Negros são 64% dos desempregados, 66% dos domésticos e 67% dos ambulantes

Segundo o IBGE, desemprego e exclusão atingem mais pretos e pardos (classificação do instituto), mulheres e nordestinos

Na RBA

São Paulo – O desemprego e a exclusão do mercado de trabalho atingem, principalmente, pretos e pardos (classificação usada pelo IBGE), mulheres e moradores da região Nordeste, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, com dados regionais divulgados hoje (17) pelo instituto. Dos 13 milhões de desempregados no país, 8,3 milhões (63,7%) eram pretos ou pardos. A taxa de desemprego entre eles foi de 14,6%, enquanto a dos brancos chegou a 9,9%. (mais…)

Ler Mais

‘Não me pagaram pelo meu trabalho’: a inusitada queixa trabalhista deixada em roupas da Zara na Turquia

“Eu fiz este item que você vai comprar, mas não fui paga por isso!” Clientes da Zara em Istambul, capital da Turquia, se depararam com etiquetas contendo este texto atípico em peças de roupas, escondidas nas dobras de calças jeans ou no bolso de jaquetas

Selin Girit – BBC Brasil / IHU On-Line

Longe de serem mensagens enviadas por alguém preso ou em apuros, esta foi a forma surpreendente que funcionários da companhia local Bravo Tekstil, que produzia roupas para a Zara e outras grandes marcas internacionais como Next e Mango, encontraram para fazer um protesto sobre sua situação. (mais…)

Ler Mais

Temer mantém prejuízo ao trabalhador com alterações na Reforma Trabalhista

Por Ana Magalhães e Leonardo Sakamoto, no blog do Sakamoto

Michel Temer editou, nesta terça (14), uma medida provisória com ajustes à Reforma Trabalhista. As mudanças encaminhadas ao Congresso Nacional, que passam a valer no momento de sua publicação, haviam sido acordadas com os senadores da base do governo para que aceitassem aprovar o texto vindo da Câmara dos Deputados sem alterações. (mais…)

Ler Mais

O macartismo judicial avança: quem serão os próximos?

“Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se aproximam…”
(Eduardo Alves da Costa, Fragmento de “No Caminho com Maiakóvski”)

Por Carlos Eduardo Oliveira Dias , no Justificando

Os tempos no Brasil são obscuros. O hiato institucional, causado por um controvertido processo de afastamento da Presidenta da República, parece ter rompido também as fronteiras da civilidade, a ponto de permitir que um Governo sem legitimidade popular e sustentado por interesses aristocráticos, violasse flagrantemente os poucos avanços sociais de nossa combalida história. (mais…)

Ler Mais

Precarização: Reforma trabalhista entra em vigor para ‘baratear’ brasileiro

por André Barrocal, Carta Capital

A nova lei trabalhista, assinada em julho pelo presidente Michel Temer, entrou em vigor nesse sábado 11. É a mais profunda mudança no mercado de trabalho no País após oito décadas do legado de Getúlio Vargas, o criador da carteira profissional (1932), da Justiça do Trabalho (1941) e da CLT (1943). (mais…)

Ler Mais

O fim do mundo do trabalho já começou

Y tengo que apagar la vela, pero no la esperanza. Esa … ni muerto.
(Subcomandante Insurgente Marcos, EZLN, Chiapas, México)

Por Átila Da Rold Roesler, no Justificando

Neste sábado, 11 de novembro de 2017, o fim de mundo do trabalho começou com a entrada em vigor da Lei n. 13.467/2017 que alterou mais de 200 dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), retirando diversos direitos trabalhistas da classe operária e até mesmo impedindo o acesso do trabalhador ao Poder Judiciário. (mais…)

Ler Mais

A Reforma Trabalhista passa a valer hoje. Aos trabalhadores, meus pêsames, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Como foi feita a Reforma Trabalhista, que passa a valer neste sábado (11)? A partir de meia dúzia de propostas encaminhadas pelo Palácio do Planalto, ela ganhou corpo na Câmara dos Deputados com dezenas de acréscimos. Grosso modo, o texto final foi inspirado por demandas apresentadas por confederações empresariais e grandes empresas e por posições derrotadas em julgamentos no Tribunal Superior do Trabalho – posições que significaram perdas a empresários e ganhos a trabalhadores. Ou seja, foi uma forma rápida de dar um cavalo de pau na relação entre patrões e empregados. (mais…)

Ler Mais

Corte Interamericana poderá ser acionada contra reforma trabalhista

Segundo o presidente da entidade, Roberto Caldas, isso somente ocorrerá após esgotadas as instâncias internas brasileiras

No MPT

Brasília A Corte Interamericana de Direitos Humanos poderá ser acessada para questionar pontos da reforma trabalhista que firam dispositivos de tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário. De acordo com o presidente da entidade, Roberto Caldas, este é, no entanto, o último recurso destinado a este fim, devendo antes todas as instâncias e medidas internas possíveis serem esgotadas. “Quem primeiro pode analisar é a Justiça brasileira. O Ministério Público, a Advocacia podem provocar o Judiciário brasileiro”, explicou Caldas. (mais…)

Ler Mais

Se assediam juízes, o que não farão com os trabalhadores?

Por Jorge Luiz Souto Maior , no Justificando

O lado bom da compreensão histórica das relações sociais é o de que o tempo não para e, portanto, aquilo que até determinado momento não se conseguia ver, diante das novas correlações que são criadas, vai se tornando claro.

Concretamente, está cada vez mais evidente que o país vivencia, em grau que vem se acentuando, um momento de ruptura democrática, com o aumento do poder do grande capital e a fragilização das instituições, incluindo a própria classe política. (mais…)

Ler Mais

Tribunal condena M.Officer por escravidão. Empresa pode ser banida de SP

Por Leonardo Sakamoto e Piero Locatelli – Blog do Sakamoto

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo manteve a condenação da M5 Indústria e Comércio, proprietária da marca M. Officer, por submeter trabalhadores a condições análogas à de escravo nesta quarta (8). A decisão, que confirma a sentença de primeira instância, pode levar a empresa a ser proibida de vender produtos no Estado de São Paulo por dez anos. (mais…)

Ler Mais