Corrupção: aparência e realidade. Por Marcio Sotelo Felippe

Na Revista Cult

Conhecer é distinguir entre aparência e realidade. Quem olha para o céu estrelado e não conhece o cosmos terá a plena convicção de que as estrelas são menores do que a lua e nem estão muito distantes dela. Poderá até mesmo medir a distância entre os astros pelo tamanho do seu dedo. Em um dia de sol terá também a absoluta convicção de que o sol se movimenta e a terra não.

(mais…)

Ler Mais

Treta no PSL: Bolsonaro prometeu ordem no Brasil, mas nem militares e PMs seguram o caos do governo. Por João Filho

No The Intercept Brasil

O BRASIL parou para acompanhar uma grotesca briga pelo controle do PSL nessa semana. O baixo clero recém-empoderado pautou o país ao protagonizar uma disputa pelo controle do partido de aluguel que abrigou o bolsonarismo. Estão em jogo os R$ 350 milhões do fundo partidário do PSL para as eleições do ano que vem.

A treta foi feia, cheia de ataques, espionagens, grampos, ameaças e xingamentos entre os representantes da chamada nova política. O racha não se deu por divergências ideológicas ou programáticas, mas por grana e poder. Bem vindos à “nova era”.

(mais…)

Ler Mais

Demora na justiça fez prescrever ação que investigava Edir Macedo por lavagem de dinheiro

Além do bispo da Igreja Universal, ação do MPF investigava outras três pessoas; processo estava pronto para ter uma sentença desde 2018, o que não aconteceu

Por Rute Pina, na Pública

Após oito anos em tramitação na Justiça, uma ação que investigava por lavagem de dinheiro o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), prescreveu, sem uma sentença para o caso.

A ação penal era uma das principais investigações que envolvem o bispo e a IURD em crimes financeiros. A acusação de lavagem de dinheiro aguardava, desde julho do ano passado, a sentença da juíza Silvia Maria Rocha, titular da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal de São Paulo, especializada em crimes financeiros.

(mais…)

Ler Mais

#VazaJato 22: “Russo deferiu uma busca que não foi pedida por ninguém”. Sergio Moro, chefe da PF?

Sergio Moro também direcionava ações da Polícia Federal na Lava Jato – delegados, sabendo que era errado, esconderam orientação do juiz

Por Glenn Greenwald, João Felipe Linhares, no The Intercept Brasil

Conversas entre procuradores e delegados da PF mostram como Sergio Moro dava orientações e participava de reuniões para definir detalhes de operações. 

(mais…)

Ler Mais

Encontro “secreto” de Deltan foi com bancos réus em ação da Petrobras nos EUA

Por Pedro Canário, em ConJur

O “bate-papo secreto” do procurador da República Deltan Dallagnol foi com bancos que também são réus na ação coletiva ajuizada contra a Petrobras nos Estados Unidos. O encontro foi bancado pela XP Investimentos, mas o procurador nega que tenha recebido para falar com os representantes dos bancos. E diz não ver conflito de interesses no encontro, já que, segundo ele, o Ministério Público Federal não se envolveu na ação dos EUA e o assunto não foi discutido no dia.

(mais…)

Ler Mais

Bolsonaro acusa golpe e convoca empresas a não anunciarem na Folha após denúncias

Para o presidente, “a Folha de São Paulo avançou a todos os limites, transformou-se num panfleto ordinário às causas dos canalhas”

Na Fórum

O presidente Jair Bolsonaro acusou o golpe. Após as denúncias de caixa dois em sua campanha, publicadas na Folha deste domingo (6), ele foi às redes sociais e fez uma ameaça velada às empresas “que anunciam nesse nesse jornaleco (sic)”.

(mais…)

Ler Mais

Esposas unem Bolsonaro, Dias Toffoli e Gilmar Mendes contra Lava Jato

As três ficaram expostas em investigações e não dispõem da proteção legal dos maridos, que agora se ajudam

por André Barrocal, em CartaCapital

Em 27 de setembro, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu uma liminar a suspender investigações em curso no Rio de Janeiro contra o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente. No fim daquele dia, uma sexta-feira, o advogado de Flávio, Frederick Wassef, foi a Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada. Voltaria lá sábado e domingo.

(mais…)

Ler Mais

O polêmico suplente do Major Olímpio

Amigo antigo do senador do PSL, seu suplente, Alexandre Giordano, responde a processos judiciais e tem negócios imprecisos como empresário

Por Anna Beatriz Anjos, Bruno Fonseca, Rute Pina, Agência Pública

O discreto cargo eletivo de suplente ao Senado Federal se ajustou perfeitamente ao perfil do empresário paulista Alexandre Luiz Giordano, de 46 anos. Descrito como alguém “sem boa oratória nem afinidade com falas públicas”, sua atuação política se concentra nos bastidores de diretórios partidários e corredores de gabinetes.

(mais…)

Ler Mais