Parceria entre MAB e Fiocruz vai estruturar coletivos de saúde em todo o país

A cooperação técnica tem o objetivo de divulgar o conhecimento científico e popular sobre saúde coletiva e estimular a formulação de políticas públicas adequadas para os atingidos por barragens

No Mab

Após a realização conjunta de um amplo levantamento das condições de saúde das populações atingidas por barragens no Brasil, em 2024, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e Fiocruz celebram uma nova parceria com o intuito de estruturar nacionalmente coletivos de saúde em oito estados impactados por barragens e mudanças climáticas. (mais…)

Ler Mais

O que significa mexer no piso da Saúde? Por Gabriela Leite

Poder econômico e mídia ampliam pressões para corte de gastos sociais – inclusive no SUS. Ministério da Fazenda é ambíguo. Lula prometeu reforçar investimentos públicos na área, que hoje equivalem a menos de 30% da despesa com juros

No Outra Saúde

O governo eleito para representar os anseios da população e reverter os desmontes do Estado está abrindo brechas críticas para a interferência do “andar de cima”. Um dos sinais dessa tendência está nos pisos constitucionais da Saúde e da Educação. Dois movimentos simultâneos, ocorridos nos últimos dias, mostram que há um grave conflito em relação ao orçamento público. Ele originou-se com a aprovação do Arcabouço Fiscal, em 2023. (mais…)

Ler Mais

Acordo das Pandemias: um fracasso esperado

Desde o início, países ricos sabotaram a negociação do tratado, buscando torná-lo inócuo. Prazos corridos terminaram de inviabilizá-lo, por hora. Novas rodadas só terão sentido com objetivo claro para o texto: equidade e justiça na Saúde Global

por Guilherme Arruda, em Outra Saúde

Neste sábado (1º/6), a 77ª edição da Assembleia Mundial da Saúde, espaço deliberativo que reúne anualmente os países-membros da Organização Mundial da Saúde (OMS), concluiu-se sem a realização de seu maior objetivo: aprovar o Acordo das Pandemias. Durante os últimos dois anos, negociações em torno do texto do tratado foram travadas com a perspectiva de se encerrar a tempo da Assembleia deste ano – mas uma série de desentendimentos entre os Estados levaram ao naufrágio do plano. (mais…)

Ler Mais

A bomba relógio dos planos de saúde

Em algumas capitais e regiões de grandes indústrias, mais de 50% da população recorre à saúde privada. Por isso, reajustes e cancelamentos abusivos são problemas nacionais. É urgente regular o setor – sem perder de vista a luta pelo SUS

por Rudá Ricci, em Outras Palavras

Célio Turino, a locomotiva que colocou os Pontos de Cultura como o maior plano estratégico do país na área cultural, enviou uma mensagem para mim nos últimos dias sugerindo atenção para a bomba relógio que está prestes a explodir: os planos de saúde. (mais…)

Ler Mais

Guerra da Ucrânia alavancou exportações de amianto do Brasil

Contrariando tendência global, exploração do produto avança no Brasil em meio a limbo jurídico. Mais de 60 países já proibiram o material devido aos riscos para a saúde.

Por Matheus Gouvea de Andrade,na DW

Recentemente, os Estados Unidos deram novos passos no banimento do amianto, que já ocorre em mais de 60 nações. Por sua vez, no Brasil, o tema se encontra em um limbo jurídico, já que a utilização do produto foi proibida, mas sua exportação prossegue – e avança. (mais…)

Ler Mais

Maconha: quanto mais resistirá o proibicionismo?

Congresso de cannabis medicinal expõe o óbvio: está cada vez mais disseminado, entre pesquisadores, cidadãos e até no “mercado”, que o uso da planta traz enormes benefícios para pessoas doentes e saudáveis. Massa crítica conseguirá acelerar o debate?

por Gabriel Brito, em Outra Saúde

Foi realizado na semana passada em São Paulo, no pavilhão de exposições do Center Norte, o 3º Congresso Brasileiro de Cannabis Medicinal. Divididos em eixos temáticos, como medicina, veterinária, negócios e agricultura, os três dias de evento receberam expositores de diversas áreas para defender o avanço da legislação brasileira em favor da liberação do uso social e médico da maconha e seus derivados. (mais…)

Ler Mais

O que Lula precisa vetar no PL das Cobaias

Para entidades, projeto aprovado pelo Congresso piora transparência dos estudos das farmacêuticas com humanos. Se quiser defender a ética em pesquisa, elas dizem, Governo Federal deve barrar trechos da lei

por Guilherme Arruda, em Outra Saúde

Nesta terça-feira (28/5), se encerrou o prazo para que o presidente Lula vete o Projeto de Lei 6.007/2023. O “PL das Pesquisas Clínicas”, como ele é conhecido, também tem sido chamado por alguns de seus críticos pelo apelido de “PL das Cobaias” ou “PL das Cobaias Humanas”. (mais…)

Ler Mais