É preciso salvar o Ministério Público

Por Gustavo Roberto Costa, em Justificando

No último dia 14 de setembro (quarta feira), mais um – dentre tantos outros – triste espetáculo aconteceu. Mais um empurrão do nosso jovem – e precário – Estado de Direito rumo ao penhasco. Os golpes fatais na Constituição Federal, construída após muita luta, mortes e torturas, não cessam. E o pior: por aqueles que deveriam defendê-la. Instituições vocacionadas à guarda intransigente da Carta Maior têm sido, infelizmente, aquelas que mais a desrespeitam. (mais…)

Ler Mais

A morte do catador de recicláveis na São Paulo escravizada por automóveis, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

O catador de materiais recicláveis Aldemir Ribeiro foi assassinado por uma flechada no pescoço, nesta semana, em São Paulo. O caso ganhou notoriedade e, após uma célere investigação, a Polícia Civil apontou um comerciante de 33 anos com passagens pela polícia por tentativa de homicídio como responsável pelo crime. Ele foi preso e teria confessado o crime. (mais…)

Ler Mais

Dezoito políticos têm 50 mil cabeças de gado no Arco do Desmatamento (5)

Um entre cada quatro candidatos nos municípios que mais desmatam é pecuarista; setor tem sido o principal responsável, nas últimas décadas, pelo desmatamento na Amazônia; conheça alguns “reis do gado” na região

Por Alceu Luís Castilho, em De Olho nos Ruralistas

Nos 52 municípios que mais desmatam no Brasil, os pecuaristas são os principais candidatos à prefeitura. Entre os 308 postulantes aos cargos de prefeito e vice-prefeito, nada menos que 68 são produtores de gado – na região onde a pecuária é a principal vilã da destruição da Amazônia. Entre eles, há um grupo seleto de 18 candidatos que possuem 50 mil cabeças de gado. Eles as declararam por R$ 55 milhões. A maioria deles tenta ser prefeito. Sete são do PMDB. Vejamos: (mais…)

Ler Mais

Reforma agrária está parada, mas políticos declaram terras em áreas de assentamento (4)

Candidatos a prefeito e vice-prefeito em 2016 em municípios do Arco do Desmatamento não hesitam em informar a “propriedade” de terras do Incra

Por Alceu Luís Castilho, em De Olho nos Ruralistas

O produtor agropecuário Abel Tenório de Andrade (PSDB), candidato a prefeito em Santa Maria das barreiras, declarou possuir R$ 465 mil em bens. A maior parte, R$ 315 mil, vem, segundo ele, da posse de uma terra rural “denominada Fazenda Tenório de Andrade”, com 102 hectares. E onde fica essa fazenda? É ele mesmo que informa: no Projeto de Assentamento Codespar, do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). (mais…)

Ler Mais

Arco do Desmatamento tem candidatos e eleitos na lista suja do trabalho escravo (3)

Vice-prefeita de São Félix do Xingu está na relação, mas passou despercebida; candidatos em Moju (PA) e Tapurah (MT) também aparecem na lista

Por Alceu Luís Castilho, em De Olho nos Ruralistas

Vice-prefeita de São Félix do Xingu (PA), um dos símbolos dos conflitos no campo no Brasil, a goiana Cleidi Capanema preside a Associação dos Pequenos Agricultores Rurais do Projeto Paredão. Produz leite e cria gado de corte na chácara Capanema – daí o apelido. Seu nome completo é Cleidimar Gama Rabelo. E é com esse nome que ela aparece na Lista Suja do trabalho escravo, que reúne casos de proprietários, em todo o Brasil, flagrados utilizando mão-de-obra similar à escrava. (mais…)

Ler Mais

Psicanálise em situação de vulnerabilidade social: O Caso Belo Monte

Objetivos: Construir um modelo de intervenção clínica, baseado na escuta e testemunho de sujeitos em situação de vulnerabilidade social. Investigar o conceito de vulnerabilidade social e sua possível aplicação à psicanálise. Examinar as condições de exequibilidade da escuta do sofrimento em sua relação com práticas de testemunho e narração da experiência. Formular operadores clínicos e éticos necessários para uma prática de cuidado especificamente orientada para um caso modelo: a população ribeirinha atingida pela construção da UHE Belo Monte no Rio Xingu, na região de Altamira,  no estado do Pará. (mais…)

Ler Mais

O papel do STF na democracia brasileira

O Supremo Tribunal Federal se tornou uma espécie de terceira câmara legislativa especializada. Cabe a ele a última palavra, e não ao Parlamento

Por Leon Victor de Queiroz Barbosa e Ernani Carvalho, em El País

Qual o papel de uma Corte Suprema em uma democracia? No geral as cortes constitucionais são responsáveis pela guarda da Constituição, em tese seriam a última instância a se pronunciar em torno de conflitos sobre o nosso pacto social. A primeira grande Corte neste sentido é a norte-americana, idealizada sob os auspícios do século XVIII após a independência inglesa. Nesse período o Judiciário não passava de um apêndice do Poder Executivo, a idealização da Supreme Court nos Estados Unidos foi o precedente para a criação das diversas variações de tribunais constitucionais que temos hoje espalhados pelas democracia ocidentais. Vale a pena ressaltar que só há este tipo de desenho institucional em uma democracia. (mais…)

Ler Mais

Advierten de la mayor sequía andino-amazónica de los últimos 50 años

Carta abierta alerta sobre grave riesgo de sequía e incendios forestales en la Amazonía de Perú, Brasil y Bolivia. Piden decretar inmediatamente alertas climáticas y protocolos de vigilancia, sanción y control de quemas agropecuarias

Servindi

En grave riesgo de sequía en incendios forestales se encuentra la zona andino-amazónica que comparten los países de Bolivia, Brasil y Perú. Así lo dieron a conocer expertos en medio ambiente, vigilancia ambiental, investigadores y colectivos de la sociedad en favor de la naturaleza a través de una carta abierta. (mais…)

Ler Mais

África: ¡Paren la expansión de las plantaciones en Mozambique!

El 21 de setiembre es el Día Internacional de Lucha contra los Monocultivos de Árboles. Lanzado en 2004, este día internacional conmemora la resistencia y las luchas populares en defensa de los territorios y contra la expansión de los monocultivos industriales de árboles

Servindi

Una campaña para respaldar a las comunidades de Mozambique, en África, lanzó el Movimiento Mundial por los Bosques Tropicales, con motivo del Día Internacional de Lucha contra los Monocultivos de Árboles que se celebra el 21 de setiembre. (mais…)

Ler Mais