Renap do Ceará pede apuração contra possíveis crimes de Bolsonaro e outras autoridades durante visita ao estado

Advogadas e advogados integrantes da Rede Nacional de Advogadas e Advogados Populares no Ceará representaram ao presidente da OAB do estado, Erinaldo Dantas, para que a Ordem provoque as instituições competentes (em especial, os Ministérios Públicos Federal e Estadual) para que apurem os possíveis crimes cometidos por autoridades federais, estaduais e municipais quando da visita do presidente Jair Bolsonaro, no último dia 26 de fevereiro, ao Ceará.

(mais…)

Ler Mais

Com apoio de Bolsonaro, Centrão quer “passar a boiada” no Congresso

ClimaInfo

Depois da negociata, chegou a hora de pagar a fatura. Com poder renovado no Congresso Nacional e o apoio efusivo de Bolsonaro, os partidos do Centrão colocaram projetos de interesse da bancada ruralista na ordem do dia em Brasília. Segundo o Valor, o presidente da Câmara, Arthur Lira, prometeu que atuará para destravar pautas tidas como estratégicas para o grupo, como a regularização fundiária e a flexibilização do licenciamento ambiental. Para tanto, Lira trocou a relatoria dos dois projetos: Neri Geller (MS) assumiu o PL 2.633/2020 da regularização fundiária, e Zé Vitor (MG), o PL 2.942/2004 do licenciamento ambiental. O presidente da Câmara quer votar as duas propostas ainda neste semestre. Outro projeto que está na lista de desejos dos ruralistas é o que muda a lei sobre registro de agrotóxicos, que deve ser analisada pelos parlamentares em um segundo momento.

(mais…)

Ler Mais

Em meio às mortes, governo bloqueia volta dos R$ 600

Óbitos por covid batem novo recorde e seguem em alta. Mas para agradar mercados financeiros, Senado rejeitou única medida capaz de assegurar lockdows efetivos. Auxílio pode ser de apenas R$ 250 — mas disputa segue na Câmara

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

ENTRE PLANOS E PANELAÇOS

Tudo indica que a pandemia no Brasil começou uma nova temporada de recordes sucessivos. Ontem o Ministério da Saúde confirmou 1.910 óbitos em 24 horas, um aumento de 16% em relação ao número divulgado pela pasta na véspera – que, por sua vez, tinha sido o maior até então.

(mais…)

Ler Mais

PEC 186. Sua lógica é a destruição do Estado e não a promoção de ajustes fiscais que podem ser feitos de outras formas. Entrevista especial com Guilherme Mello

Com a “omissão criminosa” do governo federal no enfrentamento da crise pandêmica, a situação econômica e social do país tende a piorar no próximo semestre e em 2022, diz o economista

Por: João Vitor Santos e Patricia Fachin, em IHU On-Line

“A prioridade da economia brasileira hoje é o enfrentamento da pandemia de Covid-19. Vacina, isolamento e leitos hospitalares. Sem isso, a economia não irá se recuperar e poderemos enfrentar uma nova recessão no primeiro semestre de 2021”, adverte o economista Guilherme Mello em entrevista por e-mail ao Instituto Humanitas Unisinos – IHU.

(mais…)

Ler Mais

A covid-19 está sob o controle de Bolsonaro. Por Eliane Brum

A população brasileira se tornou —e grande parte se submeteu— a ser cobaia de um experimento de perversão inédito na história

El País

Afirmar que a covid-19 está fora de controle no Brasil por incompetência de Jair Bolsonaro é um erro. É o mesmo erro de chamar o Governo de Bolsonaro de “desgoverno”. Bolsonaro governa e a disseminação da covid-19 está, em grande parte, sob o seu controle. Se o que vive o Brasil é caos, é um caos planejado. É necessário compreender a diferença para ter alguma chance de enfrentar a política de morte de Bolsonaro. Se existe alguma experiência semelhante na história, eu a desconheço. No Brasil, certamente nunca aconteceu antes. Estamos subjugados a um experimento, como cobaias humanas. A premissa da pesquisa desenvolvida no laboratório de perversão de Bolsonaro é: o que acontece quando, durante uma pandemia, uma população é deixada exposta ao vírus e a maior autoridade do país dá informações falsas, se recusa a adotar as normas sanitárias e também a tomar as medidas que poderiam reduzir a contaminação.

