De olho nas pegadas ecológicas do urânio na Bahia

Por Zoraide Vilasboas

O município de Caetité (Bahia), sede da única mina de urânio em atividade na América Latina, recebeu um grupo de estudantes da UFBA com uma missão especial. Eles foram ver as pegadas ambientais da exploração do minério e saber como é a convivência da sociedade local com as Indústrias Nucleares do Brasil (INB), dona do complexo minero-industrial produtor do concentrado de urânio, matéria prima da fonte-combustível dos dois reatores atômicos de Angra dos Reis (RJ). (mais…)

Ler Mais

Artigos científicos debatem o uso de agrotóxicos e os riscos ao ambiente e à saúde humana

No Informe ENSP

Dois artigos científicos recentes analisam o uso de agrotóxicos e os riscos ao ambiente e à saúde humana. Um deles,  A flexibilização da legislação brasileira de agrotóxicos e os riscos à saúde humana: análise do Projeto de Lei nº 3.200/2015, reflete sobre a temática dos agrotóxicos, à luz do arcabouço legal brasileiro, na perspectiva da proteção à saúde humana e ao meio ambiente. Pesquisadores da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, entendem que o PL representa um dos maiores retrocessos às conquistas legislativas para a regulamentação dos agrotóxicos, de modo a alertar para os riscos à saúde humana frente à exposição a esses produtos e ao agravamento por outras propostas similares. (mais…)

Ler Mais

Atingidos por Belo Monte ocupam órgão do Governo Federal em Altamira

A comunidade luta para ser reconhecida como atingida pela hidrelétrica

Do MAB

Famílias atingidas por Belo Monte ocuparam a sede do governo federal (Casa de Governo) em Altamira (PA) na manhã desta quarta-feira (16). Os manifestantes, moradores de área alagadiça do bairro Jardim Independente 1 (“Lagoa”), querem que os órgãos de governo responsáveis apresentem o resultado preliminar do estudo para identificar se os alagamentos permanentes do local têm relação com o reservatório de Belo Monte. (mais…)

Ler Mais

PE – Após construção da barragem de Serro Azul, comunidade de Palmares está sob risco

Moradores vivem em distância inferior ao raio de proteção e desejam ser realocados para agrovila em zona segura

Marcos Barbosa, Brasil de Fato

A construção da barragem Governador Eduardo Campos alterou totalmente a dinâmica da comunidade de Serro Azul, distrito localizado às margens do Rio Una e pertencente ao município de Palmares. O enorme paredão foi erguido a menos de 300m de distância da grande maioria das casas, quando o raio de proteção indicado é de, no mínimo, 500m. (mais…)

Ler Mais

O distritão e a destruição da participação popular

É ruim para o País uma regra em que o mandato tem como dono um indivíduo apenas compromissado com os seus próprios interesses

por Cezar Britto, Carta Capital

Reforma política não é panaceia, tampouco a solução final para a cura dos males sofridos pela população. Mas ela é, sobretudo, ponto de partida para a restauração da confiança popular na classe política, desde que feita em profundidade, sob a supervisão da sociedade civil e levando em conta sua natureza plural. (mais…)

Ler Mais

Criação do Parque do Xingu não usurpou terras de Mato Grosso, decide STF

Por Felipe Pontes, repórter da Agência Brasil

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (16), por 7 a 0, que toda a área que compõe o Parque Indígena do Xingu é, comprovadamente, de ocupação imemorial e contínua por povos originários, não cabendo assim indenização ao estado de Mato Grosso em decorrência da criação da área de proteção. (mais…)

Ler Mais

Conselho de Gestão Ka’apor: “Nosso Plano de Vida e nossa força é maior que as mentiras e ameaças do governo e madeireiros”

No dia 2 de agosto, este blog recebeu uma “Nota de Associação Kaapor Tá Hury do Rio Gurupi”, acompanhada de um pedido de divulgação que acolhemos. O documento abaixo é a resposta do Conselho de Gestão Ka’apor à nota em questão. (TP)

***

Nosso Plano de Vida e nossa força é maior que as mentiras e ameaças do governo e madeireiros

Nos do Conselho de Gestao Ka’apor queremos esclarecer pra vocês que nossa organização é do nosso povo. Surgiu da nossa cultura, representa nossos antigos Tuxa. Nós temos uma historia que fala da origem dos Tuxa, do nosso Conselho de Gestao Ka’apor. (mais…)

Ler Mais