Braskem contraria CPI e acelera obra considerada ilegal por moradores de bairro isolado em Maceió

Ações de revitalização são aceleradas nos Flexais, onde 74% da população deseja ter o direito de sair do bairro

Afonso Bezerra e Pedro Stropasolas, Brasil de Fato

Há 20 anos vivendo nos Flexais, a família de Maria e Josefa deseja ser realocada após o crime da Braskem em Maceió. Segundo a estimativa do Ministério Público Federal, das cerca de 2,7 mil famílias, somente 20% desejam permanecer no bairro. (mais…)

Ler Mais

Risco de perder assessoria técnica e reparação lenta: atingidos do rio Doce seguem com direitos violados

Decisão judicial pode terminar com o trabalho das assistências independentes que trabalham no território

Ana Carolina Vasconcelos, Brasil de Fato

Famílias impactadas pelo rompimento da barragem da Vale/BHP/Samarco em Mariana lutam contra o encerramento das atividades de assessoria técnica independente (ATI) às comunidades. (mais…)

Ler Mais

Movimentos sociais mobilizam-se contra desapropriações em São Paulo

Reação a projeto do novo centro administrativo reúne também urbanistas

Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil

Movimentos sociais e urbanistas têm se mobilizado contra o projeto do novo centro administrativo do governo de São Paulo. A proposta prevê a desapropriação e demolição de quatro quarteirões inteiros, além de outras áreas, no entorno da Praça Princesa Isabel, na região central paulistana. Com a liberação dos terrenos, devem ser construídas torres de 30 andares para abrigar cerca de 22 mil funcionários das secretarias e órgãos estaduais, que atualmente trabalham em pontos espalhados pela cidade. (mais…)

Ler Mais

Em nota conjunta, conselhos de direitos e comissão de direitos humanos manifestam preocupação pelas consequências enfrentadas pelos atingidos pelas enchentes no RS

Por Rodrigo de Medeiros Silva*

No dia 29 de maio, ocorreu manifestação de moradores do entorno do Dique do Sarandi e o poder público municipal, por não terem as garantias, de forma documentada, de seu direito à moradia. De início falou-se de 37 casas que precisavam ser demolidas, mas a comunidade indicou que seriam mais de 40 moradias atingidas. Felizmente, ao final, obteve-se entendimento, com a contribuição da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares (RENAP), da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da AL-RS, da Ouvidoria-Geral da DPE-RS e movimentos sociais que estão acompanhando a situação de calamidade que atingiu o estado. (mais…)

Ler Mais

Racismo ambiental no Brasil: a urgente necessidade de justiça e igualdade

Corporações operam com impunidade, causando devastação ambiental e afetando principalmente comunidades vulneráveis

Richard Santos*, Brasil de Fato

Ao acompanhar a mais recente tragédia ambiental brasileira, os alagamentos no Rio Grande do Sul, vêm à cabeça o conceito, pouco discutido nos meios comunicacionais, do “racismo ambiental”. Provoca ainda mais reflexão o desaparecimento das populações quilombolas e indígenas do Sul, também, afetadas pela catástrofe e invisibilizadas pela cobertura midiática tradicional. Cabe uma breve reflexão sobre as repetitivas tragédias ambientais, sua maior potência nos espaços periféricos e de populações tradicionais e, junto a isso, o desaparecimento deste seguimento humano dos meios de comunicação. (mais…)

Ler Mais

Rio Grande do Sul: dialética do lugar e do espaço. Por Luiz Marques

A luta cidadã não é travada numa arena ideal, mas sob o peso das décadas de monetarismo sobre a subjetivação e a cosmovisão do povo

No A Terra é Redonda

Italo Calvino, em As cidades invisíveis, a partir de uma personagem real percorre os meandros do autoconhecimento. Aquilo que fomos ou não no passado é encontrado em cidades que estivemos in situ ou soubemos por estórias contadas ou, inclusive, deixaram de existir. O imperador mongol, que pede a Marco Polo para descrever por onde andou em seu reino, recupera as urbes conquistadas por intermédio da memória e da palavra do viajante veneziano. “Quem comanda a narração não é a voz: é o ouvido”. As poleis e as pessoas revivem nas narrativas que forjam a sua existência no mundo. (mais…)

Ler Mais