Encontro de Saneamento Básico é ponte para ações ambientais na Maré

Por Thaís Cavalcante, na Rio On Watch

No dia 13 de abril, foi realizado o primeiro Encontro de Saneamento Básico da Maré, na Lona Cultural Municipal Herbert Vianna, com o objetivo de construir coletivamente propostas depolíticas públicas de impacto para resolver questões de esgoto, gestão do lixo, saúde e abastecimento de água no território. O encontro foi idealizado pelo data_labe, um laboratório de dados e narrativas na Maré, em parceria com a Redes de Desenvolvimento da Maré, Casa Fluminense e o apoio do Fundo Socioambiental CASA.

(mais…)

Ler Mais

‘O Exército matou meu filho’, diz mãe de catador baleado em ação com 80 tiros em Guadalupe, Rio

Luciano Macedo tentou ajudar uma família no carro fuzilado por militares e acabou atingido por três tiros. Ele considerava o bairro seguro por ser próximo da Vila Militar, contou a mãe.

Por Gabriel Barreira, no G1

O corpo da segunda vítima que morreu após a ação do Exército com 80 tiros em Guadalupe, na Zona Norte do Rio, foi enterrado nesta sexta-feira (19), no Cemitério do Caju, Zona Portuária do Rio.

(mais…)

Ler Mais

“Caveirão voador” é usado como plataforma de tiro, dizem moradores

No Rio de Janeiro, instrução normativa do estado proíbe rajadas a partir de helicópteros da polícia, mas disparos aéreos com intervalos são permitidos; moradores relatam rasantes com tiros em direção às comunidades

Por José Cícero da Silva, na Agência Pública

Em outubro de 2018, o então secretário estadual de Segurança do Rio, general Richard Nunes, baixou a Instrução Normativa Seseg nº 03, visando orientar as operações policiais em “áreas sensíveis”, ou seja, nas comunidades densamente povoadas do Rio de Janeiro onde se dão tiroteios rotineiros entre policiais e traficantes.

(mais…)

Ler Mais

Reintegração em Hortolândia (SP) é mantida e 150 famílias podem ficar desalojadas

Trabalhadores ocuparam prédios depois que construtora faliu sem pagar o valor das rescisões

Bruna Caetano, Brasil de Fato

Após dois anos de ocupação no bairro Jardim Adelaide, em Hortolândia (SP) – município que fica a 110 km da capital paulista –, 150 famílias estão prestes a sofrer despejo por conta de uma reintegração de posse. São 136 apartamentos e 14 barracas em um conjunto de prédios inacabados da construtora Barroso, que faliu antes de finalizar a obra.

(mais…)

Ler Mais

“Coquetel” com 27 agrotóxicos foi achado na água de 1 em cada 4 municípios – consulte o seu

São Paulo, Rio de Janeiro e outras 1.300 cidades acharam agrotóxicos na rede de abastecimento. Maioria dos agrotóxicos encontrados estão abaixo do limite máximo estipulado pela legislação brasileira

Por Ana Aranha, Luana Rocha, Agência Pública/Repórter Brasil

Um coquetel que mistura diferentes agrotóxicos foi encontrado na água de 1 em cada 4 cidades do Brasil entre 2014 e 2017. Nesse período, as empresas de abastecimento de 1.396 municípios detectaram todos os 27 pesticidas que são obrigados por lei a testar. Desses, 16 são classificados pela Anvisa como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas. Entre os locais com contaminação múltipla estão as capitais São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, Manaus, Curitiba, Porto Alegre, Campo Grande, Cuiabá, Florianópolis e Palmas.

(mais…)

Ler Mais

Rejeitos de Brumadinho chegam ao São Francisco e autoridades ainda não têm plano

Poderes municipais, estadual e federal ainda não sabem o que fazer para proteger o Velho Chico e as comunidades

Vinícius Sobreira, Brasil de Fato

No último dia 25 de janeiro, quando a barragem de Córrego do Feijão rompeu e devastou Brumadinho, poucos perceberam que o crime e a lama poderiam afetar a região Nordeste do país. Mas não tardou até que os rejeitos de minério matassem o rio Paraopeba, afluente do São Francisco em Minas Gerais, comprometendo a vida vegetal e animal na zona de mata atlântica, e seguissem em direção ao Velho Chico.

(mais…)

Ler Mais

Caso Hydro: imagens gravadas na planta industrial da empresa são investigadas pelo MPF e MPPA

Força-tarefa está verificando todos os registros das operações no dia 04/04/2019 e pedirá as análises necessárias

Ministério Público Federal no Pará

A força-tarefa formada pelo Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), que atua no caso Hydro Alunorte, vem a público informar que está apurando as circunstâncias da situação registrada em vídeo que mostra o transbordamento do que parece ser uma bacia da planta industrial da empresa Hydro Alunorte, que teria ocorrido no dia 4 de abril passado.

(mais…)

Ler Mais

Rio: Milícia cobra por ‘proteção’, explora caça-níqueis e empresta dinheiro

Comunidade no Rio é considerada berço da milícia mais perigosa da cidade. Moradores evitam falar sobre o tema, a não ser sob a condição de anonimato. Área seria de controle do Escritório do Crime, grupo paramilitar ligado a crimes

Por Sérgio Ramalho, para o UOL

A fila sinuosa formada por crianças, mulheres e homens segue em passos lentos e curtos num exercício de equilíbrio sobre meio-fio, calçadas e até grades numa tentativa de evitar o esgoto que inunda a Rua do Amparo.

O nome da via soa a ironia, sobretudo, nos dias de chuva quando as águas chegam a um metro de altura. Os alagamentos fazem parte da rotina dos moradores de Rio das Pedras, comunidade da zona oeste do Rio erguida às margens da Lagoa da Tijuca, que cresceu desordenada e verticalmente no vácuo do poder público. Foi um dos bairros afetados pelos temporais do começo desta semana na capital.

(mais…)

Ler Mais

MPF pede explicação ao Ibama sobre conversão de multa aplicada à Vale

Ministro do meio ambiente teria afirmado que valor das multas aplicadas à mineradora seriam revertidas a sete parques no estado

Ministério Público Federal em Minas Gerais 

O Ministério Público Federal (MPF), por meio da Força-Tarefa Brumadinho, solicitou explicações ao presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) sobre a possível conversão em investimentos da multa de R$ 250 milhões aplicada à Vale S/A pelo rompimento de suas barragens na Mina Córrego do Feijão.

(mais…)

Ler Mais

Comissão Arns critica pacote anticrime e letalidade das forças de segurança no Rio

Chacina do Fallet e ameaças ao povo indígena Waimiri-Atroari serão acompanhadas de perto por comissão; proposta de Sérgio Moro criticada: ‘licença para matar que vai agravar a violência’, diz Paulo Sérgio Pinheiro

por Maria Teresa Cruz, na Ponte Jornalismo

“Todos os dias a gente abre o jornal e lê uma notícia que poderia ser objeto de acompanhamento da comissão. O que pretendemos é tentar barrar os desatinos que estão sendo feitos, muitos deles vindos do governo federal”, pontua a cientista política Maria Ermínia Tavares de Almeida, integrante da Comissão Arns, para explicar quais serão os dois primeiros casos que vão merecer atenção do grupo, criado em fevereiro deste ano e que reúne ex-ministros, juristas, filósofos e defensores de direitos humanos. O objetivo da comissão é evitar retrocessos e dar visibilidade nacional e internacional para casos e causas emblemáticos de graves violações e ameaças aos direitos humanos no Brasil. 

(mais…)

Ler Mais