MPF recomenda que Ibama siga combatendo invasores na terra indígena mais desmatada do Brasil

A recomendação enviada nesta sexta-feira (24) também aponta a necessidade de que as máquinas usadas por criminosos para desmatar sejam destruídas quando não puderem ser apreendidas

Ministério Público Federal no Pará

Em recomendação enviada ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) nesta sexta-feira (24), o Ministério Público Federal (MPF) no Pará aponta a necessidade de que sejam descaracterizados, destruídos ou inutilizados quaisquer máquinas e instrumentos que estejam sendo utilizados para a prática de crimes ambientais dentro da terra indígena Ituna-Itatá, que em 2019 teve a maior área desmatada do país. A destruição do maquinário é prevista em lei e se aplica quando as equipes de fiscalização não tenham meios para apreender e transportar o material.

(mais…)

Ler Mais

Brasil é bomba-relógio para rompimento de barragem, por Gilberto Cervinski

Brasil é bomba-relógio para rompimento de barragem

por Gilberto Cervinski*, Brasil de Fato

A falta de uma cobertura midiática crítica ou que não seja comprometida com o orçamento publicitário das mineradoras, faz com que se crie uma sensação na opinião pública de que crimes predestinados são catástrofes naturais e isoladas do contexto político, econômico e social em que estamos inseridos. A realidade, entretanto, mostra-se justamente contrária a este discurso.

(mais…)

Ler Mais

Atingidos pelo crime da Vale apresentam sintomas semelhantes aos da Bacia do Rio Doce

Frente aos problemas de pele, náuseas e dores causados pela água contaminada, atingidos propõem plano de ação da Saúde

Larissa Costa, Brasil de Fato

Os problemas de saúde da população atingida pelos rompimentos de barragens da Vale em Brumadinho e da Samarco (Vale/BHP) em Mariana, foi o tema de debate ocorrido nesta quarta (22), em Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A atividade faz parte da Marcha dos Atingidos, que desde a última segunda (20) percorre municípios por onde passa o Rio Paraopeba, destruído pela lama de rejeitos da mineradora.

(mais…)

Ler Mais

Vale impõe critérios distintos para auxílio emergencial de membros da mesma família

Mineradora define de maneira aleatória quais integrantes das famílias têm direito à medida mitigatória em Brumadinho

Guilherme Weimann, Brasil de Fato

Logo após o rompimento da barragem de rejeitos do Complexo Córrego do Feijão, em Brumadinho, Minas Gerais, uma das medidas que a mineradora Vale S.A. aceitou para reparar atingidos ao longo da Bacia Paraopeba foi o pagamento de um auxílio emergencial – de um salário mínimo para adultos, 50% para adolescentes e 25% para crianças. O direito, porém, não foi para todos que tiveram suas vidas modificadas após a tragédia. 

(mais…)

Ler Mais

MPF investiga a possível existência de agrotóxicos na água do Açude de Boqueirão, na Paraíba

Procurador quer saber se a água está contaminada e se o seu consumo pode levar riscos à saúde humana, aos animais e à vegetação dos municípios atendidos pelo reservatório.

Por G1 PB

Um inquérito civil aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) vai investigar a qualidade da água do Açude Epitácio Pessoa, localizado no município de Boqueirão, na Paraíba, para saber que tipo de água está sendo consumido nos municípios atendidos pelo reservatório. O objetivo é averiguar a possível presença de agrotóxicos na água e que reflexos essas substâncias podem provocar sobre a saúde humana, sobre os animais e sobre o meio ambiente.

(mais…)

Ler Mais

Para Davos ver

Por: Lúcio Flávio Pinto, em Amazônia Real

O presidente Jair Bolsonaro tirou, ontem, da cartola de mágico da internet dois coelhos: o Conselho da Amazônia e a Força Nacional Ambiental. Criaturas que demandariam tempo, reflexão e debates para poderem existir legitimamente, surgiram um dia depois que o Brasil foi criticado pelos países mais ricos do mundo. Reunidos na suíça Davos Platz, sob um frio intenso, os poderosos apresentaram restrições ao Brasil por seu descaso efetivo (em contraste com a preocupação formal, para inglês ver) com a situação da maior floresta tropical do planeta e sua gente nativa.

(mais…)

Ler Mais

Relator de la ONU recibe denuncias sobre gestión ambiental de Bolsonaro

Contaminación y daños a la salud. En misión oficial, Baskut Tuncak, relator especial de la ONU, escuchó a parlamentarios y especialistas sobre los impactos de los residuos tóxicos.

Por Cristiane Sampaio, en Brasil de Fato / Servindi

La cuestión de la filtración de petróleo en la costa de Brasil fue resaltada en audiencia pública en la Cámara de Diputados este martes (3 de diciembre), con la presencia del relator especial de la ONU en el área de “Implicaciones de la gestión y eliminación ambientalmente racional de substancias y residuos peligrosos”, Baskut Tuncak.

(mais…)

Ler Mais

MP denuncia 270 vezes ex-CEO da Vale e mais 15 por crimes em Brumadinho

MP denuncia 270 vezes ex-CEO da Vale e mais 15 por crimes em Brumadinho

Por Franco Malheiro e Raquel Penaforte, O Tempo

O ex-presidente da Vale, Fabio Schvartsman, e mais 15 pessoas foram denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) 270 vezes cada um por homicídio doloso duplamente qualificado devido ao rompimrnto da barragem B1 da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, em 25 de janeiro de 2019. Os envolvidos também foram denunciados por diversos crimes ambientais

(mais…)

Ler Mais

Mineradoras tentam boicotar assessorias técnicas dos atingidos

Apesar de aprovadas em acordos judiciais, apenas três das 26 Assessorias Técnicas Independentes previstas nas bacias dos rios Doce e Paraopeba estão em funcionamento devido à recusa das empresas envolvidas

Por Guilherme Weimann, especial para o MAB

Desde o rompimento da barragem do Fundão, no município Mariana (MG), em novembro de 2015, as comunidades denunciam o poder das mineradoras na condução do processo de mitigação dos danos. Na prática, os réus (Samarco, BHP Billiton e Vale) são os que determinam quem são as vítimas e as ações que devem ser realizadas para reparação das perdas.

(mais…)

Ler Mais

Crime da Vale e do Estado cresce em Brumadinho: 1 ano de impunidade. Por Gilvander Moreira[1]

Dia 25 de janeiro de 2020, às 12h28, completa exatamente um ano do crime tragédia da mineradora Vale, com autorização do Estado, em Brumadinho, MG. Em luto e luta, realizaremos a 1ª Romaria da Arquidiocese de Belo Horizonte pela Ecologia Integral a Brumadinho, romaria de solidariedade e luta por justiça, em sintonia com as orientações do papa Francisco, com a Encíclica Laudato Si e com o Sínodo da Igreja para a Amazônia que conclama para a necessidade de vários tipos de conversão, entre as quais, conversão ecológica.“Tudo está interligado. Por isso, exige-se uma preocupação pelo meio ambiente, unida ao amor sincero pelos seres humanos e um compromisso constante pelos problemas da sociedade”, afirma o Papa Francisco, na Laudato Si, n. 91.

(mais…)

Ler Mais