Após acordo com MPF, MP e MPT, fazendeiro vai indenizar famílias por danos de agrotóxicos

Famílias do Assentamento Chico Mendes III sofreram danos após deriva de agrotóxico em Presidente Médici (RO)

Ministério Público Federal em Rondônia

O Ministério Público Federal (MPF), o Ministério Público Estadual (MP/RO) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) firmaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o fazendeiro Fábio Luiz Nunes, da Fazenda Furkya, na Gleba Jaruaru, em Presidente Médici (RO).

(mais…)

Ler Mais

Justiça Federal suspende licenciamento da SAM para construção de projeto de mineração no Norte de Minas e sul da Bahia

No Mab

O juiz da 3ª Vara Federal de Montes Claros proferiu decisão liminar determinando a suspensão dos processos de licenciamento do Projeto Bloco 8, da Sul Americana de Metais (SAM) – empresa brasileira de capital chinês que busca explorar o minério de ferro no Norte de Minas. A decisão faz parte da Ação Civil Pública resultante de uma articulação dos Ministério Público Federal e do estado de Minas Gerais, que discute a competência do licenciamento ambiental do projeto.

(mais…)

Ler Mais

Um em cada 5 agrotóxicos liberados no último ano é extremamente tóxico

Primeiro ano do governo Bolsonaro teve aprovação recorde de novos pesticidas; empresa chinesa Adama foi a que teve o maior número de produtos liberados

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

O primeiro ano do governo Bolsonaro bateu o recorde histórico no número de agrotóxicos aprovados. Em 12 meses, foi publicada no Diário Oficial da União a aprovação de 503 registros, 53 a mais do que em 2018.

(mais…)

Ler Mais

Nova resolução facilita ainda mais a liberação de transgênicos no Brasil

Pela norma publicada na surdina pela CTNBio, a segurança do OGM deve ser informada e comprovada pela própria empresa interessada em colocá-lo no mercado

por Cida de Oliveira, da RBA

A liberação de organismos geneticamente modificados no mercado brasileiro tornou-se ainda mais fácil desde a última quinta-feira (9). Na ocasião, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) publicou a Resolução Normativa nº 24, que dispõe sobre normas para liberação comercial e monitoramento desses organismos mais conhecidos como transgênicos.

(mais…)

Ler Mais

UFRJ: Nota sobre os problemas da qualidade da água provida pela Cedae

A pedido da Reitoria, grupo de docentes da UFRJ elaborou nota técnica contendo constatações e recomendações

UFRJ

Face aos questionamentos recentes sobre a qualidade da água potável distribuída para consumo na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) e cientes da responsabilidade acadêmica e social que a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem com toda a população, a Reitoria da UFRJ solicitou a um grupo de docentes que desenvolve suas linhas de pesquisa em assuntos relacionados à ecologia aquática, recursos hídricos, saneamento e saúde pública, a elaboração de nota técnica contendo constatações e recomendações.

(mais…)

Ler Mais

Desastre da Vale: pagamento mensal emergencial à comunidade Pataxó é prorrogado por 10 meses

Foram mantidos os mesmos valores que vinham sendo pagos aos indígenas das etnias Pataxó Hã Hã Hãe e Pataxó

Ministério Público Federal em Minas Gerais

O Ministério Público Federal (MPF) e representantes das etnias Pataxó Hã Hã Hãe e Pataxó, atingidas pelo rompimento da barragem da mina de Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG) há quase um ano, celebraram com a mineradora Vale um aditivo ao Termo de Ajuste Preliminar Extrajudicial (TAP-E) firmado em 5 de abril de 2019.

(mais…)

Ler Mais

Problema da Cedae não é água, é administração escolhida pelo governo, diz funcionário

Água com cor está sendo distribuída no Rio; servidor afirma que atual gestão é responsável por desmonte da estatal

Eduardo Miranda, Brasil de Fato

As tentativas de privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) no governo de Luiz Fernando Pezão (MDB) e, agora, no de Wilson Witzel (PSC), são apontadas por funcionários da estatal como as razões para que a empresa venha enfrentando problemas de funcionamento. Em entrevista ao Brasil de Fato, o funcionário da Cedae e presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saneamento de Niterói, Ary Girota, afirmou que administração escolhida pelo atual governo estadual é “responsável direta pelo desmonte da empresa”.

(mais…)

Ler Mais

Quatro bairros de Maceió podem desaparecer por conta da ação de mineradora

Braskem pagará R$ 1,7 bilhão para realocar 17 mil pessoas. A empresa foi responsabilizada por afundamento do solo

Igor Carvalho, Brasil de Fato

Um acordo intermediado pelo Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público de Alagoas, a Defensoria Pública da União (DPU) e de Alagoas (DPE-AL), determinou a remoção de 17 mil pessoas de quatro bairros de Maceió: Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto.

(mais…)

Ler Mais

Resíduos de óleo ainda contaminam 467 localidades no Nordeste e no Sudeste

Por Mariama Correia, em Marco Zero Conteúdo

Apesar da aparente limpeza, muitas praias que foram atingidas pelo derramamento de petróleo no Nordeste continuam contaminadas. De acordo com o boletim do Ibama divulgado esta semana, vestígios esparsos de óleo foram encontrados em pelo menos 467 localidades (áreas com até 10 quilômetros de extensão) nos nove estados da região, mais Espírito Santo e Rio de Janeiro. Nesses locais o nível de contaminação é de até 10% da área total.  

(mais…)

Ler Mais

ES – ‘Querem fazer no sul do Estado o que já fizeram no norte e noroeste’

A ambientalista Dalva Ringuier alerta sobre a tragédia anunciada com a chegada da Suzano no sul do Estado

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

Socióloga e educadora ambiental, a ambientalista Dalva Ringuier é uma das maiores conhecedoras da realidade socioambiental da região do Caparaó capixaba. Proprietária de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) na zona de amortecimento do Parque Nacional do Caparaó e ex-secretária-executiva do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável do Caparaó (Consórcio Caparaó), Dalva admite estar muito preocupada com os recentes anúncios feitos pela Suzano (ex-Aracruz Celulose e ex-Fibria), de implantar uma fábrica de papel higiênico em Cachoeiro de Itapemirim e expandir os plantios de eucalipto no Estado, visando, obviamente, os arredores do município, em todo o sul do Estado.

(mais…)

Ler Mais