Jornalistas são agredidos por bolsonaristas no Centro de Curitiba

Redação Bem Paraná

Além do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional, ao que tudo indica a imprensa paranaense também virou um alvo do bolsonarismo. Durante a manifestação deste domingo (26 de maio), jornalistas de veículos como o jornal Bem Paraná, o jornal Plural e a Gazeta do Povo foram hostilizados e até mesmo agredido na Praça Santos Andrade, além de um estudante de Jornalismo que também cobria o evento para o jornal laboratório do curso de jornalismo da UFPR. 

(mais…)

Ler Mais

Sinais do risco. Por Janio de Freitas

A democracia começa a ficar fora de controle.

Na Folha

As palavras, a forma, variam um pouco. O motivo é invariável. “A democracia está em risco?” / “resistirá por quatro anos?” / “vão esperar que aconteça o quê?”

As perguntas são também respostas preliminares, como expressões de um sentimento que se espraia e se aprofunda. Indagações inquietas são percebidas até em parlamentares vividos que se apresentaram, no início da legislatura, dispostos a apoiar Bolsonaro.

(mais…)

Ler Mais

Manifestações podem definir futuro de Bolsonaro no Congresso

A Pública conversou com parlamentares sobre a crise entre governo e Congresso; ceticismo predomina, mas o resultado das ruas no dia 26 terá peso decisivo no futuro dessas relações

Por Vasconcelo Quadros, na Agência Pública

“Nas democracias, qualquer político vulgar flagrado em delito menor perde a pose, entra em crise depressiva e faz deplorável figura ante o olhar da multidão. É que não se imunizou previamente, por imersão nas águas lustrais da auto-beatificação ideológica, contra o sentimento de culpa. Acossado pelas denúncias, ouve brotar de dentro o clamor da sua própria consciência moral que, longamente reprimida, retorna das sombras para condená-lo, justamente no momento em que ele mais precisaria reunir suas forças para defender-se dos adversários externos. Então vacila e cai. Foi assim que caiu Nixon. Foi assim que caiu Collor”.

(mais…)

Ler Mais

Aluno que ameaçou ‘matar a negraiada’ é novamente expulso do Mackenzie

Por Arthur Stabile e Mariana Ferrari, na Ponte

Em novo processo, universidade seguiu regras internas e decidiu, novamente, pela expulsão de Pedro Baleotti; Justiça anulou processo anterior pela comissão descumprir procedimentos

Desde o dia 30 de outubro de 2018, Pedro Baleotti, 25 anos, é protagonista de um processo judicial que envolve racismo e expulsão. Na época, o então aluno de direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie ameaçou “matar a negraiada” em vídeo divulgado nas redes sociais. Menos de dois meses depois da gravação, em 12 de dezembro, a universidade determinou sua expulsão. Após a decisão ser anulada pela Justiça Federal de São Paulo, o Mackenzie abriu novo processo que culminou, novamente, na expulsão de Pedro em 12 de abril de 2019.

(mais…)

Ler Mais

Psiquiatra afirma que Bolsonaro não é caso clínico, mas criminal

O psiquiatra analisa Bolsonaro e seus ministros não como doentes mentais, mas como autores de crimes contra a Constituição, os direitos, e a humanidade. “Deveriam ser tratados como criminosos”

por Redação RBA

São Paulo – O psiquiatra Roberto Tykanori, um dos mais reconhecidos especialistas brasileiros e ex- coordenador de Saúde Mental do Ministério da Saúde do governo Dilma, em entrevista ao jornalista Isaías Dalle, da Fundação Perseu Abramo,  classifica o governo de Jair Bolsonaro, o presidente e alguns de seus ministros, como criminosos, e não como doentes. “Olha, eu não acho que eles sejam doentes mentais. O que ele está fazendo são crimes. Crimes contra a Constituição, crimes contra os direitos, são crimes contra a humanidade. A meu ver deveriam ser tratados como criminosos. Não como doentes”, diz.

