Cercados pelo monocultivo de eucalipto, quilombolas apostam na agroecologia

Por Vitor Taveira, da Rádio Brasil de Fato

A agroecologia vem sendo uma aposta para a retomada do território tradicional e fortalecimento da cultura quilombola no Norte do Espírito Santo. Entre os municípios de Conceição da Barra e São Mateus se encontra o chamado território do Sapê do Norte, onde há o maior número de comunidades quilombolas do estado.

(mais…)

Ler Mais

O Coema e a segunda morte de Zé Maria do Tomé

Por João Alfredo Telles Melo , em O Povo

No próximo dia 21 de abril, o assassinato de José Maria do Tomé completará 9 anos de impunidade. Zé Maria era um dos quase 300 camponeses desapropriados, na década de 1990, para dar lugar ao projeto do Distrito Irrigado Jaguaribe-Apodi (DIJA), do Dnocs. Sua luta começa buscando justiça para os que perderam suas terras para o agronegócio. No entanto, foi a peleja contra a pulverização aérea de agrotóxicos que originou o crime de pistolagem que tirou sua vida, causou uma comoção na região e levou à criação da Lei 16.820/19, do deputado Renato Roseno, que baniu as “chuvas de veneno” no Ceará.

(mais…)

Ler Mais

Nota da APIB sobre o uso de força contra o ATL

Seguindo a intenção de exterminar os povos indígenas do Brasil, o governo Jair Bolsonaro intensifica sua posição de quando ainda era parlamentar, quando afirmou em 15 de abril de 1998, que “a cavalaria brasileira foi muito incompetente. Competente, sim, foi a cavalaria norte-americana, que dizimou seus índios no passado e hoje em dia não tem esse problema em seu país”.

(mais…)

Ler Mais

No Espírito Santo, famílias Sem Terra sofrem ameaça de despejo

Nota de repúdio do MST relata que cerca de 70 famílias podem ser retiradas do acampamento

Por Mariana Motta, na Página do MST

As 70 famílias do acampamento Ondina Dias, localizado em Nova Venécia, na região norte do Espírito Santo, correm o risco de despejo a qualquer momento, caso um pedido de reintegração de posse seja cumprida nesta terça-feira dia 23 de abril de 2019.

(mais…)

Ler Mais

Em live com cinco indígenas levados por Nabhan Garcia, Bolsonaro defende exploração de terras, ataca Ibama, ONGs e ameaça cortar diretoria da Funai

Por Folhapress, na GaúchaZH

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais de dentro do Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) repetiu críticas da campanha: atacou fiscais do Ibama, ONGs e ameaçou cortar a diretoria da Funai.

Além de Bolsonaro, participaram do vídeo cinco indígenas de etnias diferentes, de diversas origens do país. Eles foram levados ao Planalto por Luiz Antonio Nabhan Garcia, ruralista e Secretário de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura.

(mais…)

Ler Mais

Semana dos Povos Indígenas: Alto lá, essa terra é nossa!!

Por Lígia Apel, Cimi-Tefé

Teve início nesta segunda feira, 15, as comemorações da Semana dos Povos Indígenas em Tefé, que este ano está sendo realizada e organizada pelas instituições parceiras: Centro de Estudos Superiores de Tefé da Universidade do Estado do Amazonas (Cest/UEA), FUNAI/CTL Tefé, Secretaria Municipal de Educação de Tefé (SEMED), Coordenação de Educação Escolar Indígena de Tefé, Coordenação de Educação Física da SEMED e Coordenação de Assuntos Indígenas da prefeitura de Tefé. A solenidade de abertura aconteceu na área de convivência do CEST/UEA, com a presença da comunidade acadêmica, dos parceiros e de representantes dos povos Tikuna, da aldeia Barreira da Missão do Meio; Kokama, da Aldeia Boara de Cima; Kaixana, da aldeia Mapi, e dos Kambeba, da aldeia Barreira do Meio.

(mais…)

Ler Mais

#17Abril2019 – “La Declaración de Derechos Campesinos debe ser una herramienta política para la Reforma Agraria y la justicia social”

La Vía Campesina

Hoy 17 de Abril de 2019, Día Internacional de la Lucha Campesina,  como La Vía Campesina afirmamosla Declaración sobre los Derechos Campesinos como una  herramienta política para potenciar la lucha global  por condiciones de dignidad en el campo; además ésta debe propiciar una urgente reforma agraria  a escala mundial, como una política necesaria para que los Estados la apliquen en los territorios.  En este día también exigimos la plena vigencia de nuestros derechos contra la impunidad, defender los territorios no es un delito,  basta de criminalización, desalojos y muertes, hoy recordamos 23 años de la  “Masacre de Eldorado dos Carajás” en Brasil y otras luchas que se dan en los territoriospara exigir #DerechosCampesinosYA con Reforma Agraria y Justicia Social.

(mais…)

Ler Mais

Condenado a 30 anos, fazendeiro mandante da execução de Dorothy Stang é preso no Pará

Regivaldo estava solto, desde maio de 2018, aguardando uma decisão sobre o recurso em segunda instância

Redação Brasil de Fato

Foi preso em Altamira, no Pará, o fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão, conhecido como “Taradão”, condenado pela Justiça por ser o mandante do assassinato da missionária católica Dorothy Stang. A militante, nascida nos EUA e naturalizada brasileira, atuava na luta pela terra, contra os latifundiários e pela preservação da floresta, entrando em conflito com grileiros e madeireiros. O crime teve repercussão mundial.

(mais…)

Ler Mais

Reintegração em Hortolândia (SP) é mantida e 150 famílias podem ficar desalojadas

Trabalhadores ocuparam prédios depois que construtora faliu sem pagar o valor das rescisões

Bruna Caetano, Brasil de Fato

Após dois anos de ocupação no bairro Jardim Adelaide, em Hortolândia (SP) – município que fica a 110 km da capital paulista –, 150 famílias estão prestes a sofrer despejo por conta de uma reintegração de posse. São 136 apartamentos e 14 barracas em um conjunto de prédios inacabados da construtora Barroso, que faliu antes de finalizar a obra.

(mais…)

Ler Mais

MPF RO recomenda que órgãos ambientais intensifiquem fiscalizações nas UCs e destruam maquinário que não puder ser transportado

Recomendação é para que fiscais façam guarda ou destruam instrumentos apreendidos em infrações e crimes ambientais

O Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia recomendou que Ibama, ICMBio e Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sedam) intensifiquem ações de proteção territorial e fiscalizações no combate desmatamento ilegal no interior e no entorno das Unidades de Conservação de Rondônia. Para garantir a segurança de policiais e agentes ambientais que atuam nas fiscalizações, a recomendação também orienta que produtos e instrumentos utilizados em infrações ambientais devem ser apreendidos, transportados e guardados, quando for possível, ou descaracterizados, destruídos ou inutilizados quando for impossível transportá-los.

(mais…)

Ler Mais