Caciques do Xingu saem em defesa de promotora acusada de suposto desvio de recursos

Por Marcio Camilo, na Amazônia Real

Cuiabá (MT) – As principais lideranças do Alto Xingu assinaram nota de apoio à promotora Solange Linhares, afastada por decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso com base em denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPMT). Ela é acusada de suposto desvio de R$ 985,7 mil de projetos sociais para atender as comunidades indígenas. A promotora nega as acusações. O Movimento Nacional de Mulheres do Ministério Público considerou a acusação um preconceito contra a mulher e os indígenas.

(mais…)

Ler Mais

Bancada ruralista alinha-se a Mandetta durante fritura do ministro por Bolsonaro

Presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) sobe o tom das declarações a favor do ministro da Saúde: “sua credibilidade se sobrepõe a qualquer outra orientação”, alfineta Alceu Moreira

Por Alceu Luís Castilho, em De Olho nos Ruralistas

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) teve papel decisivo na queda de Dilma Rousseff e, por duas vezes, na manutenção de Michel Temer no poder, durante os processos contra os ex-presidentes. Neste momento, durante a pandemia do coronavírus e em meio a um embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Saúde, o ruralista Luiz Henrique Mandetta, a frente pode ser decisiva para a permanência do político na pasta.

(mais…)

Ler Mais

Líder da bancada ruralista cobra dinheiro dos bancos na luta contra o coronavírus

Presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, deputado Alceu Moreira (MDB-RS) diz que eles publicaram balanços com mais de R$ 50 bilhões em lucros “e até agora não contribuíram com nada”

Por Alceu Luís Castilho, em De Olho nos Ruralistas

O deputado Alceu Moreira (MDB-RS) chegou à presidência da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) como um dos líderes mais virulentos da bancada ruralista. Costumava falar em “esquerdopatas” e adotar discurso de enfrentamento aos movimentos sociais do campo e organizações não-governamentais. Fez parte da base de apoio do presidente Michel Temer e esteve entre os que organizaram o apoio da FPA ao presidente Jair Bolsonaro, ainda durante a campanha.

(mais…)

Ler Mais

Senador Irajá Abreu dobra aposta de Bolsonaro em favor de criminosos ambientais

MP 910/2019, que deve ir a votação na próxima semana, pode se tornar a maior anistia para roubo de terra pública em décadas no Brasil

Por Greenpeace Brasil

Diante da entrada limitada da sociedade civil no Congresso Nacional devido à pandemia do coronavírus, deputados e senadores têm a oportunidade de votar a portas fechadas, na semana que vem, a Medida Provisória (MP) 910/2019, apresentada pelo Presidente Bolsonaro em dezembro. O relator da proposta, Senador Irajá Abreu (PSD/TO), quis beneficiar ainda mais os grileiros (quem rouba terras públicas) e criminosos ambientais, deixando o texto de Bolsonaro, que já era péssimo, pior. Essa medida pode se tornar a maior anistia para roubo de terra pública desde o fim da ditadura militar no Brasil. 

(mais…)

Ler Mais

Indígena Guarani Kaiowá preso acusado de atirar em segurança privado é solto por decisão do TRF-3

Para o desembargador José Lunardelli, na decisão pela prisão preventiva “verifica-se a existência de constrangimento ilegal”

Por Renato Santana, no Cimi

O indígena Guarani Kaiowá Geraldo Vera já pode voltar para a retomada Nhu Vera, em Dourados, no Mato Grosso do Sul. Na tarde desta sexta-feira, 13, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) concedeu habeas corpus revogando a prisão preventiva do indígena. O pedido foi feito pela Defensoria Pública da União (DPU).

(mais…)

Ler Mais

Face fazendeira de Amado Batista teve trabalhador morto e flagrante de irregularidades

Cantor foi condenado em dezembro a pagar indenização de R$ 60 mil para a viúva e os três filhos de um trabalhador que morreu em 2016 na propriedade dele no Mato Grosso; Josué de Souza Santos foi atingido por um mourão ao instalar uma cerca

Por Leonardo Fuhrmann. no De Olho nos Ruralistas

Procurado pelo Instituto Brasileiro dos Recursos Naturais e Renováveis (Ibama) para pagar multa por desmatamento, o cantor Amado Batista tem outros problemas a resolver como fazendeiro. Ele foi condenado em dezembro a pagar indenização para a viúva e os três filhos de um trabalhador que, em 2016, morreu na fazenda dele em Cocalinho, no Mato Grosso. A mesma onde, dois anos antes, o músico levou a multa milionária do Ibama, que procura o proprietário apontado em edital como “em lugar incerto e não sabido”.

(mais…)

Ler Mais

MPF recomenda que Ibama fiscalize crimes ambientais em áreas indígenas na Terra do Meio, no PA

Recomendação também aponta a necessidade de apreender ou, se impossível, destruir maquinário utilizado nas atividades criminosas

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) que faça fiscalizações ambientais em três terras indígenas e três unidades de conservação na região da Terra do Meio, entre os municípios de São Félix do Xingu e Altamira, no Pará.

(mais…)

Ler Mais

No Pará, fazendeiros são condenados a pagar R$ 6,8 milhões por desmatamento ilegal

Réus deverão elaborar plano de recuperação da área degradada, que totaliza 1.680 hectares

A Justiça Federal no Pará condenou os fazendeiros Edson Teófilo Rosa, Nirmo Brignoni e Ronaldo Malta Laudares por desmatarem vegetação nativa da floresta amazônica e devem pagar indenizações que, somadas, ultrapassam R$ 6,8 milhões. As sentenças, divulgadas no início do mês de março, acatam pedidos do Ministério Público Federal (MPF).

(mais…)

Ler Mais

“O futuro do povo Apyãwa está em risco”: invasões e queimadas devastaram TI Urubu Branco em 2019

Enquanto dados revelam explosão de queimadas no território em 2019, povo Tapirapé denuncia aumento de posseiros e madeireiros em sua terra

Por Tiago Miotto, no Cimi*

As invasões na Terra Indígena (TI) Urubu Branco, em Mato Grosso, têm se intensificado e preocupado o povo Apyãwa, também conhecido como Tapirapé. Os indígenas sofrem há algum tempo com a presença de madeireiros, grileiros e fazendeiros em seu território. Em 2019, contudo, as queimadas e a devastação no território atingiram um patamar crítico e os Apyãwa, junto a outros povos da região do rio Araguaia, vêm buscando apoio das autoridades para coibir a destruição de suas terras e a ação dos invasores.

(mais…)

Ler Mais

Fazendeiro acusado de formação de milícia rural é preso preventivamente no Pará

Marcos Antônio Fachetti Filho é acusado de promover expulsão violenta de famílias ribeirinhas e assentadas em Marabá. O pai também teve prisão preventiva decretada pela segunda vez

O fazendeiro Marcos Antônio Fachetti Filho foi preso preventivamente pela Polícia Federal (PF) nesta quinta-feira (13) em Marabá (PA). O mandado de prisão preventiva foi expedido pela Justiça Federal em acatamento a pedido do Ministério Público Federal (MPF), que o acusa de formação de milícia rural armada. O pai de Marcos Antônio Fachetti Filho, outro acusado pelo MPF, também teve prisão preventiva decretada. Marcos Antônio Fachetti não havia sido localizado até a tarde desta quinta-feira.

(mais…)

Ler Mais