O surto de sarampo nas Américas. “As doenças infecciosas são um assunto antigo? Mas estão aí!” Entrevista especial com Marilda Siqueira

por João Vitor Santos, em IHU On-Line

As estratégias adotadas na década de 1990 para combater o sarampo possibilitaram que os países das Américas recebessem a certificação de eliminação do sarampo em 2016. Entretanto, com os surtos da doença na região, as Américas estão em vias de “perder essa certificação, porque a Venezuela está com um surto ou uma epidemia de sarampo há mais de um ano, o Brasil está há praticamente seis meses com um surto de sarampo, a Colômbia também e já foram detectados casos em outros países sul-americanos”, alerta Marilda Siqueira à IHU On-Line, na entrevista a seguir, concedida por telefone. (mais…)

Ler Mais

É preciso destacar a dedicação e persistência dos gestores descentralizados e trabalhadores do SUS

Nelson dos Santos faz a ressalva ao mesmo tempo que destaca a prevalência do velho modelo de atenção privatista, assistencialista e mercantilizado

por Vitor Necchi, em IHU On-Line

O SUS é um processo inacabado porque, nos seus 30 anos de funcionamento, “na prática, predominou nas políticas de Estado a hegemonia dos interesses e estratégias da acumulação do capital”, avalia o médico Nelson Rodrigues dos Santos. No seu entendimento, para a implementação plena do sistema falta “a conscientização/mobilização democrática das maiorias na sociedade, capazes de elevar o pacto social a patamar mais civilizado e a um Estado com novas estratégias e prioridades”. (mais…)

Ler Mais

MPF envia ao Senado nota técnica sobre proposta de criação do Estatuto do Cigano

Sugestões encaminhadas ao Congresso Nacional visam adequar o texto do estatuto à Constituição Federal e às normas internacionais que tratam dos povos ciganos

Procuradoria-Geral da República

O Ministério Público Federal (MPF) enviou ao Senado nota técnica sobre o projeto de criação do Estatuto Cigano (PLS 248/2015), em tramitação na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa. O documento, produzido pela Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais (6CCR), ressalta que a proposta é “extremamente meritória e oportuna”, mas apresenta aos parlamentares nove sugestões de melhoria no texto. As propostas de alterações já foram apresentadas ao autor da proposta, senador Paulo Paim (PT/RS). O intuito do MPF é adequar o projeto do Estatuto à Constituição Federal e às normas internacionais que tratam dos povos ciganos – em especial a Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT). (mais…)

Ler Mais

Monsanto é condenada a pagar multa milionária por herbicida com glifosato

Júri da Califórnia condena Monsanto a indenizar homem que afirma ter contraído câncer após uso de produto com glifosato. Esse pode ser primeiro de muitos processos que empresa comprada pela Bayer tem pela frente.

Na DW

Um júri da Califórnia condenou nesta sexta-feira (10/08) a companhia Monsanto a pagar 289 milhões de dólares em indenizações a um homem que afirma ter contraído câncer devido à exposição a um herbicida da empresa que contém glifosato. (mais…)

Ler Mais

Abrascão em Manguinhos Parte 2: A favela ocupa os espaços acadêmicos

Esta é a segunda matéria, de uma série de duas partes, que traz entrevistas com dois integrantes das mesas do 12° Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (ABRASCÃO) em Manguinhos.  Na primeira matéria sobre o 12° Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva (ABRASCÃO) relatamos sobre a importância de se discutir sobre saúde coletiva, o fortalecimento de direitos, especialmente do acesso aos serviços públicos de saúde, através da entrevista com Leonídio Santos, coordenador da Cooperação Social da Fiocruz.

Por Edilano Cavalcante, no Rio On Watch

Como forma de popularizar o debate, o Fala Manguinhos! realizou em sua página a cobertura do evento, transmitindo vídeos ao vivo. Um dos momentos que capturamos foi uma importante fala de Patrícia Evangelista, moradora de Manguinhos, militante e sócia-fundadora da Organização Mulheres de Atitude. (mais…)

Ler Mais

Se o SUS não for prioridade absoluta, o Brasil terá dois sistemas de saúde: um para os pobres e outro para a classe média. Entrevista especial com José Gomes Temporão

por João Vitor Santos, Vitor Necchi e Wagner Fernandes de Azevedo, em IHU On-Line

Apesar de os princípios conceituais que orientam o Sistema Único de Saúde – SUS estarem garantidos na Constituição de 88 e na Lei Orgânica do Sistema de Saúde, nos últimos 30 anos, em vez de se apostar num “sistema integrado, onde o Estado tem o controle do conjunto da rede pública e privada, houve um desenvolvimento desconectado, em paralelo, de dois subsistemas”, o público e o privado, resume o médico sanitarista José Gomes Temporão na entrevista a seguir, concedida à IHU On-Line por telefone. Esse cenário, afirma “é uma das grandes contradições do sistema hoje: seus princípios filosóficos e suas garantias constitucionais estão em pleno vigor, mas, do ponto de vista prático, o que se vê é uma gradual fragilização – apesar dos avanços – do sistema público e um fortalecimento do setor privado”. (mais…)

Ler Mais

ABRASCÃO em Manguinhos Parte 1: Um Grande Encontro Sobre Saúde Coletiva

Por Edilano Cavalcante, RioOnWatch e Fala Manguinhos!

A Fiocruz recebeu entre os dias 26 e 29 de julho o 12° Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, organizado pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO). O evento, apelidado de ABRASCÃO, tinha como tema esse ano o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), dos direitos e da democracia. Essas discussões são de especial importância em um cenário atual que inclui o desmonte do SUS, retrocessos nas leis trabalhistas, a desqualificação da educação pública (desde o ensino de base até o universitário), privatizações dos bens e reservas nacionais, em sua maioria sem a participação, para não dizer a aprovação, da população. (mais…)

Ler Mais

A pedido do MPF, Justiça determina suspensão de registro de produtos que contenham herbicidas

Substâncias são nocivas à saúde humana e a reavaliação dos registros dos agrotóxicos é adiada há anos

A Justiça Federal do DF acolheu pedido do Ministério Público Federal (MPF/DF) e determinou que todos os produtos que possuam como ingredientes ativos abamectina, glifosato ou tiram tenham os registros suspensos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em até 30 dias. A decisão liminar proibiu ainda que a agência reguladora conceda novos registros de agrotóxicos que contenham essas substâncias. (mais…)

Ler Mais

“Os planos de saúde são historicamente patrocinados pelo Estado”

O economista Carlos Ocké-Reis explica – com números – como o Estado financia o setor privado na saúde

Por Raquel Torres, do Outra Saúde

Engana-se quem pensa que os planos de saúde são mantidos apenas com os pagamentos dos beneficiários. Sabe aquele valor que as pessoas pagam na mensalidade e que, no fim do ano, deduzem do cálculo do Imposto de Renda? Em 2015 esse montante foi de mais de R$ 8 bilhões. Somando com as deduções das consultas avulsas e procedimentos diversos, com os abatimentos concedidos a empregadores, com as desonerações fiscais a indústria farmacêutica e os hospitais filantrópicos, o valor dos subsídios do Estado ao setor privado na saúde chegou a R$ 32,5 bilhões, só naquele ano. (mais…)

Ler Mais