Líder quilombola Flavio Gabriel Pacifico dos Santos é morto a tiros em Simões Filho

Por Simões Filho Online

O líder Quilombola Flavio Gabriel Pacifico dos Santos, 36 anos, conhecido por todos como “Binho do Quilombo”, foi morto com pelo menos 10 tiros na manhã desta terça-feira (19/9) na cidade de Simões Filho, na região metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com informações preliminares, o crime aconteceu por volta das 9h em frente a Escola Municipal Nova Esperança, em Pitanga de Palmares. Homens não identificados a bordo de um veículo branco chegaram e dispararam várias vezes contra Binho. O líder Quilombola estava dentro do seu carro a caminho de um enterro e não houve chances de reação. “Encostaram aqui e mataram ele. Ele iria pra um enterro, os caras desceram e atiraram diversas vezes“, contou um morador.

Policiais da 22ª Companhia Independente de Policia Militar estão no local aguardando a chegada dos peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) e dos policiais do setor do Investigação da Polícia Civil, que vão investigar o caso.

Binho do Quilombo é casado e é filho da ex-secretária da Promoção da Igualdade Racial do município, Maria Bernadete Pacífico. O líder comunitário além de ser músico, era um grande militante na luta pelas comunidades quilombolas, especialmente a de Pitanga de Palmares. Ele foi candidato a vereador pelo PROS – Partido Republicano da Ordem Social em 2012 e 2016.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.