STF manda União agir imediatamente em Manaus, mas nega pedido de lockdown

“O ministro também determinou que a União apresente, no prazo de 48 horas, um plano compreensivo e detalhado acerca das estratégias que está colocando em prática ou pretende desenvolver para o enfrentamento da situação de emergência. … O plano deverá ser atualizado a cada 48 horas enquanto durar a crise no Amazonas.”

Por Danilo Vital, no Conjur

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou nesta sexta-feira (15/1) o pedido feito por partidos para a instituição de regime de lockdown em Manaus e para autorização de uso da Força Nacional para garantia da segurança pública durante o período.

(mais…)

Ler Mais

Em Manaus, MPF investigará prioridade do Ministério da Saúde à cloroquina e não ao oxigênio

ANPR

O Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas abriu nesta sexta-feira (15) um inquérito civil público para investigar improbidade administrativa de agentes públicos em virtude de, em plena crise de desabastecimento de oxigênio em Manaus (de conhecimento das autoridades de Saúde desde 10 de janeiro), ter havido pressão do Ministério da Saúde para que fosse priorizada a distribuição de “tratamento precoce com eficácia questionada” pela rede pública de Saúde estadual e municipal.

(mais…)

Ler Mais

Manaus: o Twitter também tem culpa

Narrativa negacionista continua no ar.

Newsletter do The Intercept Brasil, por Tatiana Dias

Há 20 dias, a tropa de choque bolsonarista no Twitter vibrava com o fim do lockdown em Manaus. “Todo poder emana do povo”, tuitou o deputado federal Eduardo Bolsonaro no dia 26 de dezembro. “A pressão do povo está funcionando”, comemorou a também deputada federal Bia Kicis na mesma data. “Manaus tem queda importante de óbitos desde julho”, garantiu o ex-ministro Osmar Terra, com o verniz científico característico que dá às suas postagens negacionistas. Era 4 de janeiro. O post foi retuitado quase 2 mil vezes.

(mais…)

Ler Mais

Em colapso, Cacoal (RO) não tem mais como socorrer pacientes de covid-19, afirma prefeito

“A nossa unidade de Saúde não tem mais capacidade de atendimento”, disse o prefeito

Por João Paulo Prudêncio, em Rondoniaovivo

O prefeito de Cacoal, Adailton Fúria, anunciou através de uma transmissão nas redes sociais que a estrutura de atendimento de Saúde pública na cidade entrou em colapso por conta dos atendimentos de cidadãos infectados por COVID-19 no município. 

(mais…)

Ler Mais

Sem conseguir comprar cilindros de oxigênio, HCR para de receber novos pacientes em Ji-Paraná, RO

A administração disse ao G1 que não falta oxigênio para os pacientes já internados e há o “suficiente para cuidar daqueles que já estão na unidade”, porém não existe a possibilidade de abertura de novos leitos.

Por Ana Kézia Gomes, G1 RO

O Hospital Cândido Rondon (HCR) em Ji-Paraná (RO), informou nesta sexta-feira (15) que não consegue comprar cilindros de oxigênio e que por isso não receberá novos pacientes na unidade de saúde. O hospital diz que atingiu a capacidade máxima de lotação em todos os leitos destinados a pacientes com Covid-19.

(mais…)

Ler Mais

“O pior de tudo em Manaus é a sensação de impotência”

Cilindros que chegam de outros estados não aplacam a crise. Médicos e enfermeiros relatam estarem mantendo pacientes vivos com ventilação manual: “É inviável do ponto de vista físico e emocional”.

Por Nádia Pontes, Deutsche Welle

Nem a estruturada Fundação de Medicina Tropical do Amazonas, criada há mais de quatro décadas, escapa da crise em Manaus provocada pela falta de oxigênio. “Eu me formei há 47 anos, passei por algumas epidemias aqui no estado, mas nunca tinha visto algo dessa natureza. O pior de tudo é a sensação de impotência”, desabafa o diretor Marcus Vinítius de Farias Guerra.

(mais…)

Ler Mais

Sem leitos públicos, população de Manaus improvisa tratamento contra covid em casa

“As pessoas estão com medo de precisarem ser internadas porque não tem vaga”, relata moradora

Catarina Barbosa, Brasil de Fato

A segunda onda da covid-19 no estado do Amazonas apresenta números alarmantes. Dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) apontam que tanto o número de mortes como o de novas contaminações mais que dobraram nas últimas semanas. O Brasil de Fato ouviu moradores da capital, Manaus, que narraram um cenário que mistura medo, indignação e revolta. 

(mais…)

Ler Mais

MPs e Defensorias Públicas entram com ação para que governo federal garanta oxigênio em hospitais do Amazonas

Pedidos requerem que União providencie imediatamente transporte de oxigênio de outros estados e transfira por via aérea pacientes da rede desabastecida, entre outros itens

O Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público do Estado do Amazonas (MP/AM), o Ministério Público do Trabalho (MPT), o Ministério Público de Contas (MPC), a Defensoria Pública da União (DPU) e a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE/AM) apresentaram pedido de tutela de urgência à Justiça Federal para assegurar o fornecimento regular de oxigênio para hospitais e demais unidades de saúde do Amazonas e garantir o atendimento aos pacientes do estado diante da pandemia de covid-19.

(mais…)

Ler Mais

Por que a história se repete em Manaus?

por Raquel Torres, em Outra Saúde

O COLAPSO SE CONFIRMA

Faz pelo menos um mês que uma grande tragédia em Manaus – e mesmo no Amazonas como um todo –  se anuncia. Desde setembro e outubro, especialistas já observavam uma tendência de crescimento nos casos e internações e pediam medidas preventivas. Em meados de dezembro, o Hospital Delphina Aziz, referência para covid-19 na capital, já atingira quase 100% da ocupação de seus leitos de UTI. Na rede privada a situação era a mesma. No dia 26 de dezembro – portanto, logo após aquele que costuma ser um dos períodos de maior movimento nas cidades –, um decreto estadual proibiu o funcionamento de atividades não-essenciais por 15 dias, e foi seguido pelos protestos de uma multidão no centro de Manaus. O governo do estado cedeu: shoppings, bares e o comércio em geral reabriram no dia 28

(mais…)

Ler Mais