Índios fazem vigília em frente ao STF em ato por demarcação de terras. Foto: Fernanda Calgaro, G1

Índios do MS fazem vigília em frente ao STF a favor da demarcação de terras

Eles cobram da Justiça para que sejam ouvidos em decisões que os afetam. Com velas e faixas, grupo de 53 indígenas promete passar a noite no local.

Por Fernanda Calgaro, do G1

Um grupo de 53 indígenas do Mato Grosso do Sul, representantes de diferentes etnias, iniciou na noite de quinta-feira (21) uma vigília em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, para protestar contra a revisão de terras que já estavam demarcadas. Eles reclamam ainda que não são ouvidos pela Justiça nos processos. (mais…)

Ler Mais

Foto: Larissa Costa

Belo Horizonte: Obras na BR-381 irão desalojar 6 mil famílias

Projeto busca soluções, mas atingidos afirmam estar há três anos sem informações

Rafaella Dotta, no Brasil de Fato

Cerca de 2 mil famílias estão ameaçadas de despejo na rodovia entre Caeté e Belo Horizonte. O motivo é a duplicação da BR 381, que irá desalojar ao menos 6 mil famílias. Luiz Francisco da Silva e Adalmárcia Pereira da Silva, pedreiro e empregada doméstica, estão há três anos esperando informações sobre o que vai acontecer com sua casa, no bairro Vista do Sol, na saída de Belo Horizonte para Santa Luzia. (mais…)

Ler Mais

O cais José Estelita, no centro histórico de Recife. / DANIEL GUIMARÃES

Após um ano de resistência, Recife abre seu centro histórico à especulação

Por María Martín, El País Brasil

Faz um ano que algumas retroescavadeiras acenderam o pavio do movimento social mais combativo da memória recente no Recife. Desde que um poderoso consórcio imobiliário entrou, naquela madrugada de 21 de maio, no cais José Estelita, para tentar demolir antigos armazéns e começar a construção de um megacondomínio de 13 gigantescas torres na beira do rio, os recifenses iniciaram uma agitada discussão sobre o modelo de cidade que estava dominando Recife. A capital começou a ser alimentada agressivamente, até hoje, pela especulação imobiliária. (mais…)

Ler Mais

ludmila correia

AJP e O Direito Achado na Rua: “O que nos move é a possibilidade de transformar a realidade”

Tania Pacheco – Combate Racismo Ambiental

Hoje cedo divulgamos a notícia de que a série inicial de livros sobre O Direito Achado na Rua está agora disponível para ser baixada. Horas depois, recebemos de Priscylla Joca a entrevista que agora publicamos, feita por ela originalmente para a página da Renap Ceará.

A entrevistada é Ludmila Cerqueira Correia, coordenadora técnica do Centro de Referência em Direitos Humanos da UFPB, professora no Curso de Direito da UFPB, doutoranda na Pós-Graduação em Direito da UnB e, justamente, integrante do grupo de pesquisa O Direito Achado na Rua. Ludmila foi também uma das responsáveis pela organização do primeiro livro do Centro de Referência em Direitos Humanos da UFPB (disponível AQUI). (mais…)

Ler Mais

Imagem: Milhares de uruguaios caminharam em silêncio na noite desta quarta-feira pelas ruas de Montevidéu. (Foto: www.fattosefottos.com.br)

Uruguai cria grupo para investigar crimes durante ditadura

Anúncio coincide com a 20ª Marcha do Silêncio, para recordar os desaparecidos nesta época que envolve a ditadura militar iniciada em 1973

Notícias Terra

O governo de Tabaré Vázquez criou um grupo que investigará as denúncias contra o Estado por crimes contra a Humanidade entre 1968 e 1985, período que envolve a ditadura militar iniciada em 1973, informou a presidência do Uruguai em um comunicado. (mais…)

Ler Mais

cardozo_e2

Em audiência com ministro da Justiça, indígenas de MS repudiam “mesas de diálogo” propostas por Cardozo, por Egon Heck

No Cimi

A delegação de 53 lideranças indígenas do Mato Grosso do Sul tiveram nessa quarta-feira (20) um encontro com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Esperavam respostas concretas com relação à assinatura das 12 portarias declaratórias que estão sob sua mesa.  Queriam também saber o porquê da paralisação total dos procedimentos de regularização das terras indígenas. Além disso, queriam saber quais são as iniciativas para dar segurança às comunidades e suas lideranças, que estão sendo diariamente ameaçados de morte. Grassa na região total impunidade em que matadores de índios viram heróis. Pediram também que o atual presidente interino da Fundação Nacional do Índio (Funai) seja efetivado no cargo. (mais…)

Ler Mais

MPF na comunidade

MPF/RS negocia melhoras para o Quilombo Chácara das Rosas

Construção de shopping em área próxima ao quilombo terá como contrapartida melhorias para a comunidade

MPF/RS

O Quilombo Chácara das Rosas, em Canoas – na grande Porto Alegre – receberá melhorias na sua rede de saneamento básico. Esse foi o resultado de reunião realizada na Procuradoria da República em Canoas entre MPF, representantes da comunidade quilombola Chácara das Rosas e representantes da Multiplan Empreendimentos Imobiliários S.A., que está construindo um shopping center em área próxima ao quilombo. (mais…)

Ler Mais

Reprodução do Blog do Farnésio

BA – MPF suspende despejo de trabalhadores do Salitre e de Casa Nova

Em Blog do Farnésio

A Justiça Federal suspendeu a decisão de reintegração de posse para a CODEVASF que deveria acontecer esta semana e poderia expulsar quase 500 famílias do Acampamento Abril Vermelho, no Projeto Salitre em Juazeiro – BA e 240 famílias do Acampamento Irani de Souza, localizado no Perímetro irrigado do projeto Senador Nilo Coelho, no município de Casa Nova – BA. (mais…)

Ler Mais