Meses após greve, funcionários do Mundial voltam a cruzar os braços e são demitidos 24h depois

Por Juliana Gonçalves, The Intercept Brasil

Em novembro, um corte nas horas extras levou os funcionários da rede de supermercados Mundial, no Rio de Janeiro, a entrarem em greve. Nos meses seguintes, os grevistas passaram a ser perseguidos e mandados embora aos poucos, por motivos diversos. Agora, nove meses depois, trabalhadores da rede cruzaram os braços novamente, mas dessa vez a reação foi mais rápida: menos de 24 horas após a paralisação, ao menos 40 pessoas foram demitidas. (mais…)

Ler Mais

Governo busca vítimas de trabalho escravo da fazenda Brasil Verde

País foi condenado a indenizar 128 pessoas; 61 já foram localizados

Por Pedro Peduzzi, em Agência Brasil – EBC

O Ministério dos Direitos Humanos (MDH) quer localizar 67 pessoas submetidas ao trabalho escravo na Fazenda Brasil Verde, no Pará, para indenizá-las e cumprir, assim, determinação da Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). Em 2016, a Corte condenou o Estado brasileiro a indenizar um grupo de 128 agricultores por não prevenir a prática de trabalho escravo moderno e de tráfico de pessoas. Até o momento, 61 trabalhadores já foram localizados e receberam R$ 7,89 milhões em indenizações. (mais…)

Ler Mais

Nancy Fraser: necessitamos de “reformas não-reformistas”

Diante do crescimento do populismo de direita em todo o mundo, Nancy Fraser sustenta: há revolta positiva no ar; é preciso dar-lhe sentido

Entrevista a Shray Mehta, no Outras Palavras

“Quando emergem na cena política personagens como Jair Bolsonaro, parte da esquerda tende a uma atitude defensiva. Em face de um perigo corretamente associado ao fascismo e à violência, seria o caso de preservar a normalidade do sistema institucional, e mesmo de convocar alianças em seu favor. A repercussão que o discurso de ódio encontra entre parcelas amplas da sociedade indicaria que é hora de refrear o passo, até que a onda regressiva se esvazie. (mais…)

Ler Mais

MPF realiza diligência para colher mais elementos relacionados à Chacina de Unaí

Procuradores estiveram no local da chacina e conversaram com a viúva de um dos auditores assassinados

Procuradoria Regional da República da 1ª Região

O Ministério Público Federal realizou, no dia 3 de agosto, diligência no município de Unaí (MG) para verificar o local em que quatro servidores do Ministério do Trabalho foram mortos a tiros quando se dirigiam para fiscalização em uma fazenda da região. O caso ficou conhecido como Chacina de Unaí e o julgamento das apelações dos mandantes e intermediários do crime (já condenados em 1ª instância) está para ser marcado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). (mais…)

Ler Mais

Organismos e Pastorais da CNBB apresentam manifesto público “Resistência democrática, unidos pela justiça e paz”

A ênfase que se dá ao combate à corrupção dissocia-se do enfrentamento às gritantes desigualdades sociais.

No Cimi

Organismos e pastorais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) apresentaram nesta terça-feira (14) manifesto público Resistência democrática, unidos pela justiça e paz” com análise de conjuntura política nacional e 10 propostas para construir programa que seja uma referência e orientação nas eleições gerais e que possa movimentar a espiral de cidadania e do bem comum. (mais…)

Ler Mais

Brasil troca empregado formal por ambulante de comida e motorista de Uber. Por Leonardo Sakamoto

No Blog do Sakamoto

A crise não está apenas jogando milhões de pessoas para a informalidade, mas também mudando a composição do emprego em setores da economia. Com base em dados do IBGE, reportagem de Ana Conceição, no Valor Econômico, desta segunda (13), mostra que áreas como alimentação e transporte, com alta incidência de trabalho sem carteira, já contam com mais trabalhadores do que no início da crise. (mais…)

Ler Mais

Ministro do Trabalho manteve funcionários sem carteira – e agora atrapalha os próprios fiscais

Por Piero Locatelli, no The Intercept Brasil

Auditores fiscais do Trabalho encontraram duas pessoas trabalhando sem carteira assinada em uma fazenda no interior de Minas Gerais. Um depósito com agrotóxicos ficava perto do refeitório dos funcionários, onde havia grande risco de contaminação. Acuado, o fazendeiro se irritou, disse que os auditores mentiram e, aos gritos, prometeu desmoralizá-los.

(mais…)

Ler Mais

MPF/MG: Produtor de carvão é condenado por manter trabalhadores em condições degradantes

13 trabalhadores estavam em situação análoga a de escravos na zona rural de Matias Cardoso(MG)

Ministério Público Federal em Minas Gerais

O Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG), por meio da Procuradoria da República em Montes Claros, obteve a condenação de um produtor de carvão do perímetro irrigado de Jaíba, zona rural de Matias Cardoso, MG, por manter 13 trabalhadores em condições análogas a de escravos, submetendo-os a condições degradantes de trabalho. (mais…)

Ler Mais

Brasil tem 65,6 milhões fora da força de trabalho, informa IBGE. É o resultado mais alto da série histórica

“Segundo o IBGE, dos 91,2 milhões de ocupados, ao menos 40,6% (ou 37,060 milhões) estão no mercado informal, em posições como trabalho no setor privado sem carteira assinada, trabalhador doméstico sem carteira, empregador sem CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e trabalhador por conta própria sem CNPJ.”

Por Lucas Vettorazzo, na Folha

O número de pessoas que não trabalham e nem procuram emprego bateu recorde no país. Apesar da taxa de desemprego ter desacelerado no segundo trimestre do ano, o contingente fora da força de trabalho chegou a 65,6 milhões, alta de 1,2% sobre o período anterior e o mais alto da série histórica do IBGE, iniciada em 2012, informou o órgão nesta terça-feira (31). (mais…)

Ler Mais

Abrascão: Crise, precarização do trabalho e consequências para a saúde

Retrocessos no mundo do trabalho em consequência da crise do capital e seus efeitos sobre a saúde dos trabalhadores e o SUS foi tema de mesa-redonda no Abrascão

Portal EPSJV/Fiocruz

Discutir a crise do capitalismo e as consequências para as políticas sociais em geral, e para a saúde especificamente, dos retrocessos nos direitos trabalhistas foi o objetivo de uma mesa-redonda promovida na manhã de sexta-feira (27) durante o 12º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, o Abrascão. A mesa reuniu os pesquisadores Plínio de Arruda Sampaio Junior, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Ivanete Boschetti, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Vera Navarro, da Universidade de São Paulo (USP) campus Ribeirão Preto. (mais…)

Ler Mais