(mais…)

Ler Mais

Em “presidencialismo sem presidente”, Congresso tem que ter “agenda própria”, diz Renan

Senador do MDB afirma à Pública que manifestação de domingo será decisiva para os rumos do governo e que se fracassarem: “Ou é renúncia, ou golpe, ou impeachment, pode apostar, que são apostas sem muito embasamento enfático ainda”

Por Alice Maciel, em Agência Pública

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) sempre esteve do lado certo, na hora certa. Sua habilidade de antecipar cenários, reconhecida pela classe política, garantiu sua manutenção no Congresso Nacional por seis mandatos — dois na Câmara e quatro no Senado. Ele é um sobrevivente da onda de renovação das eleições de 2018 e um dos últimos caciques da sua geração no Parlamento.

(mais…)

Ler Mais

Falta uma esquerda que vá além da negação

Bolsonaro tenta evitar mais cortes desgastantes – porque sentiu o trauma das ruas, em 15/5. Está na hora de um programa alternativo, capaz de superar a lógica cinzenta do “ajuste fiscal”

Por Antonio Martins, em Outras Palavras

Uma ideia política está a ponto de se tornar hegemônica quando pauta as ações, e o discurso, de seus próprios adversários. A defesa dos serviços públicos e dos direitos sociais – em especial o direito à Educação – são candidatos a cumprir este papel. Quem o demonstra é o próprio governo Bolsonaro. Numa reunião de ministros, realizada terça-feria (21/5) em Brasília, Paulo Guedes – vejam só quem – esforçou-se em prometer que tentará evitar, a qualquer custo, novos cortes nos gastos sociais do Estado, em 2019. O ministro, todos sabem, defende o Estado mínimo e a privatizar a Educação, a Saúde, a Água, os presídios, a polícia, tudo. Por que, então, viu-se obrigado à hipocrisia?

(mais…)

Ler Mais

Oposição assiste atônita ao derretimento de Jair Bolsonaro

Rapidez da crise pegou o campo ainda desunido após racha eleitoral e incapaz de evitar solução Mourão ou parlamentarista

por André Barrocal, em CartaCapital

A crise política de Jair Bolsonaro deixa a oposição progressista num beco sem saída, como alguns de seus cabeças admitem a portas fechadas. Se o presidente sair de cena, o poder cairá no colo do vice Hamilton Mourão, tido como lobo em pele de cordeiro. Ou será tomado pelo establishment político-partidário, simpático demais aos interesses econômicos dos bancos, por meio da institucionalização do parlamentarismo informal já em curso.

(mais…)

Ler Mais

Assembleia Guarani reúne recorde de 540 líderes indígenas em Santa Catarina

Oitava edição do encontro acontece na Terra Indígena Morro dos Cavalos, que já foi alvo dos ruralistas na CPI da Funai; reunião fortalece a luta pela demarcação de terras em meio à falta de comprometimento do governo com o assunto

Por Priscilla Arroyo, em De Olho nos Ruralistas

Yvyrupa é a expressão guarani para designar a estrutura que sustenta o mundo terrestre, ou o manto da Terra. Da Terra e da terra. É o solo que provê os alimentos, as medicinas, que abriga a água. Isso significa espaço para que as comunidades indígenas possam manter a sua cultura. Para defender esse direito, 540 líderes Guarani se reuniram esta semana (20 a 24) na Tekoa Itaty, Terra Indígena Morro dos Cavalos, em Santa Catarina, para a 8ª Assembleia Geral da Comissão Guarani Yvyrupa (CVY). Foi um recorde.

(mais…)

Ler Mais

“Decretos que extinguem cargos e alteram competência para nomeações representarão fim da autonomia universitária”, aponta PFDC

Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende que ação no STF assegure que Decretos 9.725 e 9.794 não alcancem universidades. Corte seria de mais de 8,3 mil funções

Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC)

Caso alcancem as universidades públicas, os Decretos 9.725/2019 e 9.794/2019 – recentemente publicados pelo governo federal – representarão o fim da autonomia administrativa dessas instituições de ensino, violando uma garantia prevista no artigo 207 da Constituição de 1988.

(mais…)

Ler Mais