Falta água e presença do Estado: coronavírus aprofunda desigualdades estruturais nas periferias

Por Débora Britto, em Marco Zero

Uma das principais recomendações para prevenção ao coronavírus é lavar as mãos, mas para quem vive em locais em que água na torneira é o evento da semana, não é tão simples. Apesar de em Pernambuco a Companhia de Saneamento (Compesa) estar proibida de cortar a água de quem está inadimplente e ter anunciado medidas para minimizar o déficit estrutural de fornecimento em várias regiões, diversos bairros e comunidades relatam que continuam vivendo uma realidade de intenso racionamento.

(mais…)

Ler Mais

O que pensam os juízes que estão soltando presos em meio à pandemia

O anúncio do Depen de que 30 mil presos foram beneficiados por recomendação do Conselho Nacional da Justiça assustou parte da população, mas juízes ouvidos pela Pública levam em conta os riscos para sociedade e para a saúde coletiva

Por Julia Dolce, Agência Pública

Nesta terça-feira (7) completam-se três semanas desde que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou sua Recomendação nº 62, trazendo medidas para a contenção do avanço da pandemia do novo coronavírus no sistema carcerário brasileiro. Desde então, a Covid-19 avançou pelo Brasil, infectando milhares de pessoas em todos os estados e causando as primeiras centenas de mortes no país – não matou apenas no Acre e Tocantins. Ao mesmo tempo em que a necessidade do isolamento tornou-se evidente para grande parte dos brasileiros, decisões tomadas com o intuito de preservar a saúde da população carcerária têm alarmado a população.

(mais…)

Ler Mais

Indígenas correm risco de genocídio por coronavírus

Especialistas alertam sobre falta de produtos de higiene nas comunidades e criticam falta de ações do governo

Por Redação RBA

A primeira indígena vítima do novo coronavírus foi confirmada no dia 1º deste mês. Para evitar um genocídio dos povos tradicionais, especialistas pedem uma atenção especial do Estado e alertam para a falta de produtos básicos nessas comunidades.

(mais…)

Ler Mais

Quando as máscaras caem: política, religiosidade e desavenças entre parentes. Por Gilvander Moreira*

Quem é minha mãe e meus irmãos?” (Mc 3,33), perguntou Jesus Cristo em plena missão no meio do povo. Jesus também brigou com parentes? Desde a última campanha eleitoral, temos ouvido falar de briga entre parentes, em grupos de família no WhatsApp, via telefone ou presencialmente. Como resultado destes embates, parentes se afastam, saem dos grupos de WhatsApp, porque discordam de posturas uns dos outros.  A evolução tecnológica colocou celulares nas mãos da maioria da população. Com isso a comunicação virtual se acelerou e possibilitou revelar o que há de bom nas pessoas, mas também o que há de pior e execrável. Hoje em dia é cada vez mais raro ouvir falar sobre um grupo de família no WhatsApp em que não tenha ocorrido chateação e discórdia entre parentes. Para além do grupo, muitos se bloqueiam definitivamente. 

(mais…)

Ler Mais

Governo estrangula (ainda mais) Ciência brasileira

Em todo o mundo, a busca pela vacina ao coronavírus. No Brasil, mais desmonte: governo atinge as pesquisas da Capes, precarizando-as, e elitiza a carreira científica. Mais bolsas serão cortadas — só ano passado, foram 8 mil

por Flávia Calé em entrevista a Rôney Rodrigues, no OP Entrevista / Outras Palavras

Em meio à pandemia de coronavírus, o mundo corre em busca de vacina ou medicamento para frear o avanço do vírus que já matou mais de 70 mil pessoas. Já no Brasil, a linha de frente da pesquisa científica divide esses esforços com o receio de perder bolsas, em muitos casos a única fonte de renda para o pesquisador.

(mais…)

Ler Mais

O dia em que Bolsonaro latiu mas não mordeu

História de uma não-demissão. Com o país entregue à pandemia, presidente perde-se em intrigas palacianas, vê governo dividido ao meio e não consegue afastar Mandetta. Leia também: empresários liberdade eterna para demitir e cortar

Por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

BOLSONARO: O MITO DA CAVERNA

A segunda-feira começou com um telefonema: o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) ligou para um aliado político de seu partido, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha, para dar “conselhos” sobre a epidemia de covid-19. A ligação acendeu o radar de quem ficou sabendo dela. Depois de ameaçar “usar a caneta” contra Luiz Henrique Mandetta, o presidente Jair Bolsonaro teria autorizado Terra a falar em nome do governo.

(mais…)

Ler Mais

Ameaças do capitalismo de plataforma podem ser ainda mais letais na pandemia. Entrevista especial com Juliette Robichez

Para professora, trabalhadores que atuam por meio de aplicativos ficaram ainda mais vulneráveis, tanto economicamente como em relação à Covid-19

Por: João Vitor Santos, em IHU On-Line

Há um ditado popular que diz que diante do calor de um deserto escaldante, qualquer poça de água pode ser a salvação e pouco se está preocupado com a qualidade dessa água e os riscos à saúde. A analogia pode ser didática para compreender a relação que se estabelece entre milhões de desempregados no Brasil que se oferecem como “trabalhadores de aplicativos” e as empresas chamadas de capitalismo de plataforma que recrutam diversas formas de forças de trabalho. “Em situação de desespero, cada um de nós colocará sua força de trabalho ao dispor dessas empresas digitais que oferecem soluções rápidas e aparentemente fáceis de gerar renda. Mas a que custo?”, questiona a professora Juliette Robichez, doutora em Direito, em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line.

(mais…)

Ler Mais

O que o agronegócio e a produção de alimentos têm a ver com a covid-19?

Segundo especialistas, modelo de produção espalha vírus selvagens mortais para organismos adoecidos por alimentos cheios de açúcares, gorduras e agrotóxicos

Por Cida de Oliveira, em Rede Brasil Atual / MST

A pandemia global da covid-19 ultrapassou o número de 1,26 bilhão de pessoas contaminadas e fez o número de mortos passar de 68 mil neste domingo (5), de acordo com o observatório da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos. Segundo a instituição – que tem sido a principal referência mundial sobre a doença no mundo, só no Brasil já eram 460 as vítimas fatais, com os infectados passando da casa dos 11 mil.

(mais…)

Ler Mais