O relatório que apontava há 56 anos maus-tratos a indígenas e descaso de militares

Eduardo Reina, BBC News Brasil

Atenção: o texto a seguir contém relatos que podem ser perturbadores para alguns leitores

A falta de assistência aos povos indígenas é a forma mais eficaz de matar sem deixar vestígios. É o que destacava em 1967 o procurador Jader de Figueiredo Correia em um relatório que descrevia violências praticadas contra povos indígenas no Brasil por militares, integrantes do Serviço de Proteção aos Índios (SPI), funcionários públicos, fazendeiros, garimpeiros, grileiros, madeireiros e empresários. (mais…)

Ler Mais

A visão de Charles Darwin sobre os escravizados no Brasil: ‘Serão, no fim das contas, os governantes’

Por Camilla Veras Mota, na BBC News Brasil 

“Eu não posso deixar de pensar que eles (africanos escravizados) serão, no fim das contas, os governantes”. A frase foi escrita no Rio de Janeiro pelo naturalista britânico Charles Darwin (1809-1882) em seu diário no dia 3 de julho de 1832.

Não se concretizou e não virou teoria, mas serve para revelar visões pouco conhecidas do autor de A Origem das Espécies.

(mais…)

Ler Mais

A 15 dias do fim do governo, aliados de Bolsonaro decidem acabar com Comissão de Mortos e Desaparecidos na Ditadura

Votação foi feita em sessão extra da comissão, convocado pelo presidente do órgão, Marcos Vinícius Pereira de Carvalho. Comissão, criada em 1995, é ligada ao Ministério da Mulher e Direitos Humanos.

Por Guilherme Balza, GloboNews

Aliados do presidente Jair Bolsonaro aprovaram nesta quinta-feira (15) a extinção da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos (CEMDP), órgão cuja função é investigar crimes praticados durante a ditadura militar. (mais…)

Ler Mais

Metalúrgicos apresentam ‘arsenal de provas’ sobre atuação da Embraer na ditadura

Entidades querem abertura de ação contra a empresa. “Escola de repressão”, afirma pesquisador

Por Redação RBA

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, no Vale do Paraíba, interior paulista, entregou ao Ministério Público Federal estudo que segundo a entidade comprova o envolvimento da Embraer com a ditadura civil-militar. O MPF tem investigado há anos a colaboração de empresas, privadas e públicas, com organismos de repressão. O caso talvez mais conhecido até agora seja o da Volkswagen, que resultou em um acordo de reparação. (mais…)

Ler Mais

“Primeira Terra”: livro conta a ocupação que retomou a luta pela reforma agrária no Brasil

Lançamento acontece nessa quinta-feira (1º), a partir das 19h30, no Armazém do Campo em Porto Alegre

Do Brasil de Fato / MST

O livro “Primeira Terra” se propõe a recuperar a história da ocupação das granjas Macali e Brilhante, em 1979, retomando a luta pela reforma agrária no Brasil. Ocorrido ainda durante a ditadura militar (1964-1985), este episódio ficou conhecido como a primeira tentativa bem sucedida e que marcou uma nova etapa das lutas no campo. Ocorreu cinco anos antes da fundação do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e teve como principal apoio os setores progressistas da Igreja Católica. (mais…)

Ler Mais

Quilombos do Pai Felipe e do Jabaquara se tornam patrimônios culturais e históricos de Santos, SP

Lei nº 4.144 foi sancionada na quarta-feira (23) e define o reconhecimento dos espaços. Um deles, inclusive, se tornará um centro cultural.

Por g1 Santos

As áreas onde uma vez existiram os quilombos do Pai Felipe e do Jabaquara foram reconhecidas como patrimônio cultural e histórico de Santos, no litoral de São Paulo. Segundo a prefeitura, um dos espaços se tornará um centro cultural. (mais…)

Ler Mais

Demarcar a terra e a tela: exposição no IMS destaca produção audiovisual indígena

Intercalando obras contemporâneas e fotografias históricas, mostra questiona a produção da imagem do Xingu por olhares brancos e dá protagonismo a narrativas indígenas

por Carolina Azevedo*, Le Monde Diplomatique Brasil

A exposição “Xingu: Contatos”, em cartaz até abril de 2023 no Instituto Moreira Salles Paulista, coloca lado a lado imagens históricas dos povos do Xingu, feitas por fotógrafos brancos, e a produção indígena contemporânea, em busca de novas narrativas em torno do território e dos diferentes povos que o habitam. Com curadoria do cineasta Takumã Kuikuro e do jornalista Guilherme Freitas, a mostra reúne cerca de 200 itens em duas galerias do Instituto, com destaque para os projetos audiovisuais produzidos por diferentes artistas de 13 das 16 etnias do Xingu. (mais…)

Ler Mais