Encontrão de povos e comunidades do MA ocorre em comunidade quilombola invadida pela Suzano

Por Ana Mendes, colaboração para o Cimi Regional Maranhão

Dia 7 de dezembro de 2017. Sete ônibus tomados por indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco, sertanejos e pescadores riscam em caravana o mapa do Nordeste do país, rumo ao quilombo Cocalinho, no município de Parnarama (MA), para o VII Encontrão da Teia de Povos e Comunidades Tradicionais do Maranhão. O evento reuniu cerca de 500 pessoas e seguiu até o último dia 10. Cocalinho, já na divisa com o Piauí, não foi escolhido ao acaso. O quilombo, junto com outras 90 comunidades presentes na Teia, está no centro da resistência popular do Maranhão – estado que trouxe consigo o maior índice de pobreza e desigualdade do Brasil durante as últimas décadas. Se por um lado o projeto integracionista pretende colocar estes povos e comunidades em tais índices, no Encontrão da Teia o grito seguiu no caminho contrário com o tema: “Nosso Território Sagrado: Bem Viver, Memória, Luta e Esperança”. (mais…)

Ler Mais

Dia Internacional dos Direitos Humanos é marcado por mobilização indígena em Porto Alegre (RS)

Por Cimi Regional Sul, Equipe Porto Alegre

Porto Alegre, domingo, 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, marcado pela mobilização em defesa dos povos indígenas. Os cantos, as danças, as falas e a mística Guarani Mbya marcaram o dia de mobilização e luta pela defesa dos direitos indígenas e, em especial, dos direitos territoriais da comunidade Guarani de Maquiné. (mais…)

Ler Mais

Incra publica identificação do território quilombola Jatobá, no sertão Pernambucano

Incra/Médio São Francisco

A Superintendência Regional do Incra no Médio São Francisco publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta – feira (07), o edital de conclusão do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) do Território Quilombola Jatobá, localizado no município de Cabrobó (PE), que fica distante 489 km de Recife. A elaboração do documento, que reúne estudos sobre a história da comunidade e a área do território, é a primeira etapa realizada pelo Incra para regularização de um território quilombola. (mais…)

Ler Mais

VII Encontrão da TEIA dos Povos e Comunidades Tradicionais do Maranhão

Acontece nos dias 7 a 10 de dezembro, na comunidade quilombola de Cocalinho, Maranhão, o VII Encontrão da Teia dos Povos e Comunidades Tradicionais do Maranhão. O movimento pioneiro, que configura uma nova forma de organização coletiva, reúne-se pelo terceiro ano consecutivo. Nesta edição, espera-se cerca de 700 pessoas de povos e comunidades tradicionais vindas de todo o estado. Dessa vez, sob o tema “Nosso território sagrado: bem viver, memória, luta e esperança”, os participantes irão discutir os processos de enfrentamento no campo e formas de organização autônoma. (mais…)

Ler Mais

CPT Rondônia lança Atlas de Conflitos na Amazônia

Nesta quarta-feira (06), a Comissão Pastoral da Terra em Rondônia (CPT-RO) apresentou o Atlas de Conflitos na Amazônia, construído pelos/as agentes de Pastoral nos estados da Amazônia legal

CPT Rondônia

Essa região tem destaque no aumento da violência no campo no Brasil nos últimos anos, em 2016 foram registrados 61 assassinatos por conflitos no campo no país, sendo que 48 destes assassinatos ocorreram na Amazônia Legal. Neste ano de 2017, já foram registrados 64 assassinatos em conflitos no campo, até o momento, sendo 49 nessa região. (mais…)

Ler Mais

Quilombo do Camorim, Recentemente Tombado pelo IPHAN, Comemora Dandara e Zumbi em Jacarepaguá

Tânia de Oliveira – RioOnWatch

No dia 26 de novembro, finalizando a semana da Consciência Negra, foi realizada a 16ª edição da tradicional feijoada em homenagem a Dandara e Zumbi dos Palmares pela Associação Cultural Quilombo do Camorim (ACUCA), em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, sendo a primeira no próprio território quilombola, o que tornou esse dia ainda mais especial. (mais…)

Ler Mais

quilombo

MPF quer conclusão do processo de demarcação de terra da Comunidade Quilombola de Acupe, em Santo Amaro (BA)

Na ação há pedido liminar para que o Incra inicie Relatório Técnico de Identificação e Delimitação em até 120 dias, sob pena de multa diária de R$ 10 mil

Ministério Público Federal na Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação civil pública contra o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária Incra (Incra) para que inicie e conclua o processo de demarcação de terra da Comunidade Quilombola de Acupe, no município de Santo Amaro (BA). Na ação, o MPF requer que o instituto adote as medidas necessárias a identificar, reconhecer, delimitar e titular a área ocupada pela população – que já foi certificada pela Fundação Palmares como remanescente de quilombo desde janeiro de 2010. (mais…)

Ler Mais

Justiça Global lançará no Brasil e Canadá relatório sobre violações da mineradora Kinross dia 11/12

Por Daniela Fichino, da Justiça Global

A gigantesca mina a céu aberto lança suas nuvens de detritos no céu da cidade de Paracatu, norte de Minas Gerais. Das janelas de muitas casas, a mina se transforma na paisagem dominante, ocupando um espaço contíguo ao centro da cidade. Não se trata de um projeto qualquer, mas da maior extração de ouro do país e uma das maiores do mundo – de lá saem cerca de 22% de toda a exploração deste minério no Brasil. (mais…)

Ler Mais

Carta do II Seminário Alcântara: a Base Espacial e os Impasses Sociais

Reunidas no II Seminário Alcântara: a Base Espacial e os Impasses Sociais, ocorrido nos dias 24 e 25 de novembro de 2017 no Auditório Instituto Federal do Maranhão, Campus Alcântara, comunidades quilombolas e entidades parceiras divulgam carta de repúdio e em defesa de seus direitos diante do avanço ilegal das negociações para cessão da Base Espacial de Alcântara aos Estados Unidos e outros países. Leia a íntegra da Carta abaixo. [Combate Racismo Ambiental]  (mais…)

Ler Mais

Ibama exige plano de emergência para barragens de mineração em Oriximiná (Pará)

Duas das 24 barragens da Mineração Rio do Norte estão situadas a cerca de 400 metros do Quilombo Boa Vista. Até hoje, a comunidade não foi preparada para lidar com situações de emergência. Após mais de um ano da vistoria, o Ibama exige medidas da mineradora

Comissão Pró-Índio de São Paulo

Em início de novembro, o Ibama notificou a Mineração Rio do Norte  – a maior produtora de bauxita do Brasil – demandando atendimento às exigências do relatório de vistoria  das barragens e elaboração de plano de ação para a execução imediata. O prazo para cumprimento da notificação é de sete dias, a contar da data de seu recebimento. (mais…)

Ler Mais