Ditadura militar, uma ferida aberta na aldeia Ocoy

Violações sofridas pelos Avá-guarani durante a construção da usina de Itaipu são recontadas no cotidiano da aldeia. Povos indígenas temem pelo futuro sob Bolsonaro e planejam mobilização

Por Beatriz Jucá, no El País

As marcas deixadas pela ditadura militar ainda são uma ferida aberta na memória da aldeia Ocoy, uma comunidade de indígenas Avá-guarani localizada em São Miguel do Iguaçu, a quase 600 quilômetros de Curitiba, no oeste do Paraná. Há décadas, os xeramõi — lideranças espirituais da etnia — repetem a mesma história para as novas gerações. Nas escolas ou nas casas de reza, contam como viram suas terras serem engolidas pelas águas da usina hidrelétrica Itaipu Binacional, uma obra emblemática da política desenvolvimentista da ditadura militar.

(mais…)

Ler Mais

BA tem 53 líderes indígenas em programa de proteção por ameaças de morte; terras não demarcadas acirram disputas

Uma das lideranças atualmente sob proteção é o Cacique Babau, que relatou ter descoberto plano de assassinatos tendo ele e familiares como alvo.

Por Alan Tiago Alves, G1 BA

Cinquenta e três lideranças indígenas da Bahia são assistidas atualmente por um programa de proteção, por estarem sob diversos tipos de ameaças, inclusive de morte. Conflitos históricos entre índios e fazendeiros por conta de terras persistem no interior do estado, e as disputas são acirradas, sobretudo devido à lentidão de processos para demarcação de terras.

(mais…)

Ler Mais

“Dia do Índio deve ser visto como uma data de lutas e não de folclore”, afirma pesquisadora

O POVO Online conversou com pesquisadores e lideranças indígenas a respeito da luta por direitos no Estado

Por Leonardo Maia, em O Povo

O Dia do Índio, comemorado nesta sexta-feira, 19, rememora o primeiro Congresso Indigenista Interamericano, que aconteceu em 1940 no México e tinha como objetivo reunir líderes de diversas regiões do continente para zelar pelos seus direitos. A data foi instituída em 1943 no Brasil pelo presidente Getúlio Vargas.

(mais…)

Ler Mais

Semana dos Povos Indígenas: Alto lá, essa terra é nossa!!

Por Lígia Apel, Cimi-Tefé

Teve início nesta segunda feira, 15, as comemorações da Semana dos Povos Indígenas em Tefé, que este ano está sendo realizada e organizada pelas instituições parceiras: Centro de Estudos Superiores de Tefé da Universidade do Estado do Amazonas (Cest/UEA), FUNAI/CTL Tefé, Secretaria Municipal de Educação de Tefé (SEMED), Coordenação de Educação Escolar Indígena de Tefé, Coordenação de Educação Física da SEMED e Coordenação de Assuntos Indígenas da prefeitura de Tefé. A solenidade de abertura aconteceu na área de convivência do CEST/UEA, com a presença da comunidade acadêmica, dos parceiros e de representantes dos povos Tikuna, da aldeia Barreira da Missão do Meio; Kokama, da Aldeia Boara de Cima; Kaixana, da aldeia Mapi, e dos Kambeba, da aldeia Barreira do Meio.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro: 100 dias de guerra contra os povos indígenas

O presidente inicia seu Governo atentando contra os direitos e as terras das comunidades

por Fiona Watson*, em El País

Quando Jair Bolsonaro assumiu a presidência do Brasil, em 1.o de janeiro, os povos indígenas do país e seus aliados no mundo todo se prepararam para o pior. Bolsonaro prometeu que, sob a sua liderança, não haveria nem mais um centímetro de terra indígena demarcada. Anunciou sua intenção de integrar os povos indígenas à força “como o Exército, que fez um grande trabalho”, mas achou uma pena a cavalaria brasileira ter sido incompetente. “Competente, sim, foi a cavalaria norte-americana, que dizimou seus índios”, afirmou Bolsonaro, em pronunciamento na Câmara dos Deputados em 1998.

(mais…)

Ler Mais

15ª Reunião Ordinária do Conselho Gestor PBA Timbira

ASSOCIAÇÃO UNIÃO DAS ALDEIAS APINAJÉ-PEMPXÀ.

No período de 11 a 13 de abril de 2019, aconteceu no Centro de Formação Timbira Penxwyj Hempejxà, na zona rural do município de Carolina-MA, a 15ª Reunião Ordinária do Conselho Gestor do PBA Timbira, que teve as presenças dos membros (titulares e suplentes) Conselheiros Apinajé, Krahô, Krikati e Gavião, e ainda dos servidores da Fundação Nacional do Índio-FUNAI das coordenações de Tocantinópolis, Imperatriz, Palmas e Brasília, os membro das associações locais e demais lideranças dos quatro povos que fazem parte do PBA Timbira.

(mais…)

Ler Mais

Indígenas dos Povos Canela-Memortumré e Canela-Apãnjekra voltam à capital federal por seus direitos

Ao longo de cinco dias a delegação realizou uma série de incidências políticas no STF, AGU e na Câmara dos Deputados

Por Adilvane Spezia, no Cimi

Numa semana de intensas atividades (8 à 12 de abril), a delegação composta por mais de 25 indígenas dos povos Canela-Memortumré e Canela-Apãnjekra, do Maranhão, estiveram na capital federal, Brasília, com o objetivo denunciar a invasão de seu território, o desmatamento por parte de madeireiros da região e o avanço da rodovia dentro da terra indígena, bem como as consequências da Medida Provisória (MP) 870/2019, primeira medida adotada pelo governo de Jair Bolsonaro ao assumir a Presidência da República.

(mais…)

Ler Mais

Sônia Guajajara desmonta discurso de senadora do PSL no Senado

Parlamentar do partido do presidente Jair Bolsonaro se confunde, expõe preconceito e acaba ouvindo o que não queria da ex-candidata à vice-presidência da República pelo Psol

por Redação RBA

Nessa quinta-feira (11), em audiência publica sobre saúde indígena na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, ao discorrer sobre questões indígenas e direito a terras, a senadora Soraia Thronicke (PSL/MS) se confundiu e acabou ouvindo o que não queria da ex-candidata à vice-presidência da República pelo Psol Sônia Guajajara.

(mais…)

Ler Mais

Território e saúde indígena são debatidos na Assembleia Legislativa da Bahia

Mais de 200 indígenas de diversas etnias debateram com representantes de órgãos e secretarias do Estado

Guilherme Ribeiro, Brasil de Fato

A Assembleia Legislativa do Estado da Bahia realizou, na manhã da última segunda-feira (08), a audiência pública “Territórios e Saúde Indígena na Bahia”. Proposta pelo deputado Jacó Lula da Silva (PT), mais de 200 indígenas de diversas etnias do Estado debateram com representantes de órgãos e secretarias do Estado as medidas tomadas pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) que retiram seus direitos.

(mais…)

Ler Mais