Bolsonaro tenta se justificar ao cumprir ordem judicial de desculpas a Maria do Rosário, que ‘não merecia ser estuprada’. Advogados vão recorrer

Nota de retratação foi publicada após Bolsonaro ter sido condenado. Em fevereiro, ministro do STF rejeitou recurso da defesa do presidente e manteve indenização por danos morais.

Por Guilherme Mazui, no G1

O presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quinta-feira (13) em suas redes sociais uma nota de retratação na qual pede desculpas à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS), após determinação judicial (leia a íntegra ao final desta reportagem).

(mais…)

Ler Mais

Marina Ganzarolli: “Queria eu que o Judiciário valorizasse a palavra da vítima”

Advogada que trabalha com mulheres vítimas de violência afirma que PL de deputado do PSL apelidado de “Neymar da Penha” cria ainda mais barreiras às vítimas de estupro e encoraja potenciais agressores

Por Anna Beatriz Anjos, Andrea DiP, na Pública

Na última quarta-feira (6), o deputado federal Carlos Jordy (PSL-RJ) apresentou na Câmara projeto de lei que altera o artigo do Código Penal sobre “denunciação caluniosa”. Se aprovada a proposta, a pessoa condenada por fazer uma falsa acusação envolvendo “crimes contra a dignidade sexual” pode ter a pena aumentada em um terço. Jordy anunciou o fato no Twitter e não demorou para que o PL fosse apelidado como lei “Neymar da Penha”, em referência ao caso do jogador acusado de estupro por uma modelo.

(mais…)

Ler Mais

Licença para estuprar

Três mil estupros em serviços de saúde: nem em centros cirúrgicos e UTIs mulheres estão a salvo

Por Bruna de Lara, The Intercept Brasil

Era impossível gritar. O peso do enfermeiro sobre o corpo de Amélia da Cruz*, a mão que tapava sua boca e a que apertava seu pescoço garantiam seu silêncio. Imobilizada em um sofá do Hospital Santa Catarina no meio da madrugada, a cuidadora foi estuprada a poucos passos da idosa adormecida de que tomava conta. No quarto de um dos hospitais mais caros da cidade de São Paulo, em 15 de agosto de 2018, ela teve medo de morrer.

(mais…)

Ler Mais

Quem foi Alfredo Stroessner, ditador homenageado por Bolsonaro?

Mais de 18 mil pessoas foram torturadas e mais de 400 foram executadas ou desapareceram no stroessnismo

por Giovanna Galvani, em CartaCapital

Reverenciado por Jair Bolsonaro na posse do novo diretor-geral da Usina Itaipu-Binacional, em Foz do Iguaçu (PR) nesta terça-feira 26, o general paraguaio Alfredo Stroessner entra no rol dos repressores publicamente citados – e admirados – pelo presidente brasileiro. Bolsonaro o definiu como “um homem de visão, um estatista” pela atuação do ditador na construção da Usina. Foi no governo de Stroessner que as relações entre ambos países se estreitaram – devido, em grande parte, à existência de governos autoritários de militares dos dois lados.

(mais…)

Ler Mais

“O problema da violência sexual é político, não moral”. Entrevista com Rita Segato

IHU On-Line

“A notícia de uma agressão sexual se instala como um espetáculo nos meios de comunicação e isso tem que mudar”, disse a antropóloga Rita Segato, uma das grandes intelectuais latino-americanas, ao analisar o tratamento dado, na televisão, à denúncia de estupro de Thelma Fardin contra Juan Darthés. Também chamou a atenção sobre o risco de que se produza um efeito imitação como ocorre com as notícias de suicídios, e sobre a necessidade de superar o lugar de vítima da atriz. “Não quero somente consolar uma vítima que chora. O ponto é como educamos a sociedade para entender o problema da violência sexual como um problema político e não moral”, destacou Segato

(mais…)

Ler Mais

Menina denuncia padrasto por estupro após palestra sobre violência sexual, no ES

Padrasto, suspeito de cometer o crime, foi preso pela Polícia Civil. Caso aconteceu em Vila Velha, na Grande Vitória. Criança comentou sobre o ocorrido com uma professora.

Por André Rodrigues, G1 ES

Uma menina de onze anos, moradora de Vila Velha, na Grande Vitória, denunciou o próprio padrasto por maus tratos e abuso sexual. A vítima conseguiu contar sobre o que vinha passando a uma professora, após assistir a uma palestra sobre violência sexual na escola pública onde estuda. O homem foi preso. (mais…)

Ler Mais

Mais de 70% das notificações de violência sexual no Brasil, entre 2009 e 2013, foram estupros

Por CSP, no Informe Ensp

De acordo com dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), mais de 70% das notificações de violência sexual no Brasil, entre 2009 e 2013, foram estupros. Analisar a evolução das notificações foi o objetivo de um artigo publicado no Cadernos de Saúde Pública, publicação científica da ENSP. (mais…)

Ler Mais

Bolsonaro pediu fim da lei que garante atendimento a vítimas de estupro

No projeto de 2013, candidato do PSL e outros 12 deputados argumentaram que lei teria como finalidade preparar terreno para a legalização do aborto no Brasil

por Bela Megale, em Época

O candidato à presidência pelo PSL Jair Bolsonaro é um dos autores do Projeto de Lei que pediu a revogação do atendimento obrigatório às vítimas de estupro. Na proposta, ele e outros 12 deputados, boa parte da bancada evangélica e todos homens, defendem o fim da lei que obriga a rede pública de saúde a prestar socorro a qualquer pessoa que sofreu violência sexual. (mais…)

Ler Mais

Aliado a Bolsonaro, presidente da Anvisa tentou dificultar atendimento a vítimas de estupro

William Dib somou-se à bancada evangélica em cruzada para derrubar lei que prevê atenção hospitalar obrigatória a mulheres que sofrem violência sexual

Por João Peres, em O Joio e o Trigo

O novo presidente da Anvisa, William Dib, é autor de uma proposta que tenta dificultar o atendimento hospitalar a vítimas de violência sexual. Ao lado de Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e Marco Feliciano (PSC-SP), o ex-deputado federal pelo PSDB paulista tentou a revogação da Lei 12.845. (mais…)

Ler Mais