Força Tarefa Araguaia: MPF denuncia novamente Sebastião Curió por crimes na ditadura militar

O militar que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia, acusado pela terceira vez, é denunciado pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver de duas vítimas.

Ministério Público Federal no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu nova denúncia contra Sebastião Curió, o major do exército brasileiro que comandou a repressão à Guerrilha do Araguaia, no sudeste do Pará, resultando em centenas de camponeses torturados e dezenas de guerrilheiros mortos, cujos corpos jamais foram encontrados. A ação penal é assinada por oito Procuradores da República que integram a Força Tarefa Araguaia e foi apresentada à Justiça Federal em Marabá, tratando do assassinato, tortura e ocultação dos cadáveres de Cilon da Cunha Brum (“Simão”) e Antônio Teodoro de Castro (“Raul”).

(mais…)

Ler Mais

Os militares que a ditadura brasileira tentou apagar

Levantamento inédito da Pública revela que indenizações a anistiados da ditadura, foco de críticas da ministra Damares Alves, contemplam mais de 3 mil militares perseguidos; para cada três civis anistiados, há um militar

Por Bruno Fonseca, Agência Pública

No feriado do dia 9 de julho de 1975, não houve aulas. Era quarta-feira, mas o ponto facultativo da Revolução Constitucionalista em São Paulo permitiu ao tenente-coronel Vicente Sylvestre trocar a sala de aula do Curso Superior de Polícia por uma ida trivial ao supermercado. O relógio marcava 3 da tarde quando o telefone tocou na residência da família, nos arredores do bairro do Butantã. Do outro lado da linha, o chefe da 2ª Seção da Polícia informou ao filho mais velho de Sylvestre que estavam a caminho: “Avise-o, aguardem”, disse antes de desligar.

(mais…)

Ler Mais

Michael Löwy: Rosa Luxemburgo, pensamento e ação

“A vida e a obra de Rosa Luxemburgo se caracterizam pela extraordinária unidade entre pensamento e ação, teoria e prática, conhecimento científico e compromisso com a luta dos oprimidos. A grande virtude da biografia de Paul Frölich é conseguir dar conta dessa unidade e restituir, assim, a grandeza humana, política e intelectual dessa inesquecível figura do socialismo revolucionário do século XX.”

Por Michael Löwy*, no Blog da Boitempo

Acaba de sair no Brasil, pela Boitempo e pela Iskra, Rosa Luxemburo: pensamento e ação, de Paul Frölich. Essa biografia de Rosa publicada originalmente em 1939 segue sendo uma obra de referência indispensável. Desde então, várias outras foram lançadas, com mais informações e dados biográficos, mas nenhuma contém a mesma afinidade profunda entre autor e biografada. Em 1918, ao lado de Luxemburgo, Frölich participou da fundação do Partido Comunista Alemão e, nos anos 1920, ele seria o encarregado pelo partido da publicação das obras completas da grande revolucionária.

(mais…)

Ler Mais

ENSP institucionalizará Biblioteca Virtual de Saúde dos Povos Indígenas na quarta-feira (13/3)

No Informe Ensp

O Departamento de Endemias Samuel Pessoal (Densp/ENSP) a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz), realizarão, no dia 13 de março, a apresentação da Biblioteca Virtual de Saúde dos Povos Indígenas e sua institucionalização. A atividade é aberta a todos os interessados e não necessita de inscrição prévia. O espaço virtual organiza o acúmulo de experiências do campo, que teve uma importante expansão nessas duas últimas décadas com a criação do subsistema de saúde indígena.

(mais…)

Ler Mais

As memórias de indígenas do Brasil eternizadas para as futuras gerações… na Noruega

Num país em que o extermínio do seu povo e da sua história já foi naturalizado, o Museu da Pessoa leva para um arquivo mundial digital a história de algumas lideranças dos povos originais. Por que não aprendemos nada com nossas tragédias?

