Governo promete descontigenciar orçamento da reforma agrária

Uma nova proposta orçamentária para 2018 deverá ser enviada ao Congresso Nacional com revisão de valores do orçamento para a reforma agrária e agricultura familiar

MST

Em reunião realizada em resposta às mobilizações da Jornada Unitária de Lutas de Outubro, os ministros da Casa Civil e Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Eliseu Padilha e Dyogo Oliveira afirmaram que o Governo Federal irá descontigenciar o orçamento da reforma agrária “para quase zero” ainda neste ano de 2017.  (mais…)

Ler Mais

Contra cortes na Reforma Agrária e por alimentação saudável, MST se mobiliza em Jornada Nacional

A Jornada Nacional de Lutas de Outubro já mobiliza cerca de dez mil militantes em nove estados e no Distrito Federal

Da Página do MST

Desde as primeiras horas desta segunda-feira (16), trabalhadores rurais organizados no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupam sedes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e órgãos relacionados à política agrária, bem como latifúndios improdutivos em 9 estados e no Distrito Federal. (mais…)

Ler Mais

Ocupação em Goiás da início à Jornada Nacional em Defesa da Reforma Agrária

Cerca de 300 famílias Sem Terra ocuparam um latifúndio improdutivo em Cocalzinho, na madrugada deste domingo (15)

Da Página do MST

Cerca de 300 famílias do MST ocuparam um latifúndio improdutivo no município goiano de Cocalzinho. A ação ocorreu na madrugada deste domingo (15), e faz parte da Jornada Nacional do Campo em Defesa da Reforma Agrária, que busca denunciar a retirada de direitos dos trabalhadores do campo e exige a recomposição do orçamento destinado para a Reforma Agrária e para a Agricultura Familiar e Camponesa. (mais…)

Ler Mais

Movimentos pressionam STF a debater paralisia da reforma agrária em plenário

De acordo com líder do MST, 400 mil famílias aguardam por um lote de terra no Brasil; TCU paralisou assentamentos

Cristiane Sampaio, Brasil de Fato

Os movimentos populares estão intensificando a cobrança junto ao poder público para que a política de reforma agrária no Brasil seja retomada. Uma das frentes de atuação é a luta junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que a instituição agilize a votação do processo que trata do tema. (mais…)

Ler Mais

Incra restringe recursos para assentamentos rurais

Assentamentos exigem que o Incra promova o investimento em estradas, escolas e postos de saúde, além de financiamento para o plantio

Por Renata Guerra e Ana Magalhães
Da Repórter Brasil / MST

Desde abril, servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) recebem incentivos para dar títulos individuais de propriedade da terra ao maior número possível de assentados da reforma agrária. (mais…)

Ler Mais

Sargento da BM, que assassina sem-terra pelas costas, é herói?

“Organizemos um ato de desagravo à família do Elton. Encontremo-nos com quem foi ultrajado de forma a mais vergonhosa pela festa organizada em homenagem ao sargento que o assassinou. Levemos nossa solidariedade e tratemos de mostrar-lhe em que medida a dor do seu luto não deve aumentar por isso, mas sim desconsiderar essa estupidez como própria da ignorância, da falta de educação, da raiva e do preconceito estimulados ideologicamente por todo o desprezo que fermenta e azeda a cultura de quem já se convenceu de que gente pobre é inferior e manter essa desigualdade uma condição de prestígio”, escreve Jacques Távora Alfonsin, procurador aposentado do estado do Rio Grande do Sul e membro da ONG Acesso, Cidadania e Direitos Humanos

IHU On-Line

O número de agricultoras/es sem-terra mortas/es nesses frequentes conflitos por terra em todo o Brasil já entrou para a nossa história como um dado estatístico praticamente ignorado pelo Poder Público, por grande parte tanto da sociedade civil como da mídia. Defensoras/es dos direitos humanos já morreram 62 neste conturbado ano de 2017, segundo a CPT. (mais…)

Ler Mais

Comitê de DH atribui aumento da violência no campo à negligência do estado

Carta aberta do Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos afirma que o poder público deixou de atuar para prevenir mortes e assassinatos previamente anunciados

Da Página do MST

Depois de se reunir entre os dias 13 e 15 de setembro em Brasília, durante o evento Fronteiras de Luta: III Seminário Nacional sobre Proteção a Defensoras e Defensores de Direitos Humanos, o Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos, composto por organizações da sociedade civil, lideranças e movimentos sociais emitiu uma carta aberta à sociedade, para alertar sobre o agravamento da violência contra as populações rurais, camponesas, indígenas, quilombolas, pescadores, no último ano. (mais…)

Ler Mais

Comissão Pastoral da Terra (CPT) publica Atlas de Conflitos na Amazônia Legal

 Assessorias de Comunicação CPT, no Cimi

Na próxima quinta-feira (28), às 14 horas, no Centro Cultural Missionário, em Brasília (DF), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), com o apoio da Comissão Episcopal para a Amazônia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e da Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM), lançará o “Atlas de Conflitos na Amazônia”. O material tem enfoque no mapeamento, por municípios, dos locais onde existem conflitos no campo na Amazônia Legal. A maior disputa pela terra e os grandes números de pessoas violentadas, atualmente, encontra-se nessa região. (mais…)

Ler Mais

Caso Elton Brum: policial militar é condenado a 12 anos de prisão e a perda de cargo

Sete cidadãos compuseram via sorteio o júri popular, sendo quatro mulheres e três homens. O julgamento começou por volta das 10h30 e terminou quase 24 horas

Por Catiana de Medeiros, da Página do MST 

O policial militar Alexandre Curto dos Santos, que assassinou com um tiro pelas costas o trabalhador rural Sem Terra Elton Brum da Silva, foi condenado por homicídio qualificado. A decisão é do júri popular realizado nesta quinta-feira (21) no Foro Central I da Comarca de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A sentença de 12 anos de prisão em regime fechado, perda de cargo e prisão imediata ocorre mais de oito anos após o crime. (mais…)

Ler Mais