Pressão pró-desmatamento e barganhas políticas comprometem metas brasileiras de emissão de gás carbônico. Entrevista especial com Raoni Rajão

Por Patricia Fachin, no IHU

Apesar de a política brasileira de combate ao desmatamento ter sido aprimorada nos últimos anos, um estudo recente realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e da Universidade de Brasília – UnB demonstra que as barganhas concedidas pelo Estado brasileiro até 2016 podem reverter os índices de desmatamento no país e comprometer a meta brasileira de redução das emissões de gás carbônico assumidas no Acordo de Paris. Segundo um dos coautores da pesquisa, Raoni Rajão, da UFMG, embora o governo tenha fortalecido as políticas de controle ao desmatamento, de outro lado “houve uma pressão e uma sinalização pró-desmatamento maior, que acabou anulando ou se sobrepondo à pressão antidesmatamento. O que tentamos mostrar neste estudo é justamente essa situação paradoxal, na qual a capacidade de controle do desmatamento se manteve, mas, ao mesmo tempo, a pressão pró-desmatamento aumentou”, explica. (mais…)

Ler Mais

Em um dos maiores assentamentos do Brasil, audiência pública expõe abandono da reforma agrária e pressões da mineradora Alcoa

Criado em 2005, o PAE Lago Grande fica numa região rica em sociobiodiversidade entre os rios Tapajós e Amazonas, no oeste do Pará

Ministério Público Federal no Pará

Cerca de 500 representantes das 140 comunidades que integram um dos maiores assentamentos de reforma agrária do Brasil, o Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Lago Grande, entre Santarém e Juruti, no oeste do Pará, se reuniram no último dia 14 de julho em uma audiência pública convocada pelo Ministério Público Federal (MPF). A audiência ocorreu na comunidade Muruí, dentro do assentamento, e deu espaço para os comunitários relatarem as crescentes pressões de grileiros, madeireiros, sojeiros, indústrias pesqueiras e da multinacional Alcoa, que extrai bauxita em áreas vizinhas à região. (mais…)

Ler Mais

Após 25 anos, país indica conselho para Reserva da Biosfera do Cerrado

Colegiado de 23 membros tem representantes de quatro estados e do DF

Por Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil

Vinte e cinco anos após ter sido criada para ajudar na preservação da biodiversidade e no desenvolvimento sustentável, a Reserva da Biosfera do Cerrado enfim ganhou seu conselho deliberativo. Formado por representantes de órgãos governamentais, instituições de pesquisa e da sociedade civil organizada, o conselho será responsável por aprovar e coordenar a estrutura do sistema de gestão da reserva, bem como por elaborar os planos de ação e propor projetos estratégicos para a consolidação da área delimitada. (mais…)

Ler Mais

Sociedade precisa aceitar e absorver o combate ao desmatamento por meio de ações concretas. Entrevista especial com Claudio Almeida

por Patricia Fachin, em IHU On-Line

Em razão da extensão e da gravidade do problema, “o combate ao desmatamento tem de ser uma pauta que precisa ser priorizada por ações dos governos nos seus diversos níveis, mas ela precisa mais ainda ser aceita e absorvida pela sociedade”. É o que defende o agrônomo Claudio Almeida. Para exemplificar o que deve ser feito, diz que empresas, consumidores e produtores precisam entender e participar do processo “através do rastreamento da origem dos produtos, de maneira que produtos que tenham origem em áreas de desmatamento ilegal não consigam ter acesso ao mercado”. (mais…)

Ler Mais

Ibama combate desmatamento na Terra Indígena Tembé (PA) e apreende 1,8 mil m³ de madeira extraída ilegalmente

O Ibama e a Polícia Militar Ambiental do Pará apreenderam 1.821 metros cúbicos de madeira, o equivalente a 150 caminhões carregados, e 1,2 mil litros de agrotóxicos nos municípios de Paragominas, Cachoeira do Piriá e Aurora do Pará, em mais uma etapa da Operação Maravalha.

Agentes ambientais desativaram seis serrarias e embargaram outras cinco. Também foram inutilizados nove fornos de carvão vegetal. Um veículo, um trator e um caminhão usados para a atividade ilegal foram apreendidos. Os 25 autos de infração aplicados totalizam R$ 3 milhões. (mais…)

Ler Mais

Comunidades Impactadas pelo agronegócio no Piauí criam Coletivo de Resistência e unificam lutas

“Queremos ser respeitados e que ninguém negue esse direito que é nosso, e sagrado” Juvercino Silva

Por CPT Piauí

Comunidades do Piauí, impactadas pelo agronegócio na região do MATOPIBA, se reuniram em Santa Filomena, dia 19 de junho, em busca de mecanismos fortalecedores da resistência aos grandes projetos do agronegócio e na defesa de seus territórios. Segundo o Sr.João da Silva, morador da comunidade Melancias, muitas comunidades vem sofrendo pelas ações desenfreadas dos projeteiros (donos de projetos e fazendas), “eles desmatam, usam veneno, o agrotóxico usados nas lavouras da soja empurra as pragas pra as roças das famílias nos baixões e tem muitas violações dos direitos fundamentais das pessoas”. (mais…)

Ler Mais

Seis pessoas são presas e 80 m³ de madeira retirada de terra indígena são apreendidos, em RO

Quatro caminhões foram apreendidos carregando a madeira ilegal. Operação foi realizada pela Polícia Militar Ambiental e Funai.

No G1 RO

Seis homens foram presos e aproximadamente 80 m³ de madeira foram apreendidos neste sábado (16) entre União Bandeirantes e Jaci-Paraná (RO), distante cerca de 90 km de Porto Velho, em operação realizada pela Polícia Militar Ambiental e a Fundação Nacional do Índio (Funai). A madeira havia sido retirada ilegalmente da terra indígena Karitiana.

(mais…)

Ler Mais

Ibama identifica e multa em R$ 15,5 milhões os responsáveis pela extração ilegal de 7,3 mil toras na TI Pirititi (RR)

O Ibama identificou os responsáveis pela extração ilegal de 7.387 toras da Terra Indígena (TI) Pirititi, no sul de Roraima, apreendidas pelo Instituto em abril deste ano. O furto danificou 1.372 hectares de floresta nativa da Amazônia. Os agentes ambientais aplicaram oito autos de infração, que totalizam R$ 15,5 milhões, contra duas madeireiras e dois proprietários rurais. Na ocasião, foram apreendidos 15,6 mil metros cúbicos de madeira em tora, o maior volume registrado em uma operação no estado.

(mais…)

Ler Mais

União, Funai e Estado de Rondônia têm 30 dias para apresentar plano de proteção da terra indígena Karipuna

MPF apontou em ação civil pública que havia risco de genocídio da etnia devido a constantes invasões na terra indígena. Justiça Federal atendeu aos pedidos do MPF e concedeu liminar

Ministério Público Federal em Rondônia

A Justiça Federal atendeu ao pedido do Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia e determinou, em caráter de urgência, que a União, a Funai e o Estado de Rondônia apresentem, em 30 dias, um plano de ação continuada de proteção da terra indígena Karipuna. A ação deve ser compartilhada entre as Forças Armadas, Polícia Militar Ambiental, Polícia Militar, Secretaria de Meio Ambiente (Sedam) e Funai, com o mínimo de 15 pessoas, durante 10 dias por mês, pelo menos. (mais…)

Ler Mais