Luta das comunidades quilombolas é revelada em mostra fotográfica na Gamboa

Griôs – Memória Viva tem entrada gratuita. Povo remanescente dos quilombos preserva sabedoria e resiste para manter suas tradições

O Dia

Rio – A luta das comunidades Quilombolas para manter sua história acesa é contada na exposição Griôs – Memória Viva – do jornalista e fotógrafo Rapha Silva, no Centro Cultural José Bonifácio, na Gamboa. Fruto de dois anos de trabalho no interior do Rio, a mostra monocromática fica exposta até o dia cinco de março. “É uma pauta emergencial, que precisa sempre ser revisitada. Portanto, continuo visitando comunidades, mas agora na capital”, revelou ao DIA. (mais…)

Ler Mais

Breve radiografia dos conflitos ambientais no Brasil tendo por base o Mapa da Fiocruz*

Por Tania Pacheco

O Mapa de Conflitos envolvendo Injustiça Ambiental e Saúde no Brasil foi disponibilizado na internet em março de 2010, após dois anos de pesquisas. Na ocasião, apresentava 297 casos, georreferenciados numa plataforma construída a partir do Google Maps. Eram os 297 conflitos considerados os mais graves existentes no País à época, e não digo isso considerando apenas os depoimentos e as vivências das comunidades neles empenhadas, fontes primárias das nossas pesquisas, ou dos parceiros e instituições que colaboraram no levantamento de dados a respeito. Os resultados dos levantamentos por estado foram cuidadosamente referendados por respeitados pesquisadores locais, que concordaram com a nossa triagem em 100% dos casos. No máximo, algumas dessas pessoas, às quais chamamos de ‘validadores’ e cujos nomes podem ser verificados no site, sugeriram outros casos a serem pesquisados num segundo momento, considerando sua importância secundária ante a nossa seleção. (mais…)

Ler Mais

Território quilombola Palmas, em Bagé (RS), tem área reconhecida pelo Incra

Incra/RS

A comunidade quilombola Palmas, em Bagé (RS), teve seu território definitivamente reconhecido pelo Incra, nesta sexta-feira (17) através de Portaria publicada no Diário Oficial da União. São 837,984 hectares compostos pelas áreas: Rincão da Pedreira e Rincão dos Alves (751,57 ha); Campo do Sr. Ourique (41, 929 ha); e Rincão do Inferno (44,485 ha). Com o reconhecimento, o processo de regularização do território – que culmina com a titulação em nome da comunidade – avança, aguardando agora a decretação de áreas a serem desapropriadas. (mais…)

Ler Mais

MPF ratifica testemunhas no processo sobre grilagem de terras pela Aracruz Celulose

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

Devido ao recesso do Judiciário e à interrupção dos trabalhos em função da “greve branca” da Polícia Militar do Espirito Santo, ainda corre o prazo de 15 dias dado pelo juiz Nivaldo Luiz Dias em 13 de dezembro de 2016, para que os réus e os autores apresentem as testemunhas que irão depor na audiência a ser marcada este ano sobre o caso, que trata da grilagem de terras pela Aracruz Celulose (Fibria). (mais…)

Ler Mais

Memória, Missão e Resistência: Indígenas Xakriabá e Articulação Rosalino Gomes de Povos e Comunidades Tradicionais fazem memória aos mártires

Por Conselho Indigenista Missionário – Regional Cimi Leste

Foi na madrugada do dia 12 de fevereiro de 1987 que um grupo de grileiros liderados por Francisco de Assis Amaro invadiu a terra indígena Xakriabá, no município de São João das Missões, norte de Minas Gerais. Chegaram por volta das duas horas da madrugada, arrombaram a casa do vice-cacique Rosalino Gomes de Oliveira e iniciaram um tiroteio. Rosalino, de 42 anos, e mais dois indígenas, Manuel Fiúza da Silva e José Teixeira Santana, foram brutalmente assassinados. (mais…)

Ler Mais

Incra delimita territórios quilombolas de Oriximiná (PA)

Área refere-se aos territórios Alto Trombetas I e II e equivale a 350 mil hectare

Incra Oeste-PA

O Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje (14) o Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) de dois territórios quilombolas do Oeste do Pará: Alto Trombetas I e II, ambos situados no município de Oriximiná. O procedimento é padrão e constitui uma etapa adiante no processo de regularização fundiária conduzido pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Na prática, o RTID representa a delimitação desses territórios, que, juntos, perfazem uma área total de 350 mil hectares dentre 13 comunidades. (mais…)

Ler Mais

Plataforma Dhesca foi eleita para presidência do Conselho Nacional dos Direitos Humanos

Terra de Direitos

[No dia 2 de fevereiro], foi eleita a mesa diretora do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH). Reunindo 11 representantes da sociedade civil e 11 do poder público que compõem o colegiado, a eleição aconteceu em Brasília durante a primeira reunião ordinária de 2017 e definiu a mesa diretora para o biênio 2016-2018.

A presidência do Conselho ficou com a Plataforma Dhesca Brasil, rede integrada por 40 organizações da sociedade civil, que desenvolve ações de promoção e defesa dos direitos humanos, representada pelo coordenador da Terra de Direitos, Darci Frigo. (mais…)

Ler Mais

MG – Ocupação cultural dá novo destino a fazenda tombada pelo Iepha há 45 anos

Por Cinthya Oliveira, Hoje em Dia

Uma grande festa para 200 moradores de comunidades quilombolas vizinhas celebrou o início da esperada ocupação cultural da Fazendo Boa Esperança. Com direito a iguarias pouco ou nada conhecidas nos centros urbanos – como o cubu, bolinho cozido na folha de bananeira –, o banquete foi o primeiro passo para uma série de atividades com gestão compartilhada entre poder público e comunidade. (mais…)

Ler Mais

Advogado popular concorre a vaga da Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública no RS

Rodrigo de Medeiros se inscreveu na vaga nesta sexta e contou com a participação de movimentos populares

No Brasil de Fato

Os mais diversos movimentos populares do Rio Grande do Sul podem ter pelos próximos dois anos um forte aliado na Defensoria Pública do estado, com a indicação do advogado popular Rodrigo de Medeiros para a Ouvidoria-Geral. (mais…)

Ler Mais

Incra/PB entrega títulos provisórios à Comunidade Quilombola do Grilo

Incra

A Comunidade Quilombola do Grilo, no município de Riachão do Bacamarte, na região do Agreste paraibano, comemorou, nesta quarta-feira (8), mais uma vitória no processo de regularização da área de 139 hectares reivindicada por 71 famílias. Os Servidores do Incra/PB foram até a comunidade para entregar os Contratos de Concessão de Direito Real de Uso (CCDRUs) registrados em cartório referentes a dois dos três imóveis incidentes no território da comunidade. Durante o ato, o Incra, por meio do oficial de Justiça Silas Batista de Menezes, da 4ª Vara da Justiça Federal, em Campina Grande (PB), também foi imitido na posse do imóvel Serra Rajada III, o último dos três imóveis que integram o território quilombola, com uma área de aproximadamente 1 hectare. (mais…)

Ler Mais