Pressão dos EUA sobre o TRF4 é intervenção inaceitável contra Lula e a democracia brasileira

“A guerra jurídica, como instrumento de intervenção imperialista aparece às claras – como a visita desta terça-feira do diplomata de Trump ao tribunal da Lava Jato deixa transparecer”, escreve o jornalista José Reinaldo Carvalho,editor inernacional do Brasil 247.

Por José Reinaldo Carvalho, no Brasil 247

A visita nesta terça-feira (3) do conselheiro para Assuntos Políticos da Embaixada dos EUA em Brasília, Willard Smith, ao Tribunal da Lava Jato, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), onde foi recebido pelo presidente da corte, o desembargador Victor Luiz dos Santos Laus, é um inadmissível ato intervencionista nos assuntos internos do Brasil.  

(mais…)

Ler Mais

Procurador do Pará é afastado por fala racista, mas continua a receber salário

Ricardo Albuquerque deixa o cargo de Ouvidor-Geral do Ministério Público do Pará, mas continua no cargo de procurador

Catarina Barbosa, Brasil de Fato

Na manhã desta quinta-feira (28), organizações sociais do movimento indígena e quilombola estiverem na sede do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) em ato de repúdio ao procurador de justiça e ouvidor-geral do Ministério Público do Pará, Ricardo Albuquerque, que afirmou, na última segunda-feira (26), “o problema da escravidão no Brasil foi porque o índio não gosta de trabalhar. Até hoje”. A declaração foi feita durante uma palestra dentro de uma instituição de ensino particular.

(mais…)

Ler Mais

Baltasar Garzón: “O Direito está sendo usado para fins de perseguição política no Brasil e no mundo”

Jurista espanhol, que ficou famoso por deter o ditador Augusto Pinochet em Londres, vê um risco no Judiciário brasileiro por tirar o foco dos fatos para personalizar sentenças, em referência ao ex-presidente Lula

Carla Jímemez, El País Brasil

Baltasar Garzón (Torres, Espanha, 1955) ascendeu muito cedo, ganhou holofotes por sua luta contra a corrupção, o narcotráfico e o terrorismo, e por colocar a Justiça num patamar ambicioso de alcançar poderosos e levá-los para a cadeia. Essa descrição pode lembrar um personagem famoso para o Brasil, que atende pelo nome de Sergio Moro. Mas a aparente semelhança entre o atual ministro da Justiça do Brasil e o magistrado espanhol, hoje suspenso de suas atividades, é superficial. Enquanto Moro fez fama internacional com a Operação Lava Jato que destrinchou grandes empresas, Garzón tem nos direitos humanos sua profissão de fé. Ficou mundialmente conhecido quando em 1998 decretou a prisão do ditador Augusto Pinochet enquanto o chileno fazia tratamento de saúde em Londres.

(mais…)

Ler Mais

“Quando os juízes passam a ser justiceiros, estamos perdidos”, diz ex-STF

Por Lucas Borges Teixeira, no UOL

O ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) Cezar Peluso atacou hoje a Lava Jato e acusou alguns juízes de se tornarem “justiceiros” em encontro com Campos do Jordão (SP). O magistrado mostrou preocupação em relação às supostas mensagens vazadas entre promotores e o Judiciário e afirmou que envolvidos fizeram “messianismo”.

(mais…)

Ler Mais

#VazaJato no El País: “O barraco tem nome e sobrenome. Raquel Dodge”; “A mulher está possessa”

“Mensagens obtidas pelo ‘The Intercept’ e analisadas em conjunto com o EL PAÍS mostram como força-tarefa trata a chefe como um entrave para operação. Eles buscaram driblá-la e planejaram minar sua imagem por meio de vazamentos de informação na imprensa”, diz a matéria publicada esta tarde por El País, em parceria com The Intercept Brasil.

(mais…)

Ler Mais

Desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro virá ré no STJ por calúnia contra Marielle Franco

Em redes sociais, Marília de Castro Neves disse que a vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, participava de organização criminosa

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) aceitou, parcialmente, na sessão desta quarta-feira (7), queixa-crime contra a desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) Marília de Castro Neves Vieira por calúnia. O vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia, defendeu o recebimento da queixa-crime pelo delito de calúnia, devido à falsa imputação do crime de organização criminosa da desembargadora à vereadora Marielle Franco, assassinada em março do ano passado.

(mais…)

Ler Mais

Lula em Curitiba e os raios de luz que surgem na escuridão em uma derrota histórica da Lava Jato

A Vaza Jato começa a mudar a situação jurídica no Brasil. A República de Curitiba foi desmascarada e só os canalhas  e burros demais se manterão associados a eles.

Por Renato Rovai, na Fórum

Não foi um 7 a 1, mas um 10 a 1. Sendo que o 1 é o Marco Aurélio Mello, que não votou contra. Mas que entendeu que o recurso do HC deveria ter sido impetrado no TRF-4. No mérito, provavelmente seria 11 a 0.

(mais…)

Ler Mais

Mais #VazaJato: o UOL é o novo parceiro

Por Glenn Greenwald e Leandro Demori, no The Intercept Brasil

O UOL inicia hoje sua parceria com o Intercept Brasil na apuração das mensagens secretas da Lava Jato

A primeira reportagem publicada pelo portal conta como Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da operação Lava Jato em Curitiba, usou a Rede Sustentabilidade como laranja para extrapolar suas atribuições e propor uma ação no STF contra o ministro Gilmar Mendes. 

(mais…)

Ler Mais