Pará concentra mais de um terço das mortes de quilombolas por Covid-19 no Brasil, afirma Conaq

De acordo com o levantamento, o estado registrou 16 mortes de habitantes de quilombos pela doença e quatro seguem em análise. Em todo o país, 47 mortes nessas comunidades pelo novo coronavírus já foram registradas.

Por G1 PA 

O Pará concentra cerca de 34% das mortes de quilombolas por Covid-19 no Brasil, segundo dados da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (CONAQ). O levantamento aponta que o estado registrou 16 mortes de moradores dessas comunidades pela doença. Outros quatro óbitos estão sob análise. Em todo o país, 47 mortes de quilombolas por Covid-19 já foram registradas.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro pressionou Ministério da Agricultura para facilitar agrotóxicos a aliados em SP

Medida que prejudica quilombolas, promulgada em abril, reduz distância mínima para pulverização aérea de venenos em bananais no Vale do Ribeira, onde o presidente foi criado; dono de empresa de aviação agrícola, parceira de campanha, reuniu-se com ele e Tereza Cristina 

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

No dia 4 de maio, quando o país já registrava mais de 4 mil mortes por Covid-19, entrou em vigor a Instrução Normativa nº 13, promulgada no dia 8 de abril pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, sem passar por qualquer consulta pública. A medida revoga duas instruções anteriores para permitir a pulverização aérea de plantações de banana até 250 metros de distância de bairros, cidades, vilas e povoados. A distância mínima anterior era de 500 metros. Na linguagem do ministro Ricardo Salles, o governo “passou uma boiada”.

(mais…)

Ler Mais

Semente crioula é sinônimo de resistência para o Vale do Ribeira (SP)

A relação das sementes crioulas é inseparável do manejo das roças quilombolas

Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida

Não é por acaso que a maior concentração de Mata Atlântica do Brasil está localizada entre os 31 municípios que formam o Vale do Ribeira nos estados de São Paulo e Paraná. A região concentra também comunidades quilombolas que há mais de 200 anos produzem alimentos em harmonia com o bioma. O Vale do Ribeira possui ainda a diversidade cultural de povos caiçaras, indígenas Guarani, pescadores tradicionais e agricultores familiares.

(mais…)

Ler Mais

“Que desenvolvimento é esse que traz morte?”, questiona pescadora e líder quilombola

Brasil de Fato

“Eu venho deste lugar de mulher preta, de mulher que defende o território, filha de um pescador e de uma marisqueira, que sempre educou seus filhos com a atividade da pesca”, relata a pescadora Eliete Paraguassu, uma das muitas mulheres que estão na linha de frente da luta pela defesa dos manguezais e dos territórios pesqueiros na Ilha da Maré, que fica na região central da Baía de Todos os Santos.

(mais…)

Ler Mais

Em Santarém (PA), cestas agroecológicas fortalecem agricultura familiar e ajudam quilombolas a enfrentar crise

Cestas adquiridas de produtores locais foram distribuídas para 200 famílias quilombolas; outras 800 pessoas de diferentes comunidades urbanas e extrativistas também receberam os alimentos.

Franciele Petry Schramm, Terra de Direitos

Quando saem para pescar no Lago Maicá, os pescadores do Quilombo Bom Jardim, em Santarém (PA), voltam agora apenas com os peixes que vão consumir. Isso porque, neste momento de pandemia, as famílias pescadoras estão com dificuldade para vender sua produção. Essa é uma realidade comum para populações extrativistas, agricultores e agricultoras familiares na cidade, que começam a sentir os impactos financeiros na queda da renda.

(mais…)

Ler Mais

Para evitar coronavírus, comunidades rurais da Bahia mudam rotinas e adotam estratégias de proteção

Por CPT Bahia

O Brasil é hoje o quarto país, no ranking mundial, com mais casos confirmados do novo coronavírus e o sexto, com vítimas fatais. Enquanto a população brasileira assiste, diariamente, o presidente da República minimizar os efeitos de uma doença que já matou mais de 312 mil pessoas em todo mundo e contrariar as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), também vê a Covid-19 se propagar com velocidade e já sente seus efeitos, como o colapso do sistema público de saúde em alguns estados.

(mais…)

Ler Mais

Barragem Rio dos Macacos: Marinha e município de Salvador devem adotar medidas para proteger comunidade quilombola

Em razão do risco iminente, o órgão recomenda que as instituições hajam com urgência e eficiência e informem em até cinco dias sobre o acatamento à recomendação

O Ministério Público Federal (MPF) expediu recomendação, nessa sexta-feira (15), à Marinha do Brasil e ao município de Salvador (BA) para que adotem medidas de proteção à comunidade que vive nas proximidades da Barragem Rio dos Macacos, localizada entre os municípios de Simões Filho e Salvador. Em razão do risco iminente, o órgão recomenda que as instituições hajam com urgência e eficiência e informem em até cinco dias sobre o acatamento à recomendação e sobre as providências executadas.

(mais…)

Ler Mais

MPF aciona Incra e União por demora na demarcação de terras quilombolas no oeste da Bahia

Comunidades de Fazenda Grande, Cipó e Boa Vista do Pixaim sofrem com morosidade para titulação e com ameaças e atos violentos em disputas pelas suas terras

Ministério Público Federal na Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) moveu três ações contra a União e o Incra – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – em função da morosidade e da omissão para conclusão de processos de demarcação e titulação dos territórios das comunidades quilombolas de Fazenda Grande, Cipó e Boa Vista do Pixaim, localizadas no município de Muquém do São Francisco, no oeste da Bahia.

(mais…)

Ler Mais

Suspensão de despejo de quilombolas de Alcântara não resolve conflito na região

“Nós estamos aqui há quase 300 anos. Viver com essa espada sobre a cabeça não é fácil”, diz a moradora Dorinete Moraes

Por Caroline Oliveira, em Brasil de Fato / MST

O processo de remoção das comunidades quilombolas que vivem na área da Base de Alcântara, no Maranhão, foi suspenso por meio de uma liminar expedida juiz federal Ricardo Felipe Rodrigues Macieira, da 8ª Vara Federal Ambiental e Agrária de São Luís, nesta terça-feira (12). O magistrado atendeu a uma ação movida pelo presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Comunidades Quilombolas, o deputado Bira Pindaré (PSB/MA).

(mais…)

Ler Mais