Em comparativo, barragens no Paraná concentram volume de água maior que Brumadinho

Atingidos por barragens no Paraná exigem segurança, informações e fiscalização no estado

Pedro Carrano, Brasil de Fato

Aconteceu hoje (12) a audiência pública “Atingidos por Barragens”, proposta pelo deputado estadual Tadeu Veneri (PT), ao lado de outros oito deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), contando com a presença de Rasca Rodrigues representando o secretário de estado de Meio Ambiente.

(mais…)

Ler Mais

Justiça europeia exige acesso público a estudos sobre glifosato

Agência alimentar europeia argumentava que tornar públicos seus levantamentos sobre efeitos do controverso herbicida sobre a saúde humana e o meio ambiente contrariava interesses comerciais de empresas produtoras.

Na Deutsche Welle

Uma corte europeia determinou nesta quinta-feira (07/03) que cidadãos têm o direito de ter acesso a estudos sobre os efeitos do herbicida glifosato, amplamente utilizado na agricultura.

(mais…)

Ler Mais

Oposição derruba decreto de Mourão que dificultava acesso a dados do governo

General publicou o decreto na condição de presidente da República, durante a viagem de Jair Bolsonaro (PSL) à Suíça

Redação Brasil de Fato

A Câmara dos Deputados derrubou nesta terça-feira (19) o decreto do governo federal que modificava a Lei de Acesso à Informação e dificultava o acesso a dados públicos. A aprovação é considerada uma vitória dos parlamentares de oposição ao governo Bolsonaro (PSL), que criticaram a medida desde a publicação em Diário Oficial, no dia 24 de fevereiro.

(mais…)

Ler Mais

O calabouço onde o governo da Nicarágua prendeu jornalistas

Condições da prisão não servem “nem para criar porcos”, diz deputado europeu que foi visitar o dono de um canal de TV detido pelo governo de Daniel Ortega

Por Wilfredo Miranda Aburto, Agência Pública

As lanternas dos celulares machucaram os olhos do jornalista nicaraguense Miguel Mora. Os deputados do Parlamento Europeu iluminaram a cela para, no escuro, encontrar o jornalista e preso político da ditadura de Daniel Ortega e Rosario Murillo na Nicarágua. Mora estava no fundo da cela, vestindo o uniforme azul de presidiário. Passou quase um minuto até que os olhos do diretor do antigo canal de TV 100% Noticias se adaptassem à iluminação e ele pudesse ver com clareza os visitantes de sotaque estrangeiro que haviam chegado ao seu calabouço na prisão conhecida como El Chipote, na capital Manágua.

(mais…)

Ler Mais

Agrotóxico, veneno, defensivo? Entenda a disputa pelo nome desses produtos agrícolas

Projeto de lei pode banir o termo “agrotóxico”, mas seu criador diz que substituição por “defensivos agrícolas” ou “fitossanitários” é tendenciosa

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

O Congresso Nacional deve decidir este ano se o nome “agrotóxico” será banido ou não do país. Caso o Projeto de Lei (PL) 6.299/2002, conhecido pelos opositores como “Pacote do Veneno”, seja aprovado, o termo será substituído nos documentos oficiais e nas embalagens dos produtos mandatoriamente por “pesticida”, “defensivo agrícola” ou “defensivo fitossanitário”. Mas a palavra, de uso quase exclusivo por aqui, tem um pai e criador – e ele é totalmente contra a mudança.

(mais…)

Ler Mais

Governo permite que servidores comissionados imponham sigilo ultrassecreto a dados públicos

Mudança em regulamento da Lei de Acesso à Informação foi assinada por Hamilton Mourão. Antes, somente chefes do Executivo e membros das Forças Armadas podiam fazer esse tipo de classificação

G1

Um decreto publicado nesta quinta-feira (24), no “Diário Oficial da União”, permite que servidores comissionados e dirigentes de fundações, autarquias e empresas públicas imponham sigilo ultrassecreto a dados públicos. O texto, assinado pelo presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, altera as regras de aplicação da Lei de Acesso à Informação (LAI).

(mais…)

Ler Mais

Manchetômetro: O Governo Bolsonaro em 2018

No Manchetômetro

Após no segundo turno das eleições de 2018, o presidente eleito Jair Bolsonaro e a montagem de seu futuro governo passaram a ser itens de destaque da pauta jornalística. A fim de averiguar os detalhes das narrativas publicadas, este boletim compara a cobertura do Governo Bolsonaro àquela dedicada ao Governo Temer no mesmo período. Utilizaremos a base do Manchetômetro entre os dias 29 de outubro e 20 de dezembro de 2018 dos jornais: O Globo, Folha de São Paulo e Estado de São Paulo.

(mais…)

Ler Mais

O valor do jornalismo e o genocídio indígena

Por Pedro Varoni, no Observatório da Imprensa

A reportagem “Genocídio” do jornalista e escritor britânico Norman Lewis ( 1908-2003), produzida no final dos anos 1960 e publicada na última edição da revista piauí, é um conteúdo que não pode passar despercebido diante do excesso de informações a que somos submetidos no dia a dia. O tema é a violência contra os povos indígenas brasileiros e a forma como historicamente prevaleceu a impunidade. Meio século depois, o relato tem sua validade ancorada no melhor jornalismo: levantamento de informações contextualizadas, reportagem de campo em amplos territórios e capacidade de prender o leitor com uma narrativa que valoriza os detalhes sem perder o foco no genocídio indígena como marca que atravessa nossa história.

(mais…)

Ler Mais

A UFPR vai à guerra

Por Rogerio W. Galindo, no Plural

Na última sexta-feira, quando foi dar as boas-vindas à nova leva de calouros da Universidade Federal do Paraná (UFPR), o reitor Ricardo Marcelo Fonseca fez um duplo papel. Por um lado, foi o anfitrião gentil que acolheu os mais de cinco mil alunos em sua nova família. Por outro, parecia um general preparando seus soldados para a guerra.

Ricardo Marcelo não tem dúvidas de que as universidades públicas estão sendo transformadas na “Geni” da sociedade brasileira. Disse aos alunos que as instituições federais de ensino superior são fundamentais para o futuro do Brasil e incitou-os a defender com unhas e dentes a universidade em que estão entrando agora.

(mais…)

Ler Mais