

Ler Mais

Vale sabia que barragem de Brumadinho estava em “zona de atenção” e havia projetado mortes e custos de colapso

Documentos indicam que estrutura que se rompeu estava entre dez sob atenção da mineradora desde outubro. Empresa, que chegou a projetar mortes e custos de colapso, afirma que classificação não significa risco iminente.

Na Deutsche Welle

A barragem da Vale que se rompeu em Brumadinho e outras nove estruturas haviam sido classificadas pela mineradora como em “zona de atenção”, segundo documentos internos da empresa do ano passado, aos quais o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) teve acesso.

(mais…)

Ler Mais

Celebrações relembram os 14 anos do assassinato de Dorothy Stang

Em Anapu, município onde Dorothy foi morta, sete pessoas serão crismadas

Por Mário Manzi, Assessoria de Comunicação – CPT Nacional

Assassinada há 14 anos, a agente pastoral Dorothy Stang tem sua morte lembrada nesta terça-feira (12). Como veio a tornar-se tradição, no dia da morte de Dorothy é realizada também a cerimônia de crisma na comunidade de Anapu, Estado do Pará, município onde a missionária foi morta e que está localizado às margens da Rodovia Transamazônica. Ao todo, sete pessoas serão crismadas em meio à programação em memória ao dia 12 de fevereiro de 2005. As atividades serão realizadas no Centro São Rafael, local onde o corpo de Dorothy está sepultado.

(mais…)

Ler Mais

Simpósio em SP marca 20 anos do Ministério Público Federal na promoção da justiça de transição: 22/02

Atividade é aberta ao público e acontece no próximo dia 22 de fevereiro. Programação inclui lançamento do site “Justiça de Transição” e diálogo sobre memória e reparação

O papel do Ministério Público Federal (MPF) na promoção da Justiça de Transição nos últimos 20 anos será tema de simpósio, que acontece no próximo dia 22 de fevereiro, a partir das 10h, na sede da Procuradoria da República em São Paulo (SP).

(mais…)

Ler Mais

STF pode criminalizar homofobia nesta semana

Análises de ações devem ocorrer na próxima quarta-feira, 13. Atualmente, a homofobia não está tipificada no Código Penal brasileiro

Em Opinião e Notícia

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar na próxima quarta-feira, 13, duas propostas que podem criminalizar a homofobia, como é chamado o preconceito contra gays. Atualmente, o preconceito por conta de orientação sexual não é tipificado na lei.

(mais…)

Ler Mais