Aliado de Temer reclamar de “subversão da ordem política” é auge do cinismo, por Leonardo Sakamoto

Blog do Sakamoto

O deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), indicado para ministro-chefe da Secretaria de Governo, pediu indiciamento de Rodrigo Janot. Ele usou a Lei de Segurança Nacional para acusar o ex-procurador-geral da República de ”subversão à ordem política”, entre outros crimes que preveem pena de prisão. Segundo Marun, ”houve uma conspiração com o objetivo de afastar o presidente” Michel Temer.

Podem rir, a piada é essa. (mais…)

Ler Mais

Associação de indigenistas e servidores da Funai solicita ao Ministro da Justiça exoneração imediata do Ouvidor e do Diretor de Administração e Gestão da instituição

Nesta segunda-feira (11), a INA – Indigenistas Associados, associação de indigenistas e servidores da Fundação Nacional do Índio protocolou ofício no Ministério da Justiça e Segurança Pública solicitando a exoneração imediata dos ocupantes dos cargos comissionados de Ouvidor e de Diretor de Administração e Gestão da instituição. Foi elaborada também uma carta pública de igual teor denunciando o que vem ocorrendo na Funai nos últimos meses.

Segundo a carta, “o aparelhamento da estrutura administrativa por representantes indicados por grupos políticos extrapolou em muito os níveis de eventuais e naturais divergências ideológicas no campo indigenista, e revelam intenções escusas de seus autores, com graves consequências para a política indigenista e, particularmente, para a equipe técnica, submetida inclusive a ameaças”. (mais…)

Ler Mais

O topo do topo – Quem é a classe média e quem é quem nas estratificações do Brasil. Entrevista especial com Rafael Georges

IHU On-Line

“Em geral os brasileiros percebem a existência de uma desigualdade grande. Isso se dá pelo nível de concordância de uma afirmação simples de que muitas pessoas ganham pouco, enquanto poucas pessoas ganham muito dinheiro. O nível de concordância, nesse caso, é de 91%”, diz Rafael Georges à IHU On-Line, na entrevista por telefone, ao comentar a pesquisa Nós e as desigualdades. Percepções sobre desigualdades no Brasil, realizada recentemente pela Oxfam e o Datafolha. (mais…)

Ler Mais

Aprovação de Temer é tão precária quanto os novos empregos gerados no país, por Leonardo Sakamoto

Blog do Sakamoto

O povo é pragmático. No fim do dia, ele costuma optar por políticos que garantam a ele e a sua família segurança econômica. Fernando Henrique e Lula foram reeleitos mesmo com os escândalos de compra de votos e corrupção em seus governos. Não porque a população é mal-informada. Pelo contrário, foram escolhidos novamente porque a sociedade fez um cálculo racional sobre sua própria vida. (mais…)

Ler Mais

Parlamentares e associação de indústria de máquinas denunciam que a medida destrói indústria naval brasileira e põe o país “de joelhos” perante empresas como a Shell

Parlamentares e associação de indústria de máquinas denunciam que a medida destrói indústria naval brasileira e põe o país “de joelhos” perante empresas como a Shell

Na RBA

Por placar apertado, com 208 votos favoráveis e 184 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou, no fim da noite desta quarta-feira (29), o texto-base da Medida Provisória (MP) 795/2017, que estabelece redução de tributos às petrolíferas estrangeiras na exploração, desenvolvimento e produção de petróleo e gás natural. O pacote de bondades significará renúncia de receitas na ordem de R$ 50 bilhões por ano.  (mais…)

Ler Mais

Em Angra, uma aula sobre praias privatizadas

Por Rogério Daflon, da Agência Pública

Inspirada por um dia de sol, a então adolescente Irene Chaba Ribeiro se flagrou feliz com a quantidade de belas praias de sua cidade natal, Angra dos Reis, no litoral do Rio de Janeiro. Desde pequena, sua rotina de pôr o pé na areia a levava a pegar dois ônibus, a passar do centro do município e só assim chegar às praias de Figueira, Bica e Tanguazinho. Naquela tarde ela se perguntou por quê. “O que me causava estranheza é que praias perto de minha casa, no bairro Mombaça, bem mais extensas e com águas cristalinas, eram, na prática, privadas”, recordou Irene, hoje uma geógrafa e ativista contra a privatização de praias. Anos depois, passou a participar do que ela chama de “farofadas” em praias restritas, encontros de jovens locais para usufruir daqueles espaços. E resolveu investigar por que certos condomínios se isolam de uma forma tão radical, a ponto de apartar das praias próximas a população da cidade. (mais…)

Ler Mais