Segundo CPT, mais de 43 mil pessoas estão envolvidas em conflitos no campo em PE

Dados da Comissão Pastoral da Terra indicam uma crescente da violência no campo junto do retrocesso na reforma agrária

Vanessa Gonzaga, Brasil de Fato

Fundado na base dos engenhos, que acentuavam a concentração de terras e eram responsáveis pela escravização dos povos do continente africano e expulsão de povos indígenas das suas terras, em 2020, Pernambuco ainda é cenário de conflitos nas áreas rurais. De acordo com o caderno Conflitos no Campo Brasil 2019, lançado no fim de abril pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), o estado tem hoje 43.268 pessoas envolvidas em 67 conflitos que se estendem desde o município de Lagoa Grande, no sertão, até Tamandaré, no litoral do estado. No Brasil, os números assustam: em 2010, na primeira edição do estudo, 351.935 pessoas estavam em situação de conflito por terra. Hoje, esse número é de 578.968 pessoas distribuídas em todo o território nacional lutando pelo direito à terra e água.

(mais…)

Ler Mais

Em Atalaia (AL), famílias são ameaçadas para que deixem terra pertencente a João Lyra

Grupo João Lyra teve falência decretada e contabiliza dívida em torno de R$ 2,1 bilhões; ex-deputado conta com quase 300 ações judiciais

Da Página do MST

Mais de 150 famílias que vivem na Fazenda Santa Tereza, em Atalaia, na Zona da Mata de Alagoas, estão sofrendo uma série de ameaças para que saiam da área pertencente ao empresário e ex-deputado federal (PSD) João Lyra.

(mais…)

Ler Mais

Cerca de 580 mil pessoas lutam pelo direito à terra e à água no Brasil, aponta CPT

Dados da Comissão Pastoral da Terra indicam aumento da violência no campo e retrocesso da reforma agrária

Vanessa Gonzaga, Brasil de Fato

Fundado na base dos engenhos — que acentuavam a concentração de terras e eram responsáveis pela escravização dos povos do continente africano e pela expulsão de povos indígenas das suas terras — o estado de Pernambuco ainda hoje é cenário de conflitos nas áreas rurais.

(mais…)

Ler Mais

MPF aciona Incra e União por atraso em titulação de assentamentos rurais que prejudica 570 famílias na Bahia

Todos os processos encontram-se na primeira etapa há mais de uma década, o que impede o acesso a financiamento rural, assistência técnica e infraestrutura

Ministério Público Federal na Bahia

O Ministério Público Federal (MPF) moveu ações contra a União e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para que regularizem quatro Projetos de Assentamento (PA) no oeste baiano. Todos os processos encontram-se parados na primeira etapa há mais de uma década e prejudicam cerca de 570 famílias nos municípios baianos de Barreiras, Luis Eduardo Magalhães, Wanderley e Santa Rita de Cássia.

(mais…)

Ler Mais

Em Jaqueira/PE, conflito fundiário provocado por empresa se agrava e famílias denunciam ameaças de morte e tentativas de homicídio

A violência no campo não faz quarentena

Na CPT/NE2

É tempo de isolamento social para conter a propagação do coronavírus, mas para o latifúndio, é tempo de violência. No município de Jaqueira, Zona da Mata Sul de Pernambuco, famílias de agricultores enfrentam um conflito fundiário com a empresa Agropecuária Mata Sul S/A há mais de dois anos. Contudo, é justamente neste período, o mais crítico da pandemia até o momento em Pernambuco, que as famílias estão denunciando graves situações, como ameaças de morte e tentativa de homicídio feitas pessoas ligadas à empresa contra camponeses da localidade.

(mais…)

Ler Mais

Presidente da CDHM pede agilidade nas investigações do assassinato de dois trabalhadores rurais no RS

Por Pedro Calvi / CDHM

Na noite de quinta-feira (30/04), dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foram assassinados no Assentamento Santa Rita de Cássia II, em Nova Santa Rita (RS), na região metropolitana de Porto Alegre. As vítimas foram Adão do Prado, de 59 anos, e Airton Luis Rodrigues da Silva, 56. Os dois faziam parte do Movimento desde o ano 2000.

De acordo com relatos de camponeses do MST, os dois estavam na casa de Adão quando homens armados chegaram ao local de carro e executaram Adão e Airton na frente de familiares. Ainda não há informações sobre a autoria e o que motivou os assassinatos.

(mais…)

Ler Mais

Vulnerabilidade de acampados frente à despejos aumenta com COVID-19

Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e Fórum por Direitos no Campo debateram o tema em reunião

Da Página do MST

Em decorrência da pandemia pelo novo coronavírus, a vulnerabilidade das famílias acampadas que aguardam providências do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e que vivem sob constante ameaça de despejo, se torna mais evidente. É neste contexto que o tema foi levado à discussão na última sexta-feira (24), em uma reunião virtual realizada entre a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) e o Fórum por Direitos e Contra a Violência no Campo.  

(mais…)

Ler Mais

Despejos forçados de trabalhadores rurais é tema de reunião entre PFDC e Fórum por Direitos no Campo

Diálogo teve como foco a vulnerabilidade de assentados rurais no contexto da Covid-19 e medidas diante das irregularidades apontadas em acórdão do TCU

O despejo forçado de famílias que vivem em assentamentos rurais foi tema de reunião realizada, à distância, na sexta-feira (24) entre a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e o Fórum por Direitos e Contra a Violência no Campo. 

(mais…)

Ler Mais

Pastorais do campo falam em genocídio e pedem afastamento urgente de Bolsonaro

Cáritas Brasileira, Comissão Pastoral da Terra, Conselho Indigenista Missionário, Conselho Pastoral de Pescadores, Pastoral da Juventude Rural e Serviço Pastoral dos Migrantes assinam nota baseada em fala do papa Francisco sobre “mundo doente”

Por Alceu Luís Castilho, De Olho nos Ruralistas

As pastorais sociais do campo, organizações ligadas à igreja católica, emitiram nesta quinta-feira (23) uma nota em solidariedade às vítimas da Covid-19 e em defesa do isolamento social. Evocando diretamente falas do papa Francisco críticas às políticas liberais, elas dizem que o mercado “se revela incapaz de uma resposta adequada ao extremo desafio da hora presente”. O principal alvo político é o presidente Jair Bolsonaro, acusado de promover decisões “genocidas” e de “semear o caos”:

(mais…)

Ler Mais

Direito à terra: após indícios de irregularidades, PFDC pede apuração de conduta de superintendente do Incra no MT

Autarquia estaria retardando destinação de terras públicas à reforma agrária. Investigação deve apurar crimes e atos de improbidade

Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC)

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC/MPF) pediu ao Ministério Público Federal no Mato Grosso para investigar a conduta do chefe da Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no estado. 

(mais…)

Ler Mais