MPF no Maranhão participa de reunião na Terra Indígena Krikati

O encontro discutiu aspectos relacionados à proteção ambiental e à remoção da população não-indígena da terra

Procuradoria da República no Maranhão

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão, por meio da Procuradoria da República no município de Imperatriz, participou de reunião na aldeia São José, localizada na Terra Indígena Krikati, na última quinta-feira (12). O encontro contou com a presença de dezenas de indígenas, caciques e lideranças, além de representantes da Secretaria de Direitos Humanos do Estado do Maranhão e da Fundação Nacional do Índio (Funai). Foram discutidos aspectos relacionados à proteção ambiental, à demarcação e à remoção da população não-indígena da terra.

(mais…)

Ler Mais

“Povos são atores de transformação dos territórios”: conheça histórias de resistência

Debate é feito no Seminário Terra e Território: Diversidade e Lutas, que reúne povos do campo, indígenas e estudiosos

Mayara Paixão*, Brasil de Fato

Há cerca de 14 anos, o povo indígena Guarani Nhandéva da aldeia de Posto Velho, no estado do Paraná, aguarda a demarcação de suas terras. A história dos indígenas com esse território, no entanto, começa muito antes. No ano de 1918, o povo foi expulso da região e conseguiu retornar apenas nove décadas depois.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro é uma ameaça aos povos indígenas’, afirma Raoni

Líder caiapó Raoni Metuktiri, um dos principais nomes internacionais em defesa da Amazônia, afirmou que o governo Jair Bolsonaro é “uma ameaça” a todos os povos indígenas. “Os povos indígenas estão preocupados. Acreditam que Bolsonaro pode acabar com nosso povo”, disse Raoni. “Não aceitamos a violação dos direitos indígenas e dos territórios indígenas. Essa gestão é contra o povo indígena”, completou. 

por Brasil 247, com informações da Agência Estado / IHU On-Line

Para o líder caiapó Raoni Metuktiri, um dos principais nomes internacionais em defesa da Amazônia, o governo Jair Bolsonaro é “uma ameaça” a todos os povos indígenas. “Os povos indígenas estão preocupados. Acreditam que Bolsonaro pode acabar com nosso povo. Queremos falar, mostrar para o governo essa pressão que sofremos de madeireiros e garimpeiros. Precisam respeitar nossos direitos”, disse Raoni, que no mês passado foi recebido pelo Papa Francisco, no Vaticano, e também pelo presidente da França, Emmanuel Macron.

(mais…)

Ler Mais

Segundo dia de júri dos cinco indígenas Guarani Kaiowá ouvirá testemunhas de defesa e a suposta vítima

Para hoje está previsto o depoimento de um dos policiais apontado pela acusação como vítima, além da oitiva das testemunhas de defesa

Cimi

Teve início na manhã desta quarta-feira (5) o segundo dia do júri de cinco indígenas Guarani Kaiowá acusados de dois homicídios e da tentativa de um terceiro. A sessão ocorre na sede do Tribunal Regional Federal da 3a região (TRF-3) e para hoje está previsto o depoimento de um dos policiais apontado pela acusação como vítima, além da oitiva com as testemunhas de defesa dos indígenas. O júri está programado para terminar na sexta-feira (7).

(mais…)

Ler Mais

A grande batalha das mulheres do Xingu

Vendo o desmatamento avançar, mulheres de 16 etnias que vivem em aldeias espalhadas pelo território indígena começam a se organizar para defender sua floresta. A principal ameaça, afirmam: o governo Bolsonaro.

Por  Maria Fernanda Ribeiro e Nádia Pontes*, Deutsche Welle

Quando a informação começa a chegar, elas não conseguem evitar mudanças profundas em seu modo de vida. Direcionadas culturalmente para cuidar da roça e da casa, as mulheres do Parque Indígena do Xingu, em Mato Grosso, começam a se organizar para defender o que consideram mais valioso: o território coberto por florestas.

(mais…)

Ler Mais

Senado aprova MP 870 e devolve demarcações à Funai e o órgão ao Ministério da Justiça

A MP 870 segue à sanção presidencial. Caso não fosse votada, a medida perderia validade no dia 3 de junho

Cimi

Em meio ao clima de tensão entre o Congresso e o governo, o plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (28), por 70 votos a favor e quatro contra, o relatório da Medida Provisória (MP) 870/2019. Sem alterações na redação vinda da Câmara dos Deputados, que devolveu as demarcações de terras indígenas à Fundação Nacional do Índio (Funai) e o órgão indigenista ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJ), a MP 870 segue para a sanção presidencial.

(mais…)

Ler Mais

Povo Yanomami solicita apoio do governo para combater maior invasão desde demarcação

Alarmadas com a presença de cerca de 10 mil garimpeiros em suas terras, lideranças indígenas foram até Brasília pedir auxílio das autoridades para enfrentar invasores

No ISA

Cada vez mais assustados com as invasões de garimpeiros em seu território, os Yanomami foram até Brasília pedir que o Estado cumpra seu papel no combate à criminalidade na Terra Indígena Yanomami. Desde o início do ano, o garimpo ilegal explodiu, ameaçando os povos indígenas que vivem ali. É a maior invasão desde que a TI foi demarcada, em 1992.

(mais…)

Ler Mais

MPF em SC participará de seminário sobre cultura indígena e educação ambiental em Florianópolis

Evento na Alesc contará com a presença de representantes das etnias Guarani, Kaingang e Xokleng

Ministério Público Federal em SC

O Ministério Público Federal (MPF) em Santa Catarina participará de seminário sobre cultura indígena e educação ambiental na Assembleia Legislativa (Alesc) do estado. O evento, organizado pelo Grupo de Trabalho de Educação Ambiental (SC/RH08), contará com a presença de representantes das etnias Guarani, Kaingang e Xokleng. A conferência ocorrerá na próxima segunda-feira, 3 de junho, e está prevista para começar às 7h30. As inscrições são gratuitas e abertas ao público.

(mais…)

Ler Mais

Senado referenda texto da Câmara que mantém Funai e demarcações no Ministério da Justiça

MP 870 segue agora à sanção presidencial. Na Câmara, votação da MP 867, do Código Florestal, continua nesta quarta

Por: Oswaldo Braga de Souza, do ISA

Por 70 votos a favor e quatro contrários, o plenário do Senado aprovou sem alterações, na noite desta terça (28), a redação saída da Câmara dos Deputados do relatório da Medida Provisória (MP) 870/2019. De acordo com o texto, a Fundação Nacional Índio (Funai) volta a ser subordinada ao Ministério da Justiça (MJ) e a ter a competência de demarcar as Terras Indígenas (TIs).

(mais…)

Ler Mais