Famílias e amigos do MST realizam ato ecumênico em memória ao companheiro Keno no Paraná

Valmir Mota, o Keno, foi assassinado por uma milícia contratada pela empresa transnacional Suíça, a Syngenta no dia 21 de outubro de 2007

Por Geani Paula de Souza, da Página do MST

No último sábado (19/10) cerca de 100 pessoas entre acampados, assentados e amigos do MST realizaram um ato ecumênico em memória ao militante da Via Campesina, o Keno, assassinado a mando da transnacional Syngenta, há 12 anos.

(mais…)

Ler Mais

Vozes que desafiam. Dorothy Stang, profetiza e mártir da Amazônia

Por: Cleusa Maria Andreatta, Susana Rocca, Wagner Fernandes de Azevedo, em IHU On-Line

Uma década antes de a encíclica Laudato Si’ ser publicada, nas terras de Anapu, na Amazônia brasileira, era “plantada em solo brasileiro” a semente de um modo de pensar, de se relacionar com o mundo, com a construção de novos valores, partindo da perspectiva de que “Deus está em todas coisas” e caminha com os desfavorecidos. Em 12 de fevereiro de 2005, a missionária estadunidense Dorothy Stang foi vítima daquilo que enfrentava: a exploração da terra e dos pobres em favor do lucro e da ganância de poucos. O seu legado ainda brota e se constitui como inspiração para o ponto de inflexão que se encontra a Igreja e todo o mundo.

(mais…)

Ler Mais

Costa Rica: campeona mundial del capitalismo verde

Pronunciamiento del Colectivo de Geografía Crítica “24 de Abril” por motivo del premio “Campeones de la Tierra”, recientemente otorgado a Costa Rica por parte de la ONU

Hablar de ambiente en Costa Rica es una polémica tarea. Por un lado, se ha convertido en un signo de orgullo internacional, un amplificador del nacionalismo y una noticia agradable que nos conforta en medio de nuestras angustias cotidianas. Por otro, es un triste conteo de fracasos, un interminable recuento de las consecuencias más perversas -por lo general ocultas- del modelo de desarrollo y una alerta de que no estamos haciendo las cosas tan bien como nos dicen. 

(mais…)

Ler Mais

Sem apoio do Exército e com silêncio do Ibama

Operação contra garimpo no vale do Javari foi adiada três vezes, e Ibama é processado por omissão na aplicação da lei que autoriza destruição de equipamentos de infratores

Por Vasconcelo Quadros, Agência Pública

A apreensão de 60 balsas de garimpo ilegal nos rios que serpenteiam o vale do Javari e a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Cujubim, no oeste do estado do Amazonas, na fronteira do Brasil com Peru e Colômbia, entre os dias 10 e 13 de setembro, é mais um capítulo da resistência do governo Jair Bolsonaro à lei que permite a destruição de equipamentos usados em garimpos ilegais.

(mais…)

Ler Mais

Comitiva de lideranças indígenas irá à Europa denunciar violações no Brasil

Realizada pela APIB, viagem com lideranças de todo o país percorrerá 12 países para informar autoridades, empresas e sociedade europeia sobre as violências aos povos indígenas.

APIB 

De 17 de outubro a 20 de novembro, uma comitiva de lideranças indígenas visitará 12 países europeus para denunciar as graves violações que estão ocorrendo aos povos indígenas e ao meio ambiente do Brasil desde a posse do presidente Jair Bolsonaro, em janeiro deste ano.

(mais…)

Ler Mais

Minha felicidade ficou para trás, diz viúva de Evaldo Rosa

Seis meses depois do assassinato de seu marido por soldados do Exército, Luciana Nogueira conta como conseguiu manter limpo o seu nome

Por Natalia Viana, Agência Pública

Seis meses depois, Luciana ainda conversa com Evaldo quase todos os dias. Quando acontece alguma coisa no trabalho. Quando precisa de conselho. Para perguntar a ele “por que você me deixou?”. A falta do marido é tão intensa que está em quase tudo: no jeito dela falar – ainda se refere a marido no presente – nos móveis, nas fotos penduradas na parede. Embora ela tenha se mudado da casa em que morava com o músico, morto pelo Exército brasileiro no dia 7 de abril deste ano, é com sinceridade brutal que ela diz, em entrevista à Agência Pública, que preferia ter ido junto: “Eu fui toda a vida dele, e ele foi toda minha história”.

(mais…)

Ler Mais

“Quebramos todos os preceitos do Estado Democrático de Direito e de uma sociedade civilizada”

Por Gabriel Brito, do Correio da Cidadania

A morte da menina Ágatha Félix, de 8 anos, no Rio de Janeiro é daqueles raros acontecimentos que comove a sociedade de alto a baixo e faz pensar sobre o tipo de lugar que estamos nos tornando. Se a perícia ainda não apontou se o tiro que a matou veio da polícia, não restam dúvidas de que o governo de Wilson Witzel tem o discurso mais belicista já visto e praticado contra a população pobre. É sobre o cenário de miséria, violência, morte e racismo que conversamos com a pastora evangélica, cientista social e deputada estadual Mônica Francisco (PSOL-RJ).

(mais…)

Ler Mais

MP denuncia 6 PMs por assassinato de trabalhadores rurais em Quedas do Iguaçu-PR

Crime ocorreu em 2016, no acampamento do MST Dom Tomás Balduíno, região central do Paraná

Por MST-PR 

Seis policiais militares foram denunciados pelo Ministério Público do Paraná, neste sábado (28), acusados da morte de Vilmar Bordim e Leonir Orback, trabalhadores rurais os integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O crime ocorreu no dia 7 de abril de 2016, em uma das estradas de acesso ao acampamento Dom Tomás Balduíno, em Quedas do Iguaçu, região centro-sul do Paraná. Bordim era casado, pai de três filhos, e morreu aos 44 anos. Orback tinha 25 anos, deixou dois filhos e a esposa grávida de nove meses.

(mais…)

Ler Mais

Mais mortes podem acontecer, dizem invasores a indígenas após assassinato de colaborador da Funai

A situação mais grave, que deixa a gente com medo, inclusive os servidores da Funai, é o medo de ser assassinado”, diz Adelson Korá

Por J.Rosha, Cimi Regional Norte I

“O problema mais grave que nós enfrentamos aqui no Vale do Javari, agora, não são nem as invasões. São as ameaças de morte”, diz Adelson Korá Kanamary, coordenador da Associação Kanamary do Vale do Javari (Akavaja), e também vereador do município de Atalaia do Norte (AM). Após o assassinato de Maxciel Pereira dos Santos, colaborador da Fundação Nacional do Índio (Funai), em Tabatinga, no dia 6 deste mês, alguns servidores do órgão, que atuam nas frentes de proteção localizadas no interior da terra indígena Vale do Javari, estão pedindo para sair.

(mais…)

Ler Mais

Câmara de Controle Externo da Atividade Policial do MPF considera política de segurança do RJ incompatível com Estado Democrático de Direito

Posicionamento divulgado nesta quarta-feira (25) é motivado pela recente morte da menina Ágatha Vitória Sales Felix

No MPF

A Câmara de Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do Ministério Público Federal (7CCR/MPF) divulgou, nesta quarta-feira (25), nota pública que, em razão da morte da menina Ágatha Vitória Sales Felix, manifesta preocupação com a política de segurança pública que vem sendo desenvolvida no Rio de Janeiro.

(mais…)

Ler Mais