(mais…)

Ler Mais

“As pessoas não têm ideia do que vem pela frente”

Professora-titular de Ética da USP e coordenadora de estudo sobre o atual governo, Deisy Ventura analisa juridicamente as normas emitidas pela União durante a pandemia

por Débora Nascimento, em Continente

Genocida. Esse é um dos mais recorrentes adjetivos destinados a Jair Bolsonaro. O rótulo de “genocida” lhe foi timbrado desde o primeiro ano de mandato, em 2019, mas se intensificou em 2020, quando estourou a pandemia, cuja necessidade de quarentena no Brasil completa um ano neste mês. A crise do novo coronavírus tornou-se a química catastrófica entre o pior contexto sanitário-político-econômico-social e o pior governante. Desde março do ano passado, o presidente acumula ações conflitantes com as recomendações dos cientistas, dos médicos e da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essas atitudes, que muitos apontam como incompetência, foram entendidas por um estudo acadêmico como deliberadas, com o propósito de disseminar o novo coronavírus no país.

(mais…)

Ler Mais

Covid-19: nota técnica aponta agravamento da pandemia

por Regina Castro, em CCS/Fiocruz

Em edição especial, o Boletim do Observatório Covid-19 Fiocruz publica nota técnica com um alerta de que, pela primeira vez desde o início da pandemia, verifica-se em todo o país o agravamento simultâneo de diversos indicadores, como o crescimento do número de casos e de óbitos, a manutenção de níveis altos de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a alta positividade de testes e a sobrecarga dos hospitais. No momento, 19 unidades da Federação apresentam taxas de ocupação de leitos de UTI acima de 80% – no Boletim anterior eram 12. O cenário alarmante, segundo a análise, representa apenas a ponta do iceberg de um patamar de intensa transmissão no país. Diante disso, os pesquisadores acreditam ser necessária a adoção de medidas não-farmacológicas mais rigorosas. Acesse aqui o Boletim.

(mais…)

Ler Mais

O Brasil duplamente cercado por Bolsonaro e a direita

Mortes pela pandemia disparam e sistema de saúde aproxima-se do colapso em ao menos 20 estados. Governo não age — e ainda retarda reinício do Auxílio Emergencial, obrigando população a lançar-se às ruas

por Maíra Mathias e Raquel Torres, em Outra Saúde

ERA RUIM, PIOROU

E mais um dia com recorde de mortes, o Brasil teve ontem com 1.726 novos óbitos. É um número bem mais alto do que o maior registro anterior, na última quinta-feira, que foi de 1.582. A média móvel também bateu recorde, pelo quarto dia seguido, chegando a 1.254. Aliás, já são três dias seguidos com essa média acima de 1,2 mil – e 41 dias acima de mil. O Globo comparou as mortes registradas entre novembro e dezembro do ano passado com aquelas de janeiro e fevereiro: o aumento foi de 71%. A alta foi puxada fortemente pelo Amazonas, onde, com a crise do oxigênio, elas cresceram nada menos que 662%.

(mais…)

Ler Mais

Chantagem num momento de crise: troca do Auxílio Emergencial pela PEC 186 pode destruir direitos sociais. Entrevista especial com Renata Lins

Além da perda do Estado de bem-estar social, segundo a economista, emenda ainda pode reduzir drasticamente a capacidade de retomada da economia via investimentos públicos

Por: João Vitor Santos, em IHU On-Line

A economista Renata Lins não esconde sua indignação quando o assunto é a Proposta de Emenda Constitucional – PEC 186. “É inacreditável que num momento de pandemia, em que está evidente a necessidade de mais recursos para a saúde, vote-se um dispositivo cujo propósito é reduzi-los de forma permanente”, dispara, em entrevista concedida por e-mail ao Instituto Humanitas Unisinos – IHU. Para ela, neste momento de crise extrema, é uma verdadeira chantagem condicionar a prorrogação do Auxílio Emergencial à aprovação dessa matéria. “Neste momento a prorrogação do Auxílio, no valor bem mais baixo de R$ 250, vira motivo de chantagem, com a PEC 186 e a ameaça de retirada de direitos fundamentais da Constituição. É uma situação gravíssima em que, em meio à crise, se pretende consolidar essa retirada criminosa de direitos constitucionais e impedir definitivamente que os próximos governantes executem políticas públicas de cunho social”, completa.

(mais…)

Ler Mais

Covid-19: ‘Teremos o março mais triste de nossas vidas’, prevê pneumologista da FioCruz Margareth Dalcolmo

Em vários municípios brasileiros, leitos de enfermaria e UTI estão lotados de pacientes com covid-19. Não há mais vagas e os doentes não param de chegar.

por André Biernath, em BBC News Brasil em São Paulo

De acordo com dados das secretarias estaduais de saúde, 17 estados têm ocupação em hospitais acima de 80%, um nível considerado crítico.

(mais…)

Ler Mais