Governo Temer minimiza incidente com a Hydro e diz que poluição é “de caráter agudo” em Barcarena

Defesa Civil classificou o desastre ambiental como “derramamento de produtos químicos em ambiente lacustre, fluvial e marinho.”

Por Catarina Barbosa , no Amazônia Real

Belém (PA) – Esta semana completou cinco meses que os moradores das comunidades tradicionais de Barcarena, no nordeste do Pará, denunciaram à Justiça o transbordo de efluentes (lama vermelha) da bacia de rejeitos DRS 1 da refinaria norueguesa Hydro Alunorte. Segundo a prefeitura de Barcarena, 2.007 famílias (cerca de 10 mil pessoas) das comunidades de Burajuba, Vila Nova e Bom Futuro, atingidas pelo incidente, ainda necessitam de água potável. A mineradora, por determinação do Ministério Público Federal (MPF), já forneceu 82.700 mil litros do líquido, depois que os rios, lagos e poços artesianos, ficaram contaminados por poluentes tóxicos, conforme apontaram laudos do Instituto Evandro Chaves (IEC), órgão ligado ao Ministério da Saúde.  (mais…)

Ler Mais

Relatório aponta contaminação de agrotóxicos em aldeia indígena de MS

Documento é elaborado pela ong internacional Human Rights Watch. Indígenas Guaranis e Kaiowás são intoxicados pelo despejo próximo à comunidade

Por Izabela Sanchez, no Campo Grande News

Relatório da ong internacional Human Rights Watch aponta Mato Grosso do Sul como um dos Estados onde há contaminação por agrotóxicos em comunidades rurais. O relatório “Você não quer mais respirar veneno: As falhas do Brasil na proteção de comunidades rurais expostas à dispersão de agrotóxicos”, afirma que indígenas Guaranis e Kaiowás de uma comunidade próxima a Campo Grande sofreram com problemas de saúde após a contaminação.

(mais…)

Ler Mais

“É diário”, professor denuncia intoxicação por agrotóxicos como algo recorrente em escolas rurais

Ele foi ameaçado e proibido de falar com a imprensa depois que seus alunos passaram a apresentar sintomas frequentes de contaminação. Estudo da Human Rights Watch aponta que problema é sistemático no Brasil rural

por Ana Aranha, em Repórter Brasil

Mais de cinco anos depois que 90 crianças foram intoxicadas quando um avião pulverizou agrotóxicos sobre uma escola em Rio Verde, interior de Goiás, alunos e professores da região continuam expostos à intoxicação dos químicos cotidianamente. Essa é a denúncia feita por Hugo Alves dos Santos, diretor da escola em 2013, ano do acidente, e uma das suas vítimas. (mais…)

Ler Mais

Surto de malária afeta rendimento escolar no Alto Rio Negro

Campeã em casos da doença em 2018, cidade indígena de São Gabriel da Cachoeira (AM) registra déficit de aprendizado e evasão de estudantes devido à epidemia

Por Juliana Radler/ISA

Crianças, adolescentes e jovens são as principais vítimas do surto de malária que atinge São Gabriel da Cachoeira (AM). Dos 8138 casos registrados até 29 de junho, 60% está nessa faixa etária, o que impacta diretamente no rendimento escolar dessas crianças. (mais…)

Ler Mais

Indígenas poseen una cuarta parte del territorio global

Una investigación reveló que una cuarta parte del mundo está bajo administración indígena. Además se muestra que actualmente 370 millones de personas se identifican como pobladores nativos en 87 países. Se espera que la información publicada por la revista Nature Sustainability sirva para establecer alianzas de cooperación en la lucha contra el cambio climático

Por José Díaz, en Servindi

Uno de los objetivos más importantes de cara a la lucha contra el cambio climático es la administración territorial de las áreas naturales. En este campo la participación de la población indígena alrededor del mundo es de mucha importancia debido a que los pueblos nativos gestionan la cuarta parte del territorio global. (mais…)

Ler Mais

MPF pede anulação de licenças de mina da Anglo American em Minas Gerais

Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão alega que empresa não apresentou garantias de cumprimento de 400 condicionantes e não apresentou informações sobre o impacto do empreendimento na região; em março, vazamento atingiu dois rios e prejudicou abastecimento de água

Paulo Roberto Netto e Giovana Girardi, O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão de Minas Gerais, órgão do Ministério Público Federal (MPF), apresentou pedido à Justiça mineira pela anulação das licenças prévia e de instalação concedidas à Anglo American para a execução da terceira etapa do projeto de exploração e transporte de minério de ferro em Conceição de Mato Dentro, na região central do Estado. (mais…)

Ler Mais

MPF recomenda a anulação de TAC que prevê medidas ambientais no aterro de Jardim Gramacho

Falta de participação de pescadores da região na definição de medidas e de compensações ambientais ofende a legislação; o prazo é de 30 dias para o acatamento da recomendação com comprovação do cumprimento

Procuradoria da República no Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal (MPF) em São João de Meriti (RJ) recomendou que a Secretaria de Estado do Ambiente e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) declarem a nulidade do termo de ajustamento de conduta (TAC) firmado com as empresas Gás Verde S.A., J Malucelli Construtora de Obras S.A. e Biogás Energia Ambiental S.A., responsáveis pela adoção de medidas ambientais no aterro metropolitano de Jardim Gramacho, em Duque de Caxias (RJ). (mais…)

Ler Mais

Um acampamento heroico na luta em defesa da água como direito e bem comum e contra seu roubo para as indústrias do Pecém

Por João Alfredo Telles Melo

Amanhã, dia 19, se completará um mês em que indígenas, donas de casa, moradores das comunidades tradicionais de pescadores e agricultores da Taíba, do Pecém e de outras localidades de São Gonçalo, Ceará, acamparam na localidade de Parada para protestar contra o roubo da água dessas populações para abastecer as indústrias “sedentas” e poluentes do Pecém. (mais…)

Ler Mais

O ‘agro’ é sujo: veneno, mortes e destruição da natureza definem agronegócio

Por seus planos de negócios, multinacionais comprometem a alimentação mundial

Emilly Dulce, Brasil de Fato

O agronegócio, modelo de produção agrícola baseado no monocultivo, no grande latifúndio e no uso ostensivo de agrotóxicos, consome cerca de 70% dos recursos de terra e água do planeta, mas produz apenas 30% do alimento mundial. Além disso, esse modelo de produção gera 40% das emissões de gases de efeito estufa. (mais…)

Ler Mais