O retrato de uma cidade para onde nenhum médico brasileiro quer ir

Sem conseguir atrair médicos para substituir cubanos, Guaribas, no Piauí, encaminha pacientes, que enfrentam viagem e estrada de terra para conseguir atendimento

Por Beatriz Jucá, no El País Brasil

Uma única estrada chega até a cidade de Guaribas, no extremo sul do Piauí. Pelo menos 50 quilômetros de terra batida separam o município — que estreou o Bolsa Famíliahá 15 anos por ser na época o mais pobre do país — da vizinha Caracol. Com a dificuldade de acesso e a frágil economia interna comum às pequenas cidades do sertão nordestino, as poucas possibilidades de trabalho ali se resumem aos cerca de 400 cargos da prefeitura, ao modesto comércio local e à agricultura de subsistência. É significativa a importância do serviço público de saúdenesta comunidade onde 62% dos moradores dependem diretamente da média de 282 reais que o Governo federal transfere todo mês para cada família cadastrada no Bolsa Família.

(mais…)

Ler Mais

PFDC quer revogação de portarias do Ministério da Saúde que suspenderam recursos da rede de atenção psicossocial em todo o Brasil

Justificativa para paralisação foi suposta inexistência do serviço ou insuficiência de informações. No entanto, muitas das unidades afetadas estão em pleno funcionamento

Na PFDC

O Ministério da Saúde recebeu prazo de dez dias para revogar os efeitos de duas portarias publicadas pelo órgão em novembro deste ano e que suspenderam o repasse de recursos orçamentários destinados à manutenção de unidades de atenção psicossocial em diversas cidades do Brasil. São Centros de Atenção Psicossocial (Caps), serviços residenciais terapêuticos, unidades de acolhimento e leitos de saúde mental em hospitais gerais.

(mais…)

Ler Mais

Temer e Etchegoyen definem nova Política Nuclear para o Brasil

A 25 dias de deixar um governo para o qual jamais foi eleito, Michel Temer assinou anteontem, 5 de dezembro, o Decreto 9600/2018, através do qual “consolida as diretrizes sobre a Política Nuclear Brasileira”. No seu Art.5, que trata dos Objetivos da PNB, o parágrafo II cita: “atender às decisões futuras do setor energético quanto ao fornecimento de energia limpa e firme, por meio da geração nucleoelétrica”.

Sobre o chamado ‘lixo nuclear’, um dos grandes problemas do uso desse tipo de energia, o Decreto apresenta avanço conclusivo:

(mais…)

Ler Mais

Mais Médicos: áreas indígenas e estados do Norte sofrem com falta de inscrições

A maior parte de vagas que ainda estão disponíveis no programa se concentram em área indígenas na Amazônia brasileira

Lilian Campelo, Brasil de Fato

O Amazonas é o estado da região norte com mais vagas não preenchidas no programa Mais Médicos. Ainda restam 14 municípios que não completaram o total de postos e, nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), até segunda-feira (3), somente 29 candidatos se inscreveram, deixando em aberto 63 posições. (mais…)

Ler Mais

Aula inaugural da primeira graduação pelo Pronera em Alagoas será realizada na próxima segunda (10)

Do Incra/AL

A aula inaugural do primeiro bacharelado em Agroecologia pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) no Brasil  será realizada no Centro de Ciências Agrárias (Ceca), às 10h, no dia 10 de dezembro, em Rio Largo (AL), com os alunos, professores e representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Alagoas, de movimentos sociais e da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). O curso também é o primeiro da Ufal pelo programa e a primeira graduação direcionada à população do campo em Alagoas. (mais…)

Ler Mais

Seis cidades no Pará não recebem inscrições para o Mais Médicos

A procura dos candidatos tem se concentrado em localidades próximas de centros urbanos e com melhor acesso ao transporte

Lilian Campelo, Brasil de Fato

No Pará, os municípios mais afastados dos centros urbanos e que apresentam maior dificuldade de acesso ao transporte têm baixa procura pelos médicos brasileiros no Programa Mais Médicos. É o que aponta uma previa do número de inscrições feitas até segunda-feira (26). (mais…)

Ler Mais

Entidades ligadas ao campo denunciam influência da UDR no futuro governo Bolsonaro

Nabhan Garcia, que foi cotado para o Ministério da Agricultura, será secretário de Assuntos Fundiários no futuro governo

Rafael Tatemoto, Brasil de Fato

A indicação de Luiz Antonio Nabhan Garcia, presidente da União Democrática Ruralista (UDR), como secretário do futuro governo Jair Bolsonaro (PSL) provocou uma série de reações negativas entre entidades ligadas a trabalhadores rurais e populações do campo. Em entrevista ao Brasil de Fato, representantes dessas organizações declaram que a proximidade com a UDR revela a legitimação da violência e a indisposição da futura gestão para debater a reforma agrária. (mais…)

Ler Mais

“Não há país que dê certo com esse grau de desigualdade”, diz conselheiro da Oxfam

Relatório divulgado pela organização mostra que, pelo terceiro ano consecutivo, houve um crescimento no número de pobres

Lu Sudré, Brasil de Fato

A redução da desigualdade de renda no Brasil parou pela primeira vez em quinze anos. O dado foi apresentado pelo relatório “País estagnado: um retrato das desigualdades brasileiras”, da Oxfam Brasil, lançado nesta segunda-feira (26). O estudo é feito anualmente pela organização. (mais…)

Ler Mais

“Com gastos sociais congelados, as desigualdades vão se aprofundar”

Kátia Maia, da Oxfam, prevê um enorme retrocesso caso o Brasil não reveja as drásticas medidas de austeridade adotadas nos últimos anos

por Rodrigo Martins, Carta Capital

Após 15 anos de avanços, o Brasil parou de reduzir as desigualdades. Em 2017, os 40% mais pobres tiveram uma variação de renda pior do que a média nacional. Da mesma forma, pela primeira vez em 23 anos, o salário das mulheres retrocedeu em relação aos homens. Além disso, os rendimentos médios dos negros encontram-se estagnados em relação aos dos brancos há sete anos. (mais…)

Ler Mais