Por Karen Worcman, no El País Brasil

2019 é, segundo a ONU, o ano internacional das línguas indígenas. A justificativa é de que as línguas importam para o desenvolvimento, a construção da paz e a reconciliação. Por incrível que pareça, começamos, no Brasil, esse mesmo ano com um governo eleito que nega a legitimidade das demarcações das terras indígenas no Brasil e com a tragédia de Brumadinho, que repetiu Mariana, ao descarregar resíduos de minério sobre cidades, rios e campos, matando pessoas e todo tipo de vida aquática e terrestre. 2019 pode também ser chamado, no Brasil, de Ano do Esquecimento, pois, ironicamente, as terras de Brumadinho e Mariana são as mesmas terras do povo Krenak, conhecidos como os botocudos, que quase foram exterminados por D. João VI, assim que pôs os pés no Brasil.

(mais…)

Ler Mais

“Brasil em Transe”: versão em português do documentário feito para BBC World News

Por Kennedy Alencar, em seu blog

Atendendo aos pedidos, apresento “Brasil em Transe” _versão narrada em português do documentário “What Happened to Brazil”, produzido pela K.doc para a BBC World News.

Trata-se da mesma série exibida no mundo todo e no Reino Unido ao longo do mês de janeiro pela BBC World News e pela BBC News. É uma tradução quase literal da versão inglesa. Há leves diferenças, próprias para os brasileiros que viveram a crise dos últimos cinco anos.

(mais…)

Ler Mais

MPF lança site em simpósio sobre Justiça de Transição: “não há futuro sem memória”. “O país segue dividido”

Evento promovido pela ESMPU teve conferência do brasilianista James Green e a participação do Vice-PGR, da PFDC, procuradores atuantes no tema e ex-presos políticos e familiares de mortos e desaparecidos

O Ministério Público Federal lançou, nesta sexta-feira (22), o site sobre a atuação da instituição em Justiça de Transição (AQUI). O lançamento ocorreu durante simpósio realizado na sede da Procuradoria da República no Estado de São Paulo, unidade do MPF onde esse trabalho, hoje nacional, começou há 20 anos.

(mais…)

Ler Mais

A canonização de Sepé: uma causa da Igreja e do Povo!

Processo que requer o reconhecimento do líder guarani como Santo pela Igreja Católica desperta a memória de uma das sociedades mais evoluídas que a história registrou e, em consequência, de um dos crimes mais hediondos que o imperialismo praticou contra um povo

Por Marcos Corbari, na Rede Soberania

A igreja deu o start no processo de beatificação de Sepé Tiarajú no final de 2015, repercutindo em instâncias diversas de trâmite burocrático até que, em meados de 2018 veio a notícia mais esperada entre todos os envolvidos: através da diocese de Bagé, região administrativa da Igreja Católica onde está a paróquia de São Gabriel, local do martírio do líder Guarani pelo exército luso-espanhol, estava autorizado o início do processo. Para o povo, porém, Sepé já é santo desde sua morte, a partir do que se mistura com intensidade os caracteres históricos e místicos: “cânon é medida que une a terra gaúcha aos céus, a paisagem do pampa à sua estrela, a simplicidade dos gaúchos à grandeza da alma heróica que deu a vida por seu povo”, expressou em carta um dos articuladores do processo, o teólogo e frei capuchinho Luiz Carlos Susin. “Santo, ainda que tarde!”, arremata.

(mais…)

Ler Mais

MPF recorre ao TRF2 em ação contra militar por crimes na Casa da Morte

Justiça Federal em Petrópolis (RJ) rejeitou denúncia oferecida contra sargento reformado do Exército

Procuradoria Regional da República na 2ª Região (RJ/ES) | Procuradoria Regional Eleitoral/RJ

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) para dar prosseguimento à denúncia contra um sargento reformado do Exército por crimes cometidos na chamada “Casa da Morte”, em Petrópolis (RJ), durante o regime militar. Antônio Waneir Pinheiro de Lima, de codinome “Camarão”, foi denunciado pelo MPF pelos crimes de sequestro, cárcere privado e estupro contra Inês Etienne Romeu, mas teve a denúncia rejeitada pela 1ª Vara Federal Criminal de Petrópolis.

(mais…)

Ler Mais