Desembargador no Maranhão denuncia pressão de jagunços ao visitar comunidade que seria despejada

Na CPT

O desembargador Raimundo Nonato Magalhães Melo, do Tribunal de Justiça de São Luís, ao emitir decisão pela suspensão do despejo da Comunidade do Engenho, na área conhecida como Geniparana, em São José de Ribamar, Maranhão, que estava marcado para hoje (15), denunciou ter sido intimidado por jagunços ao visitar o local, acompanhado de um pequeno aparato policial. (mais…)

Ler Mais

Repórter Brasil lança Ruralômetro e mostra: Em cada 10 deputados federais, 6 têm atuação desfavorável ao meio ambiente, indígenas e trabalhadores rurais

Ferramenta desenvolvida pela Repórter Brasil avalia o comportamento socioambiental dos parlamentares eleitos em 2014 a partir de como votam e dos projetos que elaboram

Por Ana Magalhães e Reinaldo Chaves, na Repórter Brasil

Pelo menos 313 deputados federais, ou 61% da Câmara, têm atuação parlamentar desfavorável à agenda socioambiental. Eles votam e elaboram projetos que têm impacto negativo para o meio ambiente, povos indígenas e trabalhadores do campo. (mais…)

Ler Mais

Trabalhadores ameaçados por jagunços e vítimas de prisões arbitrárias, no Maranhão

Comunidade da gleba Negra Velha, no município de Luís Domingues, está ameaçada por pistoleiros e, além disso, duas pessoas foram presas em uma ação da polícia e casas foram queimadas

Andressa Zumpano – CPT

Trabalhadores rurais da Gleba Negra Velha, situada no município de Luís Domingues, Maranhão, encontram-se ameaçados por jagunços armados. São cerca de 50 famílias que utilizam a terra para o plantio do roçado, sendo este o principal modo de vida. Essa ameaça parte de um grupo de grileiros da região, que promovem a extração de recursos vegetais e minerais nesse território. (mais…)

Ler Mais

Sumiço de trabalhadores no sul do Amazonas pode ter relação com disputa de terra pública com empresa

Dois suspeitos no desaparecimento tiveram prisão preventiva decretada, mas estão foragidos. Centro da disputa é uma área grilada (Foto de Canutama/IEB)

Por Elaíze Farias, no Amazônia Real

A Polícia Civil do Amazonas procura dois funcionários de uma fazenda acusados de suposto envolvimento no desaparecimento de três trabalhadores rurais, entre eles uma mulher, da ocupação Comunidade Igarapé Araras, no município de Canutama, no sul do Amazonas. A área da ocupação é de interesse do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para assentar famílias de sem-terra, mas alvo de grilagem e disputa judicial por empresas dos ramos imobiliário e madeireiro de Rondônia. (mais…)

Ler Mais

Urgente: jagunços atacam acampamento Beira Rio, em Fronteira, MG

Por Jornalistas Livres

Em pleno Natal e fim de ano, o Acampamento Beira Rio e seus representantes da cidade de Fronteira (MG) são atacados e perseguidos por jagunços e traficantes.

Já se estende por 8 dias a perseguição à lideranças de movimentos sociais de luta pela terra e as ameaças constantes de invasão aos lotes ocupados e cultivados por famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais sem terra. A retaliação tem como principais agentes traficantes e jagunços de Icem (SP) e também de Fronteira (MG). (mais…)

Ler Mais

Pistoleiros tentam expulsar famílias de acampados antes da Justiça, no Pará

Justiça marcou reintegração de posse para esta quarta-feira, 13. Entretanto, faltando menos de 48 horas para o despejo, pistoleiros fortemente armados atacaram as famílias do Acampamento Hugo Chávez, que já deixavam a área. Agora, diante dos últimos acontecimentos, os sem-terra decidiram permanecer no acampamento, e convocam manifestação para amanhã.

CPT Nacional

Era por volta de 20 horas desta segunda-feira, 11, quando começaram a circular áudios no aplicativo de mensagens WhatsApp de acampados do Hugo Chávez denunciando o ataque de pistoleiros contra o acampamento. Alvo de inúmeras investidas nos últimos anos, o Acampamento Hugo Chávez está situado a cerca de 45 quilômetros de Marabá, no Pará. (mais…)

Ler Mais

Jagunços tentam assassinar dirigente do MST em Minas Gerais

O crime não se efetivou porque durante a intimidação outro veículo passou pelo local e os pistoleiros fugiram de carro.

Por Geanini Hackbardt, da Página do MST

Na tarde de quarta-feira (6), por volta das 16h30, dois homens armados cercaram o dirigente do MST, Silvio Netto, apontando armas contra sua cabeça. Silvinho, como é conhecido, voltava da área Quilombo Campo Grande (antiga Usina Aridnópolis), onde é assentado, quando os homens o obrigaram a parar o carro e realizaram as ameaças. (mais…)

Ler Mais

Perseguição política é histórica na região do Pontal e no estado de São Paulo

Conflitos travados contra grandes fazendeiros e os processos abertos pelo Poder Judiciário datam do final dos anos 1980

Mariana Pitasse, Brasil de Fato

A criminalização dos trabalhadores rurais e militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) na região do Pontal do Paranapanema não é novidade. Os conflitos travados contra grandes fazendeiros e os processos abertos pelo Poder Judiciário datam do final dos anos 1980, quando o movimento inicia um processo de enfrentamento na região para reivindicar a distribuição das terras. (mais…)

Ler Mais

‘Justiça’ manda soltar fazendeiros envolvidos em ataque a indígenas com morte em Caarapó

Episódio ocorrido na Fazenda Yvu deixou um morto e oito feridos

Por Flávio Brito, na Capital news

O TRF 3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), que abrange Mato Grosso do Sul e tem sede em São Paulo, concedeu habeas corpus aos fazendeiros acusados de ataques a indígenas em Caarapó. Conforme a defesa de dois dos réus, a liminar foi concedida nesta terça-feira (28). (mais…)

Ler Mais

STF determina volta à prisão de fazendeiros envolvidos em ataque a indígenas Guarani Kaiowá em Caarapó

Em outubro do ano passado, o MPF denunciou à Justiça Federal cinco proprietários rurais

Flávio Brito, Capital News

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a prisão preventiva de cinco fazendeiros acusados de envolvimento em um ataque a indígenas no Mato Grosso do Sul, em junho do ano passado. O ataque à comunidade Tey Kuê, na Fazenda Yvu, localizada em Caarapó/MS deixou um morto [o agente de saúde indígena Clodiode Aquileu Rodrigues de Souza, 26 anos] e oito feridos, em junho do ano passado.  (mais…)

Ler Mais