Os jovens kamikazes: como nascem as crianças-soldado das facções do Ceará

Por Nayara Felizardo , no The Intercept Brasil

Mateus* ouviu cochichos e achou estranho. Com apenas 14 anos, ele dividia o alojamento de um centro socioeducativo de Fortaleza com quatro adolescentes da sua idade, todos membros do Comando Vermelho.

Mas Mateus era um rival: havia jurado lealdade à facção Guardiões do Estado. O menino sentiu medo,  já sabia das mortes provocadas por disputas entre adolescentes de facções rivais dentro da instituição e precisava agir rápido.

(mais…)

Ler Mais

“Nem cadeia tem isso”

Clínica antidrogas tinha solitária, trabalho forçado e ameaças. Tudo pago pelo governo

Por Clarissa Levy, Thaís Ferraz, no The Intercept Brasil

Bruno* foi forçado a ficar seis dias e seis noites pelado, trancado em um cômodo menor que 6m². Sem banheiro, o adolescente de 16 anos precisava defecar em um ralo no canto da cela. O motivo do confinamento: ter tomado banho fora do horário determinado. “Nem cadeia tem isso”, ele resumiu a temporada em que passou preso na “cela solitária” de um centro de reabilitação para usuários de drogas chamado Comunidade Terapêutica Centradeq-Credeq, na área rural do município mineiro Lagoa Santa.

(mais…)

Ler Mais

Criança negra é arrastada para fora de estação por seguranças de metrô no RJ

Segundo testemunhas, menino de 12 anos estava cantando e dançando em plataforma da estação Botafogo quando, em discussão com seguranças, levou “gravata” e foi arrastado para fora da catraca

Por Leonardo Coelho, especial para a Ponte

Uma criança de 12 anos foi retirada à força por seguranças da estação Botafogo do metrô, na última quinta-feira (28/2), no Rio de Janeiro. Imagens mostram que um dos funcionários dá uma “gravata” no menino, que começa a chorar e gritar “está me machucando” enquanto outro o arrasta pelo braço.

(mais…)

Ler Mais

Vídeo: homem segura menino e manda filho agredir a criança, na Octogonal

O caso aconteceu no fim da tarde de domingo (9/12). Toda a sequência da agressão foi registrada em imagens do circuito interno. Polícia Civil investiga o caso

Por Isa Stacciarini, no Correio Brasiliense

Uma brincadeira entre crianças na quadra de um condomínio fechado, na Octogonal, virou caso de polícia. Um menino de 6 anos levou um soco no rosto, foi empurrado e caiu no chão. Os suspeitos são os pais de outro garoto da mesma idade. 

(mais…)

Ler Mais

Desaparecidos e esquecidos

Por Pedro Calvi / CDHM

“Minha filha estava a 120 metros da nossa casa quando desapareceu há 23 anos. Tinha 13 anos de idade, mas já com um corpo de mulher. Nesses anos todos vivi o mais profundo abandono e a mais profunda omissão por parte do Estado, que nunca fez nada para ajudar a encontrar ela. Os senhores não sabem o que é acordar todos os dias, todos esses anos, sem saber o que aconteceu com seu filho. Daria tudo para não estar aqui agora”, afirma Ivanisi da Silva Santos. Ela fundou a ONG paulista Mães da Sé junto com outra mãe de desaparecido. São filhos e filhas, crianças e adolescentes, que provavelmente foram vítimas de quadrilhas para o tráfico de órgãos, exploração sexual, adoção ilegal ou trabalho escravo. Desaparecidos por causa de um crime e esquecidos pelo Estado, que devia encontrá-los. (mais…)

Ler Mais

Menina denuncia padrasto por estupro após palestra sobre violência sexual, no ES

Padrasto, suspeito de cometer o crime, foi preso pela Polícia Civil. Caso aconteceu em Vila Velha, na Grande Vitória. Criança comentou sobre o ocorrido com uma professora.

Por André Rodrigues, G1 ES

Uma menina de onze anos, moradora de Vila Velha, na Grande Vitória, denunciou o próprio padrasto por maus tratos e abuso sexual. A vítima conseguiu contar sobre o que vinha passando a uma professora, após assistir a uma palestra sobre violência sexual na escola pública onde estuda. O homem foi preso. (mais…)

Ler Mais

Ação Civil Pública pede suspensão de convênio que oferece contraceptivos a jovens de abrigos em Porto Alegre

Termo de Cooperação prevê acesso das adolescentes ao método contraceptivo de longa duração SIU-LNG. Acordo foi firmado no dia 6 de junho. Empresa informa que anticoncepcional é eficaz. Método foi rejeitado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 2016

Por G1 RS

A Defensoria Pública da União, a Defensoria Pública do Rio Grande do Sul e a ONG Themis pediram a suspensão imediata da execução de um convênio que disponibiliza anticoncepcionais a adolescentes que vivem em abrigos em Porto Alegre. A Ação Civil Pública foi ajuizada nesta quarta-feira (12).

(mais…)

Ler Mais

MPF investiga aplicação de metodologia militar em escolas públicas municipais na Bahia

Inquérito civil busca conhecer a metodologia implementada mediante convênio entre a UPB e a PM/BA, que prevê, ainda, a contratação de militares da reserva sem concurso público para desempenharem funções escolares

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC) na Bahia instaurou inquérito civil público, em 10 de setembro, para acompanhar a aplicação da “metodologia e filosofia” de colégios militares em escolas públicas, anunciada por representantes do governo do estado. (mais…)

Ler Mais

Justiça do Amazonas condena a 151 anos quatro acusados por abuso sexual de meninas indígenas de São Gabriel

Outros cinco réus ainda serão julgados e uma pessoa foi absolvida dos crimes a pedido do Ministério Público. Na foto acima está Marcelo Carneiro, condenado a 68 anos em regime fechado (Foto: Alberto César Araújo/2013)

Por Elaíze Farias, no Amazônia Real

Manaus (AM) – Três comerciantes e um empresário foram condenados pela Justiça do Amazonas a penas que somam 151 anos de reclusão em regime fechado por crimes de exploração sexual contra meninas indígenas do município de São Gabriel da Cachoeira, na região do Alto Rio Negro, no norte do Amazonas (a 858 quilômetros de Manaus). Segundo as primeiras denúncias contra os réus,  eles ofereciam às vítimas, com idades entre nove e 14 anos, em troca da virgindade, aparelhos celulares, roupas, maçãs e bombons. (mais…)

Ler Mais

O fim da inocência

Por Pedro Calvi, da CDHM

“Três frases bastam. É questão de segundos. O criminoso, o pedófilo, lança a isca na internet e traz a vítima para o mundo real. Quando os pais percebem, o filho está aliciado há tempos”. O alerta é de Cassiana Saad de Carvalho, da unidade de repressão aos Crimes de ódio e à pornografia infantil na internet da Polícia Federal. Ela pontua o modo de agir dos abusadores e exploradores sexuais de crianças e adolescentes. Um tipo de crime que cresce no Brasil. De 2016 a 2017 houve um aumento de dez por cento de denúncias no Disque 100. Foram 20.330 casos de abuso sexual atendidos nesse serviço gratuito de denúncias de violações de direitos humanos. (mais…)

Ler Mais