CPT realiza I Encontro de Sementes livres da Zona da Mata de Pernambuco

Famílias de comunidades camponesas que vivem na região estão fortalecendo a conexão com seus antepassados e construindo autonomia por meio do cultivo de sementes crioulas. 

Fonte / Imagens: CPT Nordeste II 

No último dia 09 de outubro, foi realizado na Comunidade do Una, no município de Moreno (PE), o I Encontro de Sementes livres da Zona da Mata de Pernambuco. O encontro objetivou incentivar cada família a partilhar, produzir e conservar suas próprias sementes crioulas, fortalecendo a agroecologia e a autonomia frente às indústrias de sementes transgênicas e frente ao sistema monocultor da cana-de-açúcar predominante na região.

(mais…)

Ler Mais

Transgenia é a maior ameaça à expansão e preservação de sementes crioulas. Entrevista especial com Luciano Marçal Silveira

Por: Patricia Fachin, em IHU On-Line

A maior ameaça à disseminação e preservação das sementes crioulas  no  semiárido brasileiro é a contaminação de material crioulo por sementes geneticamente modificadas. De acordo com Luciano Marçal Silveira, membro do Comitê Gestor do Projeto Agrobiodiversidade no Semiárido da Articulação Semiárido Brasileiro – ASA, a instituição “fez um monitoramento recente por meio de testes de transgenia junto à rede de casas ou bancos de sementes e, dos 900 testes realizados, quase 300 apontaram contaminação do milho crioulo”. Segundo ele, isso ocorreu porque as sementes transgênicas enviadas pela Companhia Nacional de Abastecimento – Conab para as famílias enfrentarem o problema da seca dos últimos sete anos, foram plantadas, contaminando as sementes crioulas. “O cultivo desse material tem produzido um efeito devastador, contaminando a grande diversidade das variedades de milho crioulo do semiárido. Esse é o quadro mais grave da atualidade”, diz.

(mais…)

Ler Mais

Guardiãs e guardiões de sementes crioulas partilham grãos como forma de resistência

“Saber popular se contrapõe ao monopólio de grandes multinacionais”, afirma produtor

Por Lu Sudré, em Brasil de Fato / MST

De geração em geração, de família em família. O cultivo de sementes crioulas, grãos de alimentos naturais sem qualquer alteração genética ou mutação por produtos químicos, é uma valiosa herança defendida e transmitida por agricultores que lutam pela produção saudável de alimentos desde sua germinação.

(mais…)

Ler Mais

Livre uso da biodiversidade, do território e do conhecimento tradicional: pilares da autoproteção dos povos

Reunida no Assentamento Contestado (PR), articulação nacional se debruça sobre experiências agroecológicas como meio de nutrir a resistência.

Por Terra de Direitos

Organizações sociais, movimentos populares e redes de resgate de sementes crioulas que compõem o Grupo de Trabalho Biodiversidade da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), realizaram, em seminário entre os dias 11 e 13 de setembro, na Escola Latino Americana de Agroecologia (ELAA), localizada no Assentamento Contestado, na Lapa (PR), a troca de experiências entre práticas que fortalecem processos organizativos e promovem a sócio e agrobiodiversidade brasileira. 

(mais…)

Ler Mais

Encruzilhada do Sul: campesinato evidencia sementes crioulas e soberania alimentar

2ª edição da Feira das Sementes Crioulas atraiu grande público de diversas regiões, firmando-se como referência estadual

Marcos Corbari, Brasil de Fato

Por muito pouco o CTG Sinuelo da liberdade não foi pequeno para acolher as cerca de 800 pessoas que estiveram presentes nas atividades da II Feira das Sementes Crioulas, realizada pelo Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) e Cooperativa Mista dos Fumicultores do Brasil (Cooperfumos), contando com mais uma dezena de entidades e organizações apoiadoras. A programação se estendeu desde o início da manhã do dia 11 de setembro até o final da tarde, contemplando atos públicos, seminário, oficinas, feira de sementes, exposições, relatos de experiências e comercialização de produtos agroecológicos e artesanato. Nos espaços de exposição estiveram representadas 27 experiências – sejam individuais ou coletivas – e, pelo palco, manifestaram-se mais de uma dezena de painelistas.

(mais…)

Ler Mais

Semente Crioula: sobrevivência e resistência para o campesinato

Duas experiências da base do MPA colocam a ciência e a tradição de mãos dadas

Marcos Corbari, Brasil de Fato

Uma equipe da Rede Soberania e do Jornal Brasil de Fato foi convidada no final do mês de março a conhecer algumas experiências de camponeses que integram a base do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) a respeito da utilização e multiplicação das sementes crioulas. Nessa viagem visitamos – acompanhados de técnicos da Cooperfumos e de Pesquisadores da Embrapa Clima Temperado convidados – duas unidades produtivas. Uma delas onde encontramos um legítimo guardião de sementes, camponês que planta e multiplica sementes crioulas e varietais resultantes de processo de seleção massal; na outra, conversamos com um camponês que já ascendeu a uma categoria mais avançada no processo, utilizando o espaço da sua unidade produtiva para experiências de melhoria e seleção genética, sendo já considerado um guardião melhorista pelo movimento, uma espécie de “cientista camponês.

(mais…)

Ler Mais

Tradição quilombola, preservação e troca de sementes é resgatada em festa em Castro

Mais de 15 comunidades já confirmaram presença na atividade que acontece no próximo dia 21 de julho

por Franciele Petry, em Brasil de Fato

“Quem planta um prato colhe um saco”. Um ditado popular que circula entre comunidades revela muito de uma prática bastante comum entre quilombolas: a da preservação de sementes crioulas. O costume de selecionar as melhores sementes e as guardar para os próximos anos é repassado entre as diferentes gerações nos quilombos há anos. Agora, essa prática será ampliada em um movimento de troca que envolve comunidades de todo o estado, na Festa de Sementes e Mudas Quilombolas do Paraná.

(mais…)

Ler Mais

Comunidades camponesas da Zona da Mata Norte de Pernambuco celebram a colheita do milho crioulo

Cuidar da semente é cuidar da vida. Essa foi a mensagem que marcou a Festa da Colheita e da Partilha do milho crioulo, realizada na comunidade de Belo Horizonte, no município de Aliança, Pernambuco, no último domingo (30). Comunidades posseiras, de assentamentos e acampamentos da Zona da Mata Norte e da Região Metropolitana do Recife estiveram presentes na celebração. As famílias também aproveitaram a ocasião para comemorar os 44 anos da Comissão Pastoral da Terra Nacional, celebrado no mês de junho.

CPT Nordeste II

O momento começou com muito debate e reflexão. Motivados/as pela leitura da passagem bíblica sobre as vinhas de Nabot (1 Reis, 21), os/as participantes discutiram sobre sua relação e os cuidados com a terra, e sobre quais ameaças são enfrentadas hoje pelas famílias camponesas na zona da mata. Um dos aspectos mais destacados no debate foi o amor à terra e importância de cuidá-la para as próximas gerações.

(mais…)

Ler Mais

Assentados fazem feira com cerca de 60 variedades de feijão orgânico no RS

Sementes são produzidas por 17 famílias em dois assentamentos do MST no interior de Piratini, na região Sul

Por Catiana de Medeiros, na Página do MST

A Associação de Produtores Ecológicos Conquista da Liberdade (Apecol) realizou nesta quarta-feira (29) a 5ª Feira do Feijão Orgânico de Piratini, na região Sul do Rio Grande do Sul. O evento aconteceu na Praça Inácia Machado, no centro da cidade, e teve a participação de representantes dos poderes executivo e legislativo municipal, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), além de deputados, estudantes e produtores de alimentos orgânicos.

(mais…)

Ler Mais

Podcast – Agricultura orgânica: grupo de mulheres revela o casamento da faceta da raiz cultural às sementes crioulas

Por Sucena Shkrada Resk, do Blog Cidadãos do Mundo

A entrevistada desta semana, do Blog Cidadãos do Mundo – jornalista Sucena Shkrada Resk, é a agricultora familiar pernambucana Vilma Martins (terceira à direita na foto), radicada em São Paulo, que integra a composição feminina do Grupo de Agricultores Urbanos (GAU) – Culinária e Agricultura Orgânica, em União da Vila Nova – São Miguel Paulista, na capital, hoje composto por nove mulheres. A maioria são migrantes vindas do Nordeste e carregam esta raiz identitária nas práticas no campo e na culinária com benefício à saúde, com o cultivo de sementes crioulas e a manutenção de um viveiro-escola, no qual passam seus ensinamentos,  por meio da prática do processo da agricultura orgânica.

(mais…)

Ler Mais