Manifesto dos atingidos pela Samarco: Dois anos de lama, dois anos de luta!

No MAB

Dois anos do rompimento da barragem de Fundão. Aniversário das incertezas. Dois anos e tudo que nós, atingidos, temos de concreto são pilhas de documentos redigidos a partir de horas exaustivas de reuniões e assembleias infindáveis. As ações mitigatórias nas áreas de moradia, educação, patrimônio, entre outras, possuem ainda caráter de emergência. Até quando nossas prioridades serão vistas como emergenciais? (mais…)

Ler Mais

Nazim Hikmet: A vida é alegre, ma non troppo, por José Ribamar Bessa Freire

No Taqui Pra Ti

Hé dis donc, Taranta Babu! Hé dis donc, que c’est beau de vivre!
Nom de dieu, que c’est beau de vivre! (Nazim Hikmet -1901-1963).

Diga lá, Taranta Babu! Diga lá! Como é bom viver! Meu Deus do céu, como é bom viver! A vida é uma coisa tão bela, tão alegre, mas há momentos estranhos, como agora, em que os bandidos dão as cartas e a vida fica tão sangrenta e desumana, tão insuportável, que dá vontade de desistir dela. O que fazer? (mais…)

Ler Mais

Barrinha: mais uma comunidade enfrenta ameaça de remoção ‘imoral’ no Rio

Por Tyler Strobl, no Rio On Watch

Em uma rua tranquila, na Barrinha, um sub-bairro da Barra da Tijuca, há uma pequena e encantadora favela de 51 famílias. Inicialmente estabelecida para alojar empregados para um grande conglomerado hoteleiro, o pequeno pedaço de terra se desenvolveu, com casas que foram passadas de um membro da família para outro, e tornou-se um pequeno “pedaço do céu” longe do trânsito intenso e barulhento que é a regra na Barra da Tijuca. No entanto, é aqui que a mais recente luta contra a remoção começou. Há pouco mais de duas semanas, a comunidade recebeu uma notificação oficial de despejo declarando que poderiam ser removidos a qualquer momento, sem aviso, sem opções alternativas, e sem indenização. Com um golpe de caneta, mais 51 famílias foram lançadas em um estado de purgatório, sem saber se ou quando as suas vidas serão completamente viradas de cabeça para baixo, com suas propriedades e lares destruídos. (mais…)

Ler Mais

Nota Pública em repúdio ao racismo e à violência do Estado Brasileiro contra o Quilombo Rio dos Macacos

No dia 26 de outubro de 2017, apenas dois dias depois de ser denunciado à Comissão Interamericana de Direitos Humanos – CIDH o racismo e a violência extrema praticada pela Marinha do Brasil contra o Quilombo Rio dos Macacos, sob a justificativa de que as/os “quilombolas só podem receber visitas mediante autorização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República”, uma turma de cursistas da Escola das Águas, além de professoras/es e estudantes da Universidade Federal do Recôncavo Baiano – UFRB foram impedidos de ingressar no território quilombola. (mais…)

Ler Mais

Ex-presidentes da CAIXA condenam política de golpistas e defendem banco público, a serviço do povo brasileiro

Artigo enviado pelo MST

As manobras de Michel Temer e seu governo para destruir a Caixa Econômica Federal são denunciadas por quatro ex-presidentes da instituição; “O Ministério da Fazenda, através de sua representante no Conselho de Administração, vem tentando transformar a CAIXA em Sociedade Anônima, para, em seguida, colocar suas ações no mercado e desta forma ajudar o governo Temer e seu austericídio, destinando ao Tesouro Nacional os bilhões de reais que as ações poderiam gerar. Mas a abertura de capital da CAIXA levaria ao seu fim como banco 100% público até agora capaz de gerar políticas inovadoras, criar novos mercados, favorecer ações sociais e alavancar políticas anticíclicas em períodos de crise”, escrevem em artigo Jorge Mattoso, Maria Fernanda Ramos Coelho, Jorge Hereda e Miriam Belchior: (mais…)

Ler Mais

Todo o episódio estrelado por Joesley causa, a cada curva, novo espanto. Por Janio de Freitas

Na Folha

O assunto é sério demais para que tenha a sepultá-lo dois despachos simples. O primeiro já dado, com a recusa ao pedido de investigação, por alegada insuficiência de indícios. Não é bem assim. E há casos em que sua gravidade justifica o mínimo necessário para permitir uma investigação preliminar.

A Procuradoria-Geral da República entende que em dado telefonema gravado pode referir-se à compra de sentenças judiciais pela J&F, holding, ou empresa central, do grupo controlado pelos irmãos Joesley e Wesley Batista. A conversa foi entre Francisco de Assis, diretor jurídico da J&F, e uma advogada a serviço da empresa. A Procuradoria-Geral pediu autorização ao Supremo para levantar sentenças judiciais envolvendo a J&F e, se houver, investigar as de lisura pouco clara. O ministro Ricardo Lewandowski negou a permissão, em nome das exigências convencionais. (mais…)

Ler Mais

Médicos protestam contra Temer durante Congresso de Medicina, em Curitiba

Ação ocorreu durante o 14° Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade

Por Ednubia Ghisi, no Brasil de Fato

Cerca de 150 médicos e estudantes de Medicina participaram de um ato em defesa do SUS durante o 14° Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade (CBMFC), em Curitiba. O protesto ocorreu no início da tarde deste sábado (4), por iniciativa da Rede de Médicas e Médicos Populares, que está presente em 13 estados brasileiros.  Integrantes da Direção Executiva Nacional de Estudantes de Medicina (DENEM) também participaram da mobilização. (mais…)

Ler Mais

MA – Comunidade luta contra projeto de PCH e pelo direito de viver em sua terra

Cachoeira no sul do Maranhão – considerada a maior do estado – é alvo de estudos para construção de barragem. Trabalhadores e trabalhadoras rurais lutam para defender os bens naturais e o território onde nasceram e se criaram. #NãoPCHMacapá é uma campanha de iniciativa da comunidade que busca o apoio da sociedade.  

Reportagem e Imagens: Thomas Bauer – CPT Bahia

Muito antes de avistar a exuberante Cachoeira do Macapá já é possível escutar o barulho ensurdecedor de suas águas que descem em meio às pedras. É considerada a maior queda d’água do Maranhão – são aproximadamente 65 metros de altura. Toda essa água vai direto para o Rio Cachoeira que, ao longo de seu curso, exibe belos cânions e recebe as águas dos Rios Mosquito e Macapá, além de abrigar diversas nascentes. (mais…)

Ler Mais

Tributo à historiadora Emília Viotti da Costa, por frei Gilvander Moreira[1]

Fiquei comovido ao receber a notícia de que no dia 02 de novembro de 2017 tinha falecido a historiadora Emília Viotti da Costa (1928-2017), aos 89 anos. Para uns, Emília se encantou. Para outros, ela passou para o segundo andar. Para outros ainda, Viotti da Costa entrou para a vida plena. Para dona Maria Resende, da Comunidade Vila Nova, em Belo Horizonte, “morreu a pessoa e ficou o nome”. Perdemos a presença física de Emília Viotti da Costa, uma intelectual de rara grandeza teórica, política e ética, mas os seus escritos ganham maior eloquência e são agora de leitura imprescindível para toda pessoa comprometida com a construção de uma sociedade justa e solidária, que supere o capitalismo e o sistema do capital. (mais…)

Ler Mais

Angola Janga: a resistência de Palmares em quadrinhos

Para o ilustrador Marcelo D’Salete, é essencial representar o negro em primeiro plano e fomentar uma discussão sobre o nosso passado: “‘Os quilombos atuais tocam em algo que no Brasil é nevrálgico: a divisão da terra'”

Por Beatriz Drague Ramos e Filipe Vianna, no Carta Capital

O Quilombo dos Palmares, um dos principais do período colonial brasileiro, é descortinado poeticamente no livro Angola Janga, a ser lançado em 6 de novembro. Por meio dos quadrinhos, o ilustrador Marcelo D’Salete desenha e narra a história de personagens negros como Zumbi, Antônio Soares, Ganga Zumba e Ganga Zona. Principal liderança do quilombo, Zumbi morreu em 20 de novembro de 1695. A data é comemorada anualmente como o dia da Consciência Negra.  (mais…)

Ler Mais