Moradores de Conceição do Mato Dentro (MG) culpam mineradora por falta de água, poeira e mau cheiro

“Tirou a paz, tirou a calma, tirou a saúde, tirou a tranquilidade”, diz atingido sobre atividades da Anglo American

Lucas Wilker, Brasil de Fato

Falta água e cresce o mau cheiro, o barulho excessivo, a poeira, o isolamento e as doenças psicossociais. Esse é o cenário que os moradores de Conceição do Mato Dentro, Alvorada de Minas e Dom Joaquim, em Minas Gerais, denunciam devido às ações do empreendimento Minas-Rio, da mineradora Anglo American, na região. (mais…)

Ler Mais

Hidrelétrica Bem Querer seria uma das menos eficientes do país, aponta estudo

Análise consta em publicação do Fórum de Energias Renováveis de Roraima, que avalia riscos e incertezas do projeto

Fabrício Araújo, Jornalista do ISA

O Fórum de Energias Renováveis de Roraima lançou uma publicação que analisa os riscos e incertezas na construção da Hidrelétrica Bem Querer, com destaque para o diagnóstico de que o projeto seria um dos menos eficientes no país. (mais…)

Ler Mais

Que os poluidores do planeta paguem

Diante dos imensos custos de reconstrução após as enchentes, o Rio Grande do Sul deveria olhar para o exemplo do estado de Vermont, nos Estados Unidos, onde uma nova lei responsabiliza empresas petrolíferas por danos causados pelo aquecimento global

Jonathan Watts, Sumaúma

Quem vai pagar a conta de bilhões de dólares para reconstruir o Rio Grande do Sul após o pior desastre climático da história do estado? Em vez das habituais vítimas inocentes – pessoas que perderam suas casas, pequenos comerciantes que perderam seus negócios –, que tal cobrar de empresas que produzem petróleo, gás, carne bovina e soja, por exemplo, que são as maiores responsáveis por essa catástrofe não natural? (mais…)

Ler Mais

Comitiva da ONU visita comunidades quilombolas na região metropolitana de Salvador (BA)

Organização avaliou proteção e garantia de direitos de comunidades tradicionais, como acesso a território e água

Da Redação Brasil de Fato*

Os povos e comunidades tradicionais são responsáveis pela preservação de um terço das florestas do Brasil, de acordo com o Instituto Socioambiental (ISA). No entanto, muitos vivenciam a frequente violação de seus direitos, como o acesso ao território, à água e a políticas públicas em geral. Esses são alguns dos problemas que as comunidades quilombolas do Alto do Tororó e do Rio dos Macacos enfrentam na Região Metropolitana de Salvador (RMS), na Bahia. (mais…)

Ler Mais

Desmatamento para projetos de energia solar e eólica aumentou quase 10 vezes em quatro anos

Em 2023, empreendimentos destruíram 4,5 mil hectares de vegetação, principalmente no Nordeste; número é 9,5 vezes maior do que o registrado em 2020.

No ClimaInfo

Além do impacto a comunidades locais e de contratos de arrendamento de terras que prejudicam pequenos proprietários rurais, alguns projetos solares e eólicos são marcados por aumentarem o desmatamento em biomas já vulneráveis. No ano passado, empreendimentos de energia renovável causaram a destruição de 4,5 mil hectares – equivalentes a quase 30 vezes a área do Parque Ibirapuera, em São Paulo – de vegetação nativa no país. O número é 9,5 vezes maior do que o registrado em 2020, quando foram desmatados 475,99 hectares para tal fim. A Caatinga é o bioma que mais tem sofrido com a situação, mostra levantamento do ((o))eco com base em dados da iniciativa MapBiomas. (mais…)

Ler Mais

Yanomami: Governo Federal destrói pistas de pouso usadas na logística do garimpo ilegal na região de Alto Alegre (RR)

Na Funai

Seis das onze pistas de pouso irregulares identificadas já foram destruídas na região de Alto Alegre, no estado de Roraima, desde o último dia 6. A operação, coordenada pela Casa de Governo, visa a desmontar a logística do garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami (TIY). Instituída em Boa Vista (RR) para centralizar as ações do Governo Federal no território, a Casa de Governo é composta por 31 órgãos federais. Cabe à Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) orientar as ações em relação à política indigenista. (mais…)

Ler Mais

Comunidades tradicionais do primeiro município tombado no Brasil lutam contra avanço da mineração

Mineradora Herculano ignora desembargadores e segue com processo de licenciamento no Serro (MG)

Ana Carolina Vasconcelos, Brasil de Fato MG

Enfrentando há quase uma década os interesses de quatro mineradoras – Anglo American, Herculano Mineração, Onix Céu Aberto e Minermang – moradores do Serro, município da região mineira do Vale do Jequitinhonha, denunciam violações de direitos das comunidades. (mais…)

Ler Mais