Dia dos namorados: a face obscura de uma declaração de amor

Deu de presente a seu par algum tipo de joia para celebrar seu amor? E se perguntou se no processo de fabricação há um histórico de exploração e violação de direitos humanos?

Por Lola Hierro, El País Brasil

É possível que neste 12 de junho, Dia dos Namorados, você receba um presente de seu par e também lhe dê um. Talvez uma peça de joalheria. Não queremos amargar a ocasião especial de ninguém, mas sim convidar a pensar. Tem ideia da origem desse anel, desse diamante, desses brincos de ouro? Sabe que em seu processo de produção alguém pode até ter morrido? É possível que nunca tenha analisado a questão dessa maneira. Isso acontece com a maioria das pessoas. Porque embora em todo o mundo sejam gastos bilhões de reais em joias todos os anos, nem sequer as próprias marcas podem garantir se por trás de seus produtos há um histórico de exploração do trabalho e/ou violações de direitos humanos. Por ocasião do Dia dos Namorados na data em que é comemorado na maior parte do mundo, o Dia de São Valentim, em fevereiro, a Human Rights Watch se fez essa pergunta e pesquisou o assunto. (mais…)

Ler Mais

RJ – Colóquio Brasil-Nigéria discute Conhecimentos Tradicionais e Saúde

Na COC

A Casa de Oswaldo Cruz (COC)/Fiocruz realiza o Colóquio Brasil-Nigéria, cujo tema “Conhecimentos Tradicionais e Saúde” será debatido por pesquisadores, no dia 13 de junho, na Tenda da Ciência Virgínia Schall do Museu da Vida. Participará da abertura do evento o rei Ooni de Ifé, cidade de Osun, no Oeste daquele país africano. Pela primeira vez no Brasil, o rei é representante da etnia iorubá. A viagem ao país integra a Década Internacional dos Afrodescendentes, estabelecida pela Unesco de 2015 a 2024. (mais…)

Ler Mais

MPF recomenda medidas para evitar a retirada de escolas indígenas em Nova Olinda do Norte (AM)

Recomendação à Prefeitura, à Semed do município e à Seduc prevê ainda estudo para criação de escolas de nível médio e ajustes no processo seletivo para contratar professores indígenas

Procuradoria da República no Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Prefeitura de Nova Olinda do Norte (AM), à Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Nova Olinda do Norte a adoção das medidas necessárias para evitar a retirada de escolas em zonas que atendam indígenas de comunidades menores, com necessidade de extensos deslocamentos, tais como a escola da aldeia São Pedro e de outras localizadas em comunidades menores, que estão na iminência de paralisar as atividades por falta de assistência. (mais…)

Ler Mais

Sangue no campo, mas a resistência segue, por Gilvander Moreira[1]

No Brasil, a expropriação da terra dos camponeses pelo capitalismo e pelos capitalistas que se apossam da terra para obter renda e fortalecer a acumulação de capital tem historicamente gerado assassinatos e massacres, mas também resistência. Na contramão do discurso naturalizador do latifúndio e do agronegócio, inspirando-se também na experiência da Diocese de Goiás, de compromisso com o campesinato, desde 26 de novembro de 1967 – data em que Dom Tomás Balduíno se tornou bispo -, atuando a partir de pesquisa participante e divulgando Boletins periódicos que revelavam a situação dramática dos camponeses da região, lideranças da igreja de Goiás, sob a coordenação do bispo Dom Tomás Balduíno – de saudosa memória -, por 31 anos (de 1967 a 2014), propunham ações concretas de luta em defesa dos direitos dos camponeses. A partir de centenas de agentes de pastorais que estão espalhados em quase todo o território nacional, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) publica anualmente, desde 1985, o livro Conflitos no Campo Brasil, que é um diagnóstico refinado da violência perpetrada contra o campesinato no País. (mais…)

Ler Mais

Governo Temer suspende pedido de desculpas às vítimas da ditadura

Comissão de Anistia, ligada ao Ministério da Justiça e que julga casos de perseguições políticas daquele período, decidiu acabar com o ritual do perdão. Decisão final é do ministro da Justiça

Na Gazeta do Povo

A atual composição da Comissão de Anistia, vinculada ao Ministério da Justiça e que julga desde 2002 casos de perseguições aos opositores do regime militar, decidiu suspender um dos atos mais aguardados nesse tipo de julgamento: o pedido de desculpas do Estado brasileiro às vítimas da ditadura. (mais…)

Ler Mais

UFRJ instala “lixeiras” para descartar racismo, machismo e LGBTfobia

A obra recebeu o nome de “Recicláveis” e faz parte da galeria a céu aberto inaugurada pela instituição, com peças de artistas da Escola de Belas Artes

Na Fórum

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) encontrou uma maneira bem-humorada de combater o preconceito de todas as formas. O Parque Tecnológico da instituição acabou de inaugurar uma galeria de arte a céu aberto, composta por obras de artistas da Escola de Belas Artes. Uma delas recebeu o nome de “Recicláveis”, de Thales Valoura. Ele transformou mobiliários de coleta seletiva em lixeiras para racismo, machismo e LGBTfobia. (mais…)

Ler Mais

Comissão realiza reunião com familiares de desaparecidos políticos na Guerrilha do Araguaia

Ministério dos Direitos Humanos realizou neste mês a 77ª reunião ordinária do grupo que conduz os trabalhos da Comissão Especial sobre Mortos e Desparecidos Políticos (CEMDP). Na pauta, o andamento dos trabalhos de buscas e identificação de corpos desaparecidos na Guerrilha do Araguaia, incluindo a recente expedição realizada no Parque Nacional do Iguaçu e os preparativos para as próximas missões – a primeira, prevista para julho de 2018.  (mais…)

Ler Mais

Justiça nega pedido para anular recomendação da Comissão da Verdade sobre desmilitarização das PMs

Pedido havia sido feito por federação de militares estaduais

Por André Richter – Repórter da Agência Brasil

A Justiça Federal em Brasília rejeitou hoje (11) pedido de anulação de um trecho do relatório final da Comissão Nacional da Verdade (CNV), que encerrou os trabalhos em dezembro de 2014 e investigou violações dos direitos humanos durante a ditadura. Em um mandado de segurança coletivo, a Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais pretendia que a Justiça determinasse a anulação do artigo do relatório que orientava a desmilitarização das polícias militares estaduais. (mais…)

Ler Mais