A 4ª Câmara de Gás – Coisas que você precisa saber

No Justificando

O “Coisas” dessa semana é um especial sobre a 4ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo. E por que eles? Porque partiu de lá a anulação dos júris do Carandiru, partiu de lá a decisão que criou um novo modelo de prisão no Brasil e partiram de lá ótimos exemplos de sentenças de um Judiciário Reaça.

Com vocês, a Câmara mais “condenadora” do maior Tribunal de Justiça do mundo.

Fontes e links de pesquisa:

Acusado precisa de sorte para reverter condenação no TJ-SP, indica estudo – http://www1.folha.uol.com.br/cotidian…

Supremo elimina presunção de inocência e permite prisão a partir de decisão de segundo grau – http://justificando.com/2016/02/17/su…

TJ-SP assume responsabilidade no caso Pinheirinho – http://www.conjur.com.br/2012-jan-23/…

Relatora especial da ONU para habitação critica ação no Pinheirinho – http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia…

Ivan Sartori é eleito presidente do TJ paulista – http://www.conjur.com.br/2011-dez-07/…

Massacre Carandiru – https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacr…

Quem são os desembargadores que anularam os julgamentos dos PMs do massacre do Carandiru – http://justificando.com/2016/09/27/qu…

PMs ajudaram a livrar ex-presidente do TJ-SP de apuração sobre acidente – http://www1.folha.uol.com.br/cotidian…

Uma moto e um roubo de R$ 2,6 mil: o caso que fez o STF mudar sua jurisprudência – http://jota.info/uma-moto-e-um-roubo-…

Pinheirinho: 13 policiais da Rota são indiciados por estupro e tortura – http://www.revistaforum.com.br/2013/0…

Apelações 4˚ Câmara citadas no programa (e mais):
AP nº 0068226-82.2015.8.26.0050
AP nº 0002929-46.2014.8.26.0218
AP nº 0002098-29.2014.8.26.0531
AP nº 0054063-34.2014.8.26.0050
AP nº 3002503-06.2013.8.26.0157
AP nº 0002420-27.2011.8.26.0637
AP nº 0067464-08.2011.8.26.0050
AP nº 0005026-32.2015.8.26.0655
AP nº 0002075-47.2015.8.26.0564
AP nº 0018323-20.2010.8.26.0223
AP nº 0008643-96.2014.8.26.0408

Ilustração: Duke

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.