Seminário da Repam Juventude promove discussões sobre ecologia

Rede articula a juventude de movimentos sociais e povos da Amazônia

Da Página do MST

A Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam) realizou neste fim de semana a primeira atividade da oficial do Setor de Juventude. As ações aconteceram entre os dias 7 e 9 de junho, no município do Cantá, da Região Metropolitana de Boa Vista, Roraima.

O tema do encontro foi Juventudes e Ecologia Integral, e os debates focaram em torno do lema “Lutamos por terra, trabalho e direitos”. Jovens de diversas regiões tiveram a oportunidade de expor suas opiniões e olhares sobre o contexto Amazônico e a atual conjuntura econômica, social e política do país e da região.

“Foram três dias intensos e de muita sintonia. Quanta coisa boa aconteceu, quantos momentos bons vividos.  Aprendi muito mais do que transmiti”, afirmou Diego Aguiar, articulador do eixo Formação e Métodos Pastorais da Repam.

Aguiar defende que a Repam Juventudes tem como objetivo “escutar, acompanhar, apoiar, animar, formar, servir, estimular, comunicar e unir as forças para responder aos grandes desafios socioambientais”. Para ele, o grupo pode ajudar no trabalho junto as juventudes de imensa Amazônia, a partir da capacitação das jovens.

“O trabalho em rede é desafiante. Mas na aproximação e na escuta, somamos forças para as nossas lutas”, afirmou o articulador, que concluiu. “O espírito fortalece a caminhada das juventudes de Roraima em comunhão com nossos irmãos e irmãs da Venezuela e Guiana.”

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

12 − sete =