Trabalho informal sem direito à quarentena: “Se eu ficar em casa como vou sobreviver?”

Diaristas, motoristas, entregadores e ambulantes contam à Agência Pública como têm passado os primeiros dias de recomendação de isolamento em São Paulo

Por Julia Dolce, Rute Pina, A Pública

Após entrar em seis lojas do centro de São Paulo à procura de um recipiente de 60ml para vender álcool em gel, a ambulante Ana Santana, de 30 anos, desistiu. Conformada, ela explicou: “Todos os marreteiros estão vendendo álcool em gel. Eu precisava das embalagens deste tamanho porque já mandei fazer os rótulos”. Acostumada a vender chocolates na Linha 7-Rubi da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), ela acordou às 7 da manhã na terça-feira (17) para organizar a mercadoria com maior demanda no momento.

(mais…)

Ler Mais

Para trabalhador informal, efeitos do coronavírus serão ainda piores

Por Douglas Gavra, Estadão

“Eu já nem sei se tenho mais medo de ficar doente ou de ficar sem trabalho”, resume o entregador Daniel Aprigio, de 27 anos – três deles trabalhando com aplicativos. “Não consigo ficar sem os R$ 2 mil que ganho por mês. É pouco, mas é o que sustenta a minha família hoje. Os pedidos ainda continuam, mas podem cair. Estou bem preocupado.”  

(mais…)

Ler Mais

Desemprego, informalidade e desocupação afetam jovens na América Latina e no Caribe

ONU Brasil

Altas taxas de desemprego, informalidade e desocupação afetam quase 110 milhões de jovens na América Latina e no Caribe e representam o desafio na elaboração de estratégias eficazes para facilitar sua inserção no mercado de trabalho, disse o escritório regional da Organização Internacional do Trabalho (OIT) nesta segunda-feira (16), citando novos dados de um relatório sobre tendências de emprego.

(mais…)

Ler Mais

Liberação do amianto em Goiás: “a ‘Lei Caiado’ é um acinte”

Gabriel Brito*, Correio da Cidadania

Comprovados seus efeitos malignos na saúde humana, o amianto está banido em praticamente todos os grandes mercados do mundo, após mais de um século de exploração, em especial no ramo dos materiais de construção. Banida do Brasil desde 2017, sua exploração foi liberada pelo governo goiano em setembro de 2019 e, em fevereiro, a Eternit voltou a processar a substância. Sobre a questão, em meio ao forte desemprego e retração econômica, o Correio entrevistou Fernanda Giannasi, auditora do trabalho aposentada e fundadora da Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto.

(mais…)

Ler Mais

Tribunal condena acusado de submeter 11 pessoas a trabalho escravo no Pará

MPF recorreu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília (DF), após o réu ser absolvido pela Justiça Federal em Marabá (PA)

Ministério Público Federal no Pará

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) julgou procedente o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para condenar o proprietário de uma carvoaria no município de Eldorado do Carajás, no Pará, a pena de seis anos, quatro meses e quinze dias de prisão e ao pagamento de 144 dias-multa por ter o acusado submetido 11 funcionários a condições semelhantes às de escravo.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro tem pior média de resgate de trabalhadores em condição análoga à escravidão

Em seis meses, Bolsonaro fez apenas 10 resgastes. “Governo protege os escravocratas”, afirma especialista

Igor Carvalho, Brasil de Fato

Dados do Ministério da Economia mostram que o Brasil resgatou, entre janeiro de 2010 e junho 2019, 739 estrangeiros que trabalhavam no território nacional em condições análogas à escravidão. Em seus primeiros seis meses na Presidência da República, Jair Bolsonaro fez apenas dez resgates, uma média de 1,66 por mês, a pior entre os presidentes da última década.  

(mais…)

Ler Mais

ANPT repudia declaração do ministro da economia onde ele qualifica servidores públicos de parasitas

A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT) divulgou neste domingo (09) nota pública de repúdio sobre a manifestação do ministro da economia Paulo Guedes, na última sexta-feira (7), na qual ele qualifica os servidores públicos brasileiros de “parasitas”. Segundo a entidade, o ministro revela profundo desprezo e desconhecimento sobre a missão do funcionalismo público na concretização dos serviços públicos e governamentais.

(mais…)

Ler Mais

A uberização sem volta e a pedagogia do socialismo

É inútil esperar que um rompante ético afaste o capitalismo do ataque aos direitos sociais. História demonstra: só ameaçadas as corporações e os bilionários recuam. É preciso fazê-los temer por seus dedos, para que entreguem anéis

Por Gustavo Freire Barbosa*, em Outras Palavras

Dados recentes do IBGE apontam para uma leve diminuição nos índices de desemprego, fechando em 11,2% no trimestre encerrado em novembro, o que totaliza 11,9 milhões de pessoas. Há um ponto, porém, que chama a atenção: o aumento da informalidade, com alta de 1,2% ou de 24,6 milhões, recorde na série histórica do IBGE. Hoje, 41,4% dos trabalhadores brasileiros têm vínculos de trabalho precários. São quase 40 milhões cujos dias são de par em par, diria Cazuza.

(mais…)

Ler Mais