Assassinato de quilombola, intimidações e manobras políticas marcam expansão da soja no Pará

Mudança de última de hora libera construção de porto em Santarém enquanto comunidades que contestam a obra sofrem ameaças. Quilombola foi morto com chave de fenda e comissão da OEA sofreu perseguição ao visitar o local

Por Antônio Carlos, Repórter Brasil

“Agora que Bolsonaro ganhou quero ver se ainda vai ter benefício para pretos”. A frase, gritada da janela de uma caminhonete para uma liderança quilombola, reflete o clima tenso que domina o Planalto Santareno, no Pará. Às margens do rio Amazonas, a região abriga pelo menos dez comunidades indígenas e quilombolas e um crescente número de fazendeiros e produtores de soja que se enfrentam em uma disputa por territórios. A região vem ganhando o noticiário nos últimos meses, mas não por causa dos “benefícios” esbravejados pelo dono da caminhonete.

(mais…)

Ler Mais

“Ninguém solta a mão de ninguém”

Por Pedro Calvi / CDHM

A frase, adotada pelos movimentos sociais, deu o tom da primeira audiência pública aberta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) deste ano. O encontro reuniu movimentos sociais, associações, sindicatos, indígenas, quilombolas, LGBTI+, juristas e parlamentares.

‘É o nosso ponto de partida para o plano de trabalho de 2019, com um diálogo permanente com a sociedade civil. A comissão está aberta para ouvir e receber as demandas dos movimentos. A partir desse debate é que vamos definir as prioridades para nossa atuação”, afirmou o presidente da CDHM, Helder Salomão (PT/ES).

(mais…)

Ler Mais

Justiça Federal determina que governo Bolsonaro destine R$ 23 milhões para titulação do Quilombo do Paiol de Telha (PR)

Liminar também estabelece prazo de 180 dia para o repasse, com multa de R$ 600 mil por dia em caso de descumprimento da decisão

Por Terra de Direitos

Aos 85 anos, Domingos Gonçalves Guimarães já perdeu as contas de quantas vezes saiu da cidade de Reserva do Iguaçu, a 350 km de Curitiba, para vir até a capital paranaense para cobrar a titulação do Quilombo Invernada Paiol de Telha.

(mais…)

Ler Mais

Racismo fundiário: a elevadíssima concentração de terras no Brasil tem cor

CPT

Na coluna Vozes de Mulheres, da Comissão Pastoral da Terra (CPT) na Bahia, Tatiana Emilia, assessora jurídica popular com atuação na Pastoral da Terra, propõe, a partir de fatos históricos, dados e leis, na África do Sul e no Brasil, “a ideia de racismo fundiário para tratar dessa complexa rede que articula ações violentas dos(as) brancos(as) contra os corpos, as culturas, os territórios e bens ambientais de negros(as) e índios(as), as formas jurídicas limitadoras e ceifadoras dessas cosmovisões, os estrangulamentos orçamentários e políticas estatais vocacionadas a fortalecer seus empreendimentos predatórios, a pilhagem secular de corpos, minérios, saberes etc. e projetos de mundo”. Confira o artigo na íntegra:

(mais…)

Ler Mais

Como funcionam as escolas do campo que estão na mira do governo Bolsonaro

Existem mais de 2 mil escolas públicas em assentamentos e acampamentos no Brasil

Por Anelize Moreira, em Brasil de Fato / MST

O lugar onde você mora fica a muitos quilômetros da cidade e você e outros meninos e meninas querem estudar, mas lá não existe escola. Você e as famílias da sua comunidade se juntam e coletivamente constroem uma, conseguem apoio e autorização do poder público e educadores da própria comunidade fazem parte do dia a dia escolar. É assim que nascem as escolas que atendem crianças e adolescentes sem-terra na zona rural brasileira. Ao ocupar uma terra improdutiva, uma das principais preocupações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) é assegurar o direito à educação das famílias camponesas.

(mais…)

Ler Mais

Cerca de 600 famílias estão ameaçadas de despejo no município de Itacoatiara (AM)

No dia 09 de março, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) da Prelazia de Itacoatiara, no Amazonas, realizou um encontro de formação com lideranças comunitárias de quatro comunidades em conflito, inclusive de áreas ameaçadas de despejo

por Josep Iborra Plans, em CPT Rondônia e Articulação da Amazônia

As pessoas que participaram do encontro de formação possuem uma longa história de luta e de trabalho junto às comunidades e à CPT, e durante anos tiveram acompanhamento e apoio da Pastoral da Terra de Itacoatiara e do Regional Amazonas.

(mais…)

Ler Mais

Após decisão que enfraquece Parecer Antidemarcação da AGU, indígenas cobram revogação

Em semana de mobilização em Brasília, delegação dos povos Terena, Kinikinau e Guarani e Kaiowá pede revogação do parecer que paralisa demarcações

por Tiago Miotto, em Cimi

Uma delegação de indígenas dos povos Terena, Kinikinau e Guarani e Kaiowá foi à Advocacia-Geral da União (AGU), na manhã desta quinta (21), protocolar um documento em que pedem a revogação imediata do Parecer 001/2017, conhecido como Parecer Antidemarcação e publicado ainda sob a presidência de Michel Temer. O pedido dos indígenas baseia-se em recentes decisões do Supremo Tribunal Federal (STF).

(mais…)

Ler Mais

Os mapas do poder dos ruralistas

Crescimento da votação de Bolsonaro corresponde, de modo impressionante, com expansão territorial do agronegócio. Para consolidar sua influência, donos da terra teriam financiado “fábrica de fakenews” e manipulado as eleições?

por Luis Fernando Vitagliano, em Outras Palavras

Para entender as eleições de 2018 devemos esquecer um pouco das diferenças politicas que normalmente influenciam nas eleições e perseguir o dinheiro que fez valer inverdades – batizadas de fakenews – que contaminaram o ambiente político. Não foi só uma estratégia que se focou em fakenews, mas isso inaugurou uma série de mudanças não só no modo como se trabalhou a comunicação de campanha, mas, também, no modo como se construiu apoios e agendas politicas.

(mais…)

Ler Mais

Intercâmbio entre comunidades quilombolas do Maranhão e Bahia acontece em Nordestina

Integrantes do Movimento Quilombola do Maranhão (Moquibom) e da Comissão Pastoral da Terra do Maranhão participaram de um intercâmbio em doze comunidades quilombolas no município de Nordestina (BA), entre os dias 12 e 14 deste mês

por Maria Aparecida J. Silva, em CPT Centro Norte – Diocese de Bonfim

A troca de experiências aconteceu com a participação dos visitantes ao Encontro do Fórum de comunidades, reuniões e visitas às localidades.

(mais…)

Ler Mais