MPF abre vagas para formação de Grupo de Trabalho Interinstitucional contra o Racismo na Atividade Policial

São oferecidas 5 vagas para entidades da sociedade civil, 4 para pesquisadores e pesquisadoras da temática e 4 para membros do MPF

Procuradoria-Geral da República

Estão abertas, até 30 de março, as inscrições para interessados(as) em fazer parte do Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI) contra o Racismo na Atividade Policial, vinculado à Câmara de Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do Ministério Público Federal (7CCR/MPF). Instituído em novembro do ano passado, o GTI pretende, entre outros objetivos, identificar práticas de racismo institucional no âmbito das forças de segurança pública federais; propor atuações e medidas para a eliminação de condutas discriminatórias; e fomentar o debate público sobre o racismo nas instituições e nas atividades policiais.

Além de integrantes do MPF, o Grupo de Trabalho Interinstitucional terá representantes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Defensoria Pública da União, de entidades da sociedade civil e de grupos de pesquisa sobre a temática da violência policial e do racismo institucional. Também fazem parte do GT, como convidados permanentes, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e a Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF (6CCR).

O Edital 7CCR nº 1/2020 disponibiliza quatro vagas para procuradores e procuradoras do MPF com experiência ou conhecimento acadêmico na temática. Já o Edital 7CCR nº 2/2020 prevê o preenchimento de nove vagas, sendo cinco para representantes de entidades da sociedade civil com reconhecida atuação na temática da violência policial e na defesa dos direitos da população negra ou de grupos étnicos; e outras quatro vagas para integrantes de grupos de pesquisa na temática da violência policial e do racismo institucional.

Na seleção serão combinados os critérios de experiência e/ou produção de conhecimento no tema; equidade étnico-racial e de gênero; representatividade regional. Os(as) interessados(as) deverão enviar e-mail à 7CCR (7ccr@mpf.mp.br) até o dia 30 de março de 2021, às 18h, conforme as instruções do edital de seleção.

Informações complementares podem ser obtidas pelo e-mail 7ccr@mpf.mp.br.

Edital 7CCR nº 1/2020 – integrantes do MPF
Edital 7CCR nº 2/2020 – representantes da sociedade civil e de grupos de pesquisa

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.