Jovens Yanomami são assassinados por garimpeiros em Roraima

Na Casa Ninja Amazônia

Garimpeiros mataram dois indígenas Yanomami na Amazônia brasileira, Original Yanomami, de 24 anos, e Marcos Arokona, de 20.

Os Yanomami, conhecidos por suas pinturas faciais e piercings intricados, ficaram em isolamento voluntário até meados do século 20, e muitos ainda vivem nas profundezas da floresta.

O tiroteio fatal ocorreu no início de junho, mas os relatos chegaram à polícia no estado norte de Roraima nesta semana, quando um Yanomami que acompanha sua esposa ao hospital na capital do estado, Boa Vista, contou a história às autoridades, disse o Hutukara Associação Yanomami (HAY).

O incidente parece seguir um padrão que tem ocorrido com frequência nas terras Yanomami desde os anos 80, em que os mineradores inicialmente oferecem comida e bugigangas aos habitantes indígenas, e então invadem cada vez mais suas reservas sem lhes dar mais, levando a conflitos.

Juntamente com doenças como sarampo e malária, os conflitos por terra e garimpo dizimaram a população Yanomami, que hoje é de 27.000.

Com informações da AFP e APIB.

Foto: Mídia Ninja

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

6 + 14 =