Suspeito de liderar grupo que tentou matar servidores do Ibama e incendiar caminhão do Exército no Pará já respondia por crimes

MPF divulgou balanço de ações nesta segunda-feira (7)

Ministério Público Federal no Pará

O madeireiro Wesley Pádua de Oliveira, investigado como suspeito de liderar o grupo que atentou contra a vida de fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e ameaçou incendiar caminhão do Exército em Placas, no oeste do Pará, já respondia a três ações penais quando os atentados ocorreram, em julho deste ano.

(mais…)

Ler Mais

Queimadas na Amazônia causam forte impacto no SUS

Por Agência Fiocruz de Notícias, no Informe Ensp

A Fiocruz, em estudo coordenado pelo Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict), mapeou o impacto das queimadas para a saúde infantil na região amazônica. A pesquisa concluiu que, nas áreas mais afetadas pelo fogo, o número de crianças internadas com problemas respiratórios dobrou. Foram cerca de 2,5 mil internações a mais, por mês, em maio e junho de 2019, em aproximadamente 100 municípios da Amazônia Legal, em especial nos estados do Pará, Rondônia, Maranhão e Mato Grosso – o que acarretou custo excedente de R$ 1,5 milhão ao Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com pesquisas, viver em uma cidade próxima aos focos de incêndio aumenta em 36% o risco de se internar por problemas respiratórios.

(mais…)

Ler Mais

Salles deixa Alemanha sem obter concessões do governo Merkel

Berlim diz a ministro que só vai rever suspensão de repasse milionário para projetos na Amazônia quando tiver garantia de “que o dinheiro será bem investido”. Em agosto, Bolsonaro disse que “não precisava” do valor.

Por Jean-Philip Struck, Deutsche Welle

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, deixou a Alemanha nesta quarta-feira (02/10) sem conseguir qualquer concessão do governo da chanceler federal, Angela Merkel, na questão da suspensão de uma verba de 155 milhões de reais para projetos de conservação florestal no Brasil. 

(mais…)

Ler Mais

Prefeito de Itaituba (PA) é condenado por crime ambiental

Valmir Climaco de Aguiar deverá cumprir pena de quatro anos e nove meses em regime semiaberto

Ministério Público Federal no Pará

A Justiça Federal em Santarém (PA), atendendo a pedido do Ministério Público Federal (MPF), condenou o prefeito Valmir Climaco de Aguiar, de Itaituba, na região oeste do Pará, a pena de quatro anos e nove meses de detenção por crime ambiental praticado em área no município de Altamira, no sudeste do estado.

(mais…)

Ler Mais

Os indígenas e quilombolas ameaçados pela soja, veneno, portos e o preconceito

Na zona rural de Santarém, na região paraense do Planalto Santareno a lentidão de décadas na demarcação de territórios tradicionais vem acirrando os conflitos com fazendeiros

Por Ciro Barros, Agência Pública

“Esse barulho é porque eles estão trabalhando lá”, alerta à reportagem da Agência Pública o indígena Munduruku Paulo da Silva Bezerra, morador da aldeia indígena Açaizal, localizada na área do Planalto Santareno, zona rural de Santarém, Pará. Enquanto conta sua história, ele aponta para um vizinho de cerca, um grande fazendeiro da região. O contraste é imediato: a casa de Paulo é tomada pela mata e pela produção familiar (pés de graviola, mamão, pimenta-do-reino), a do vizinho é um mar de milho, o grão da vez na chamada “safrinha” do segundo semestre. Na aldeia onde mora, esse contraste é onipresente: as imagens aéreas mostram as grandes fazendas recortando em quadrados as matas nativas numa área em que os indígenas aguardam a demarcação há anos. “A gente quer que o governo e os fazendeiros parem com essa agressão”, reclama Paulo. Segundo ele, nas épocas de safra de soja, os agrotóxicos são levados pelo vento até a sua casa, contaminando suas plantações. “A gente chega a ficar todo molhado de veneno”, diz.

(mais…)

Ler Mais

Fiscais do Ibama acusam Exército de não cooperar em ações contra garimpos ilegais

Por O Globo, em RondoNotícias

Um documento do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) afirma que os comandos militares envolvidos na missão de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) ambiental decretada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) se recusaram, por três vezes, a dar suporte a operações de combate a garimpeiros ilegais. A alegação dada foi que as ações poderiam resultar na destruição de equipamentos dos infratores.

(mais…)

Ler Mais

Campeões de desmatamento e queimadas na Amazônia são dominados pelo gado e pela soja

Primeiro a derrubada, depois o fogo e tudo vira pasto. Saiba quais são os municípios líderes em desmatamento na região

Por Bruna Caetano, em Brasil de Fato

O Brasil registrou 131.327 queimadas florestais até o mês de agosto em 2019. Só na Amazônia, foram registrados 43.573 focos, segundo o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (Inpe). A origem do fogo na floresta tem sido alvo de debate nas últimas semanas, repercutindo na imprensa nacional e internacional, aumentando ainda mais a pressão sobre o governo federal para soluções que freiem as chamas.

(mais…)

Ler Mais

Fiscais responsáveis por combater desmatamento estão marcados para morrer

Na Amazônia, operação da polícia prendeu dois líderes de um grupo acusado de invadir terras públicas e ameaçar quem está ali para defender a floresta.

Por Fantástico, no G1

Eles estão marcados para morrer porque fazem cumprir a lei e defendem a floresta. Os repórteres Marcelo Canellas, Alan Ferreira e Marcos Silva foram à Amazônia acompanhar o trabalho de agentes do Ibama e do ICMBio que já escaparam de atentados.

(mais…)

Ler Mais