‘Outra Maré É Possível’ Fórum Aborda Modelo Participativo Para Planejamento de Segurança Pública

Edmund Ruge – RioOnWatch

No dia 4 de dezembro, o Complexo da Maré na Zona Norte sediou um debate público sobre formas de reduzir a violência com cerca de cem moradores, autoridades públicas e representantes da sociedade civil.

O debate, que aconteceu na Vila do João, foi o segundo maior evento organizado pelo Fórum “Basta de Violência! Outra Maré é Possível!”, que visa pressionar o poder público para mudar a atuação da segurança pública e as operações policiais na Maré. O Fórum é uma iniciativa das organizações Redes de Desenvolvimento da Maré, Observatório de Favelas e Luta pela Paz em parceria com outras associações da Maré e seus moradores. O Fórum iniciou suas atividades esse ano, levando mais de 5.000 pessoas a marcharem contra a violência em maio. (mais…)

Ler Mais

A 30 quilômetros de Ipanema, a vida passa com menos de três reais por dia

O bairro de Jardim Gramacho se sustentou por três décadas com o maior lixão de América Latina. Após cinco anos do fechamento, seus moradores são a face da extrema pobreza

Por María Martín, no El País

Em Jardim Gramacho não se vive, se sobrevive. A apenas 30 quilômetros da praia de Ipanema há pessoas morando em condições tão precárias como num pobre povoado da África. Jardim Gramacho, a comunidade que abrigou até 2012 o maior lixão de América Latina, famosa no mundo inteiro por um documentário do artista plástico Vick Muniz que chegou ao Oscar, poderia constituir um monumento dedicado ao descaso e a promessas descumpridas. Mas não há tempo para pensar nisso. O bairro, em Duque de Caxias, na região metropolitana do Rio, é um bolsão de pobreza extrema, a face dura e invisível da desigualdade do Brasil, do abandono do poder público, um lugar onde se vive, rodeado de cachorros sarnentos, com menos de três reais por dia. (mais…)

Ler Mais

Direito à Cidade – cidade de quem e para quem?

O direito à cidade, da mesma forma que pavimenta o caminho de acesso aos outros direitos, quando ausente, facilita todos os tipos de violações possíveis.

Por Cleo Manhas, Leila Saraiva e Yuriê Baptista*, no Inesc

Quando falamos de direito à cidade, nos referimos a um direito coletivo, que pressupõe o compartilhamento do espaço público democraticamente, de maneira a combater desigualdades.  Sabemos, no entanto, que esse direito está longe de ser assegurado: a maioria das cidades brasileiras são segregadas e privatizadas. (mais…)

Ler Mais

Da Cidade Segregada à Cidade Insurgente

São Paulo vive conflito prestes a explodir. Prefeito insiste na privatização total. Nos coletivos das quebradas e da classe média, gesta-se uma cultura de participação que não cumpre protocolos nem formalidades institucionais

Um ensaio de Ermínia Maricato e Paolo Colosso – Outras Palavras

A desigualdade histórica e estrutural – os mapas abaixo mostram, respectivamente, 1) o local de moradia do que o IBGE denomina “população preta e parda”, 2) o preço do metro quadrado de terrenos e imóveis no município de São Paulo e 3) a concentração de empregos (de toda a metrópole) no município de São Paulo. Poderíamos anexar a essa relação os mapas que reproduzem a localização das faixas de renda no espaço, a taxa de escolaridade, a expectativa de vida, a mortalidade infantil, entre outros. (mais…)

Ler Mais

Indígenas, Negros, Periféricos, Feministas: novas forças políticas se preparam para 2018

Encontro em Belo Horizonte debate experiências recentes de mandatos coletivos e anuncia pré-candidaturas de ativistas para as próximas eleições.

“Sou mulher, sou indígena e trago a voz dos povos calados pelas forças do agronegócio, pelas forças do capitalismo”, discursava Sonia Guajajara, enquanto anunciava sua pré-candidatura à presidência da República em 2018. Coordenadora executiva da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) e uma das principais lideranças indígenas do Brasil, seu nome já havia sido proposto pelo Setorial Ecossocialista do PSOL, mas foi apenas neste sábado que a índia maranhense aceitou publicamente entrar na corrida eleitoral. “Está na hora de reavaliarmos: até quando vamos ficar apenas na linha de resistência? Acho que é sim hora de dar um passo à frente, de ocupar a política desse país. Então, por que não uma indígena? ”. (mais…)

Ler Mais

O caminho da impunidade: Samarco obtém primeiras licenças ambientais para retomar operações

Por Marcos de Moura e Souza, do Valor, no Em Defesa dos Territórios Frente a Mineração

A mineradora Samarco obteve nesta segunda-feira licenças prévia e de instalação da cava Alegria Sul, em seu complexo em Mariana, Minas Gerais. A empresa pretende depositar nessa cava rejeitos de minério de ferro uma vez que a produção seja retomada. (mais…)

Ler Mais

Mapeando favelas ‘desconhecidas’: o crescente papel das cartografias participativas e insurgentes

Por Raine Robichaud, no Rio On Watch

Apesar de a original e mais antiga favela do Rio ter celebrado seu aniversário de 120 anos no mês passado, foi apenas 50 anos depois, em 1947, que as favelas da cidade passaram a ser incluídas nos mapas oficiais da cidade, uma exclusão visual que refletiu exclusões espaciais mais amplas de oportunidades e até mesmo de serviços básicos como entregas do correio. Em anos mais recentes, bairros que não foram mapeados digitalmente também foram excluídos de serviços com base na localização, como o Uber. (mais…)

Ler Mais

Minorias atacadas e mortes no campo compõem cenário de violações de direitos em 2017

No Dia Internacional dos Direitos Humanos, relatórios refletem padrão contínuo de homicídios e desigualdades no país

Norma Odara, Brasil de Fato

“A gente vive uma situação de desmantelamento da Constituição de 88. especialmente os grupos mais vulneráveis têm sido os mais atacados: povos indígenas, vítimas de trabalho escravo, a proteção ambiental está sendo desmantelada”, afirma Juana Kweitel, diretora-executiva da Conectas Direitos Humanos a respeito dos retrocessos sofridos nos direitos humanos durante o ano de 2017 no Brasil. (mais…)

Ler Mais

ES: Fim dos sobrevoos com agrotóxicos é aprovado em Boa Esperança

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

A população e os vereadores de Boa Esperança, no noroeste do Estado, conquistaram uma importante vitória na luta contra os agrotóxicos nessa quarta-feira (6), com a aprovação, por unanimidade, de um projeto de lei de iniciativa popular – o primeiro do município – que visa proibir a aplicação aérea de venenos agrícolas. (mais…)

Ler Mais

Luta pela água ganha força no Ceará

Moradores do município Caucaia estão mobilizados desde o início da manhã para protestar contra projeto que retira água do povo e destina a grandes empresas

No MAB

No Ceará, a guerra pela água se intensifica cada vez mais. Na manhã desta quinta-feira (7), comunidades contrárias ao projeto de uso das águas do Lagamar do Cauípe organizaram mobilizações na comunidade Coqueiro, município de Caucaia (CE), paralisando a Estrada da Pedra e logo em seguida ocupando o trecho do canteiro da obra em curso na comunidade. (mais…)

Ler Mais