Ana Cláudia Quintana Arantes: “Morrer é o nosso maior exercício de entrega”

Ana Cláudia Quintana Arantes defende que a medicina tem de saber acompanhar os que morrem, respeitando-os. Considera que a missão dos cuidados paliativos é a de “oferecer às pessoas a oportunidade de viverem até ao dia que a morte chega” e permitir-lhes cumprir com os outros “maior exercício de entrega” Está em Portugal a lançar o seu livro “A Morte é um dia que vale a pena viver”

Por São José Almeida, no Público

Nasceu, estudou Medicina e exerce-a em São Paulo, no Brasil. Ana Cláudia Quintana Arantes tem 50 anos e há mais de 20 que se dedica à especialidade de cuidados paliativos, sendo também médica geriatra e gerontologista. É uma das pioneiras em paliativos no Brasil, disciplina que lecciona como professora universitária.

(mais…)

Ler Mais

PFDC se manifesta contra veto de governador a projeto de lei que trata do reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais em SC

Para órgão do MPF, o PL 48/2017 – já aprovado pela Assembleia Legislativa – reafirma necessidade da administração estadual respeitar direito de autodeterminação identitária na perspectiva do nome social

O veto do governador de Santa Catarina ao Projeto de Lei 48/2017, que trata do uso do nome social e do reconhecimento da identidade de gênero de travestis e transexuais no âmbito da administração e das escolas públicas do estado, levou a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal, a emitir, nesta segunda-feira (21), posicionamento contra a medida.

(mais…)

Ler Mais

Nota do CONIC sobre o Decreto que facilita a posse de armas

Foi realizada, nos dias 17 e 18 de janeiro, em Brasília, mais uma reunião de Diretoria do CONIC. Na pauta do encontro estava a preparação para a Assembleia deste ano – de 28 a 30 de maio – a reunião conjunta com a diretoria da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE), em Salvador, nos dias 4 e 5 de abril, além do encontro entre igrejas brasileiras e palestinas (confira a matéria aqui). Um dos encaminhamentos do encontro foi a elaboração de uma nota a respeito do Decreto presidencial que, na prática, facilitou o acesso de pessoas a armas de fogo.

Confira a nota:

(mais…)

Ler Mais

“Fora Renova, queremos Samarco!”, exigem pescadores atingidos em Baixo Guandu

Manifestantes só liberarão a estrada de ferro da Vale na presença de representantes das empresas

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

“O que eles estão fazendo está errado!”, suplica o pescador Litunoy Araújo, de Colatina, um dos mais de mil manifestantes que bloqueiam a estrada de ferro da Vale em Baixo Guandu. “O Rio Doce não pertence mais à União, pertence à Samarco, à Vale e à BHP. Os juízes não pertencem mais ao Judiciário, pertencem à Samarco, à Vale e à BHP. E nós, atingidos, somos os criminosos que jogaram lama no rio”, ironiza, com tristeza, durante o protesto pacífico que ele e mais de mil pescadores atingidos realizam em Baixo Guandu, nesta segunda-feira (14).

(mais…)

Ler Mais

PFDC solicita esclarecimentos ao Ministério da Saúde sobre retirada de cartilha de saúde para homens trans

Segundo informações veiculadas pela imprensa, a ação teria como motivo a revisão e a correção do material. MPF requisitou argumentos técnicos que expliquem a necessidade da medida

A iniciativa do Ministério da Saúde em retirar do ar a cartilha “Homens Trans: vamos falar sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis?” motivou a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), órgão do Ministério Público Federal (MPF), a oficiar nesta quarta-feira (9) o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber Oliveira, em busca de esclarecimentos sobre o assunto.

(mais…)

Ler Mais

Buscar trabalho no “liquidificador de gente” do Nordeste

Complexo portuário em Pernambuco volta a crescer em meio a questões ambientais, mas emprego não se recuperou. Criar vagas é desafio da retomada prometida por Bolsonaro

por Marina Rossi, em El País

Desempregado na cidade onde vivia, Camaçari, na Bahia, o pintor industrial Ubiray de Carvalho Santos decidiu se mudar às pressas para Pernambuco, a mais de 800 quilômetros de distância, quando soube que ali poderia haver uma nova oportunidade de trabalho. “Soube que tinha emprego e vim”, conta o trabalhador de 43 anos, sobre sua mudança para o Cabo de Santo Agostinho, a 40 quilômetros do Recife, em 2009. Ele vendeu o pouco que tinha e partiu, em um esforço que, naquela época, não foi em vão. Ao longo de cinco anos, Santos conseguiu estabilidade trabalhando na construção do Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros, conhecido também como Porto de Suape, hoje o quarto maior porto público do país em movimentação de carga.

(mais…)

Ler Mais

Assassinado o primeiro trabalhador rural do governo Bolsonaro

O ataque acorreu em Colniza, no Mato Grosso. De 2003 até agora foram registrados 16 assassinatos em conflitos agrários no município

Por Lina Marinelli, no Jornalistas Livres

Começou. Oito trabalhadores rurais ligados à Associação Gleba União foram atacados por capangas da Fazenda Agropecuária Bauru hoje em Colniza, a 1065 km de Cuiabá. A fazenda pertence ao ex-deputado José Riva e ao ex-governador Silval Barbosa. Um dos agricultores está morto e vários estão feridos gravemente. A Comissão Pastoral da terra conta que o grupo estava indo buscar água no Rio Traira para levar ao acampamento, onde estão desde outubro do ano passado. Parece insano, cruel, tenebroso, e é. Os atiradores dizem que houve “troca” de tiros. Dá pra acreditar em troca, quando só um lado morre? A segurança da fazenda é feita pela empresa Unifort Segurança Patrimonial.

(mais…)

Ler Mais

Projeto artístico nas ruas expõe discurso de ódio contra população LGBT

Criado por designer periférico como trabalho de conclusão de curso, ‘Lambe da esquina’ tem como objetivo explicitar ataques e causar reflexão na sociedade

Por Paloma Vasconcelos, na Ponte

A violência contra LGBTs, do discurso de ódio aos assassinatos, é tema central de uma pesquisa feita por Bruno Herbert, 22 anos, morador de Parelheiros, periferia da zona sul de São Paulo, a fim de explicitar os danos causados pelo discurso de ódio e gerar reflexão da população como um todo. O projeto foi apresentado como TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) de design gráfico no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e ganhou corpo ao ser disseminado pelas paredes da cidade.

(mais…)

Ler Mais

Asbran repudia medida do governo que altera a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional e extingue atribuições do Consea

Associação Brasileira de Nutrição

Em defesa da manutenção das políticas públicas de combate à fome e do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA), em defesa da garantia dos princípios e diretrizes que norteiam o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – Sisan, a Associação Brasileira de Nutrição – Asbran vem a público repudiar com firmeza e coerência ato do presidente da República Jair Messias Bolsonaro que revogou, no dia 1º de janeiro, por medida provisória, todos os artigos da Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan) que tratam do Consea – Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. 

(mais…)

Ler